checkoutarrow
BR
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements

10 Dicas de Como se Manter Saudável ao Pegar um Avião

Por Venus Ramos, MD

Neste artigo:


Seja uma viagem a trabalho ou a passeio, não é legal ficar doente quando você chega ao seu destino. Veja estas 10 dicas essenciais para ter em mente se quiser evitar ficar doente da próxima vez que pegar um avião.

1. Mantenha suas mãos limpas

Traga um gel higienizador ou lenços umedecidos com você à bordo. O Centers for Disease Control and Prevention recomenda usar um higienizador contendo pelo menos 60% de álcool. Produtos naturais sem compostos químicos nocivos também estão disponíveis. Um higienizador de mãos deve ser aplicado após tocar qualquer superfície não sanitizada do avião, antes de comer ou beber, ou antes de tocar seus olhos, nariz e boca.

Use o higienizador para limpar seu assento, cinto de segurança, apoios para os braços, bandeja e tela touch do centro de entretenimento. Bactérias conseguem sobreviver vários dias quando deixadas em superfícies dentro do avião. Um estudo mostrou que a E.coli durou até 4 dias, enquanto a MRSA permaneceu por pelo menos uma semana. 

Evite tocar no bolso do banco à sua frente. Os higienizadores não são muito eficientes no tecido do bolso e as pessoas tendem a usar estes bolsos como latas de lixo, colocando quase tudo neles. Ítens descartados vão de lenços sujos a fraldas sujas.

Também é uma boa ideia aplicar o higienizador nas suas mãos mesmo após lavá-las na pia do banheiro.  A água da torneira do avião não é muito confiável. Em 2004, a Environmental Protection Agency (EPA) determinou que todas os sistemas públicos de águas de aeronaves não precisavam se adequar aos Regulamentos Nacionais Primários de Água Potável. Níveis altos de coliformes fecais foram encontrados na água para consumo de 15 dos 327 aviões que a EPA testou.

Em 2009, a agência criou novos regulamentos para sistemas de água de aeronaves. Porém, em 2019 o Airline Water Study mostrou que a qualidade da água para consumo era variável entre as linhas aéreas, e muitas delas podem ter fornecido água insalubre aos seus passageiros.

2. Beba muita água limpa

Devo à possibilidade de contaminação da água, é recomendável não beber nenhuma água fornecida a bordo, a não ser que venha em um recipiente ou garrafa lacrados. Evite também chá e café feitos no avião. Você poderá considerar trazer sua própria garrafa de água reutilizávelvazia, e depois de passar pela checagem de segurança do aeroporto, enchê-la nos bebedouros antes de embarcar.

Beba bastante água desde dois dias antes da viagem e regularmente ao longo do seu vôo, já que o avião pode ser muito seco - o nível de umidade frequentemente fica abaixo de 20%. Tente tomar cerca de 240 ml de água para cada hora a bordo. Quando você fica desidratado, suas membranas mucosas secam, o que deixa você mais vulnerável a infecções virais e bacterianas. 

A desidratação também pode causar sintomas desagradáveis como dores de cabeça, dor de garganta e ressecamento dos olhos e pele. Estes sintomas podem persistir por bastante tempo depois de você chegar ao seu destino.

Limite bebidas que contenham cafeína ou álcool. Por causa de seu efeito diurético, estas bebidas podem facilitar a desidratação. Além disso, já que os níveis de oxigênio são reduzidos na altura do vôo, menos oxigênio chega ao seu cérebro e isso aumenta os efeitos que qualquer bebida alcóolica que consumir.

3. Use o orifício de ventilação

Aeronaves modernas são equipadas como filtros de ar de alta tecnologia que limpam 99.9995% da poeira e micróbios do ar, de acordo com a International Air Transport Association. Além disso, o ar só circula em parte da cabine pois a ventilação é compartimentalizada.

Infelizmente, se alguém sentado ao seu lado espirrar por causa de uma gripe ou resfriado, o patógeno pode encontrar o caminho para as suas vias aéreas antes de chegar ao filtro de ar. Para combater isso, use a saída de ar para soprar os micróbios para fora do seu espaço pessoal. Ajuste o ar para a velocidade média e posicione a saída de ar sobre a cabeça para que a corrente de ar passe direto na frente da sua cabeça. Se você colocar as mãos no colo, deverá sentir a corrente ali, não no seu rosto.

4. Escolha seu assento de maneira sábia

Escolha um assento perto da janela sempre que possível. O fluxo de ar no avião é projetado para vir do alto da cabine e sair pelos orifícios no chão próximos à janela. Por causa dessa direção do fluxo de ar, os passageiros nos assentos da janela tendem a ficar expostos a menos micróbios do ar do que aqueles nos assentos do corredor.

Se você sentar próximo a alguém que está doente, saiba que estudos mostraram que o risco de infecção diminui fora de uma região de três fileiras. Você precisaria estar de 1 a 2 fileiras de distância de uma pessoa doente que esta tossindo ativamente (e nao esteja agindo de modo a suprimir isso) para estar em risco para transmissão respiratória de um vírus.

Além disso, considere selecionar um assento que não esteja próximo ao banheiro, já que essa região tende a concentrar pessoas ou ter pessoas passando com frequência. Também é fácil suspeitar que as pessoas que passam mais tempo no banheiro podem ser aquelas que já estejam doentes no avião.

5. Consuma alimentos saudáveis e leves durante o vôo

Fique longe dos alimentos e lanches processados das linhas aéreas. Busque consumir saladas ou frutas e vegetais frescos. Evite alimentos que possam causar gases - milho, feijão, cebola, vegetais cruciferos como repolho, brocolis e couve-flor. Limite comidas apimentadas que possam induzir refluxo. Quando você está no vôo, os gases no seu corpo se expandem em um terço e a digestão fica mais lenta.

6. Mantenha-se calmo

O stress pode ter consequências negativas sobre o seu corpo. Planeje sair cedo para que tenha bastante tempo para chegar ao aeroporto. Use a opção de check-in adiantado no seu celular um dia antes de viajar. Use roupas confortáveis que não causem problemas durante a checagem de segurança. Por exemplo, opte por uma camada externa com zíper em vez de um pulôver ou jaqueta com botões.

7. Descanse bastante

Você fica mais suscetível a doenças quando não dorme adequadamente, pois seu sistema imune fica enfraquecido. Durma pelo menos de 7 a 8 horas na noite antes do seu vôo. Você poderá perceber que uma gota de óleo de lavanda nas suas têmporas ou travesseiro na hora de dormir pode ajudar você a relaxar e ter uma boa noite de sono.

Antes de viajar, mude seus hábitos de sono para combinarem com o do seu destino. Se você está viajando do oeste para o leste, precisará ir dormir mais cedo. Tente mudar o horário de dormir para 30 minutos mais cedo a cada noite, por diversas noites antes de viajar.

Se tiver problemas para dormir mais cedo, uma pequena dose de melatonina (0,5 mg) tomada 90 minutos antes da hora de deitar no seu destino pode ser útil. No entanto, não use melatonina por muito tempo. Possíveis efeitos colaterais incluem pesadelos, letargia ao longo do dia e aumento da glicose sanguínea. Medicamentos para convulsões, pílulas anticoncepcionais e medicamentos para pressão alta podem ser menos efetivos quando tomados com melatonina, então é recomendado consultar um profissional de saúde antes de utilizá-la.

8. Mexa-se

Faça alongamentos e exercícios estáticos durante o vôo. Isso ajuda a aliviar a rigidez muscular que você pode apresentar ao ficar sentado em um avião por muito tempo e também pode ajudar a prevenir a trombose venosa profunda. Esta condição, comumente chamada de TVP, ocorre quando um coágulo sanguíneo se forma dentro de uma veia. O coágulo pode se partir e se mover para os seus pulmões, onde pode representar um risco de vida.

O risco de desenvolver TVP aumenta se você tiver outros fatores de risco para trombose, como câncer, obesidade, veias varicosas, cirurgias recentes, terapia de reposição hormonal, e se tiver mais de 40 anos. 

Veja algumas medidas que você pode tomar para prevenir a TVP:

  • Movimente suas pernas a cada hora. Você pode simplesmente ficar em pé para esticar suas pernas, esticar suas pernas e dobrar seus tornozelos para frente e para trás, ou trazer seus joelhos para o peito por 15 segundos e repetir 10 vezes.
  • Evite cruzar as pernas.
  • Consulte um profissional de saúde sobre a necessidade de usar meias de compressão para promover a circulação sanguínea se tiver risco aumentado para TVP.

9. Estimule sua imunidade

Geralmente leva tempo para estabelecer sua imunidade quando você toma vacinas, então consulte um profissional de saúde para determinar se uma vacina para gripe ou outras vacinas de viagem são apropriadas para você. Por exemplo, uma vacina sazonal de gripe precisa ser aplicada de 7 a 10 dias antes da viagem para ser efetiva.

Alguns suplementos também podem ser benéficos: a

  • vitamina D tem um papel no fortalecimento do sistema imune. Já foi demonstrado que a
  • vitamina C ajuda a diminuir o tempo de duração dos sintomas de gripe.
  • Probióticos podem auxiliar seu sistema imune melhorando a sua flora intestinal.

10. Aumente o consumo de antioxidantes

Viagens aéreas fazem você se expor a niveis ligeiramente maiores de radiaçao solar e cósmica do que se estivesse no solo. Aumentar a quantidade de alimentos antioxidantes  que voce consome pode ajudar a combater o dano ao DNA que a exposição à radiação pode causar. Na verdade, pesquisas com pilotos de linhas aéras mostraram que um consumo maior de antioxidantes na dieta é associado à redução no danos ao DNA.

Fitonutientes sao compostos produzidos por plantas que apresentam boas propriedades antioxidantes. Exemplos de alimentos com fitonutrientes incluem nozes, sementes, frutas cítricas, cenoura, abóbora, brócolis, e vegetais verdes folhosos.

Siga essas 10 dicas e sua próxima viagem será feliz e saudavel. 

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

4 Fatores a Considerar Enquanto Estiver Tentando Engravidar

Bem-estar

Será que o Magnésio Pode Ajudar a Melhorar o Sono?

Bem-estar

9 ingredientes para procurar em um suplemento para a imunidade