beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Condições

Soluções Naturais Para Prisão de Ventre em Crianças

6 Junho 2017

O National Institutes of Health relata que a constipação em crianças é uma ocorrência comum. Embora essa condição normalmente não seja uma ameaça à vida, ela pode certamente afetar a qualidade de vida da criança. 

A constipação é caracterizada pelos movimentos intestinais que ocorrem com menos frequência do que o normal ou fezes que tendem a ser rígidas, desidratadas e cuja passagem é difícil e dolorosa. A seguir estão causas comuns de constipação em crianças:

  • Alergia ao leite: de acordo com um relatório de 1998, publicado no The New England Journal of Medicine, aproximadamente 70 por cento dos casos de constipação infantil terminam ao se eliminar o leite de vaca da dieta e substituí-lo por leite de soja ou arroz;
  • Falta de fibra: assim como com os adultos, uma dieta com alta quantidade de fibra é importante para a saúde intestinal;
  • Certos medicamentos ou drogas, tais como antiácidos, opiáceos e antidepressivos;
  • Diversas doenças e anormalidades anatômicas como diabetes, doença renal, hipotireoidismo, distúrbios pituitários ou níveis baixos de potássio;
  • Retenção de fezes: crianças podem não defecar devido ao estresse de treinar no penico, terem vergonha de usar o banheiro público, não quererem interromper o momento de brincar ou terem medo de ter um movimento intestinal doloroso ou desagradável. 

Antes de ir comprar um laxante no balcão da farmácia, considere adicionar um suplemento probiótico à rotina diária do seu filho. 

Probióticos para crianças

Há algumas evidências preliminares de que os probióticos, ou bactérias benéficas, são úteis em casos de constipação infantil. Faz sentido. Afinal, as bactérias constituem cerca de 30 por cento ou mais do peso típico das fezes. Além disso, essas bactérias benéficas melhoram a saúde digestiva geral. 

Em vez de usar uma única cepa de bactérias probióticas, o melhor é usar uma fórmula multicepas composta de cepas altamente viáveis ou compatíveis, tais como Bifidobacterium bifidumBifidobacterium breveBifidobacterium infantisLactobacillus acidophilusLactobacillus lactisLactobacillus fermentum ou Lactobacillus rhamnosus. Há múltiplas cepas de bactérias em nosso corpo, por isso, é importante se suplementar com uma fórmula multicepas. Um bom suplemento probiótico listará no rótulo as cepas que ele contém.

Tenha em mente que grande parte das pesquisas científicas sobre probióticos envolve a análise de cepas individuais, porque é mais fácil avaliar a eficiência de uma cepa do que a de múltiplas cepas. Uma das cepas de bactérias mais comumente estudadas é a Bifidobacterium breve.

Dados

Um estudo piloto de 2011, publicado no Nutrition Journal, que envolveu 20 crianças (média de 7,4 anos de idade) com constipação, demonstrou que doses diárias de um suplemento probiótico (100 milhões a 1 bilhão de unidades de formação de colônias de Bifidobacterium breve) por quatro semanas aumentou significativamente a frequência de movimentos intestinais. As crianças que começaram o estudo com uma média de menos de um movimento intestinal por semana aumentaram para uma média de aproximadamente cinco por semana, após quatro semanas.

As crianças também tiveram aumento na consistência das fezes e uma redução significativa na incontinência fecal. De nove incidentes por semana, no início dos estudos, para 1,5, na quarta semana. Além disso, houve uma redução significativa no número de episódios de dores abdominais: 4,2, no início do estudo, para 1,9, na quarta semana. 

Estudos clínicos anteriores demonstraram que até mesmo recém-nascidos podem ingerir probióticos com segurança, em uma dosagem diária de até 9 bilhões de bactérias.

As pesquisas científicas positivas relacionadas aos probióticos e constipação infantil dão aos pais uma maneira mais natural de ajudar a suavizar essa condição incômoda.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Condições

Abordagens naturais para reverter a perda capilar

Condições

Ervas Naturais e Demência Vascular

Condições

Abordagens naturais para a prisão de ventre