header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Bem-estar

Cuidados Com o Sono

27 Abril 2017

Quando você não consegue dormir, a tentação de tomar um sonífero é forte. Mas você sabia que você pode estar arriscando sua vida?

Há uma grande pesquisa corporal indicando que soníferos podem contribuir com até 500.000 mortes por ano no Estados Unidos. A maioria dos soníferos são “hipnóticos sedativos”— uma classe de medicamentos usada para tratas ansiedade. Exemplos incluem Xanax, Valium, Lunesta e Ambien. A maioria destes medicamentos são altamente viciantes e vêm com uma gama de efeitos colaterais, como tontura, sonolência e coordenação prejudicada.

O Lado Negro dos Soníferos

Os riscos mais sérios destes medicamentos são relacionados aos seus efeitos na memória e no comportamento. Por causa de sua ação na química cerebral, os soníferos podem causar alterações na função do cérebro e comportamento, incluindo deficiência na memória, nervosismo, confusão, alucinações, irritabilidade e agressividade. Também foi demonstrado que elas aumentas a sensação de depressão, incluindo pensamentos suicidas.

Dr. Daniel F. Kripke, Professor Emérito de Psiquiatria na universidade da Califórnia, San Diego, trabalhou por mais de 30 anos avaliando o risco dos soníferos e suas descobertas são incríveis.

Para uma coisa, 18 estudos com base populacional demonstraram uma clara ligação entre o uso de soníferos e aumento do risco de mortalidade. Quatro destes estudos encontraram especificamente que o uso de soníferos previa um maior risco de morte por câncer.

No último estudo, publicado em Fevereiro de 2012 no BMJ Online, a equipe do Kripke obteve registros médicos de 10.529 pessoas com prescrição de soníferos hipnóticos e os comparou aos registros de 23.676 pacientes compatíveis que nunca obtiveram prescrição de soníferos. Acima de uma média de 2,5 anos, a taxa de mortalidade para aqueles que não usavam soníferos foi de 1,2 por cento, contra 6,1 por cento para os que usavam. Sujeitos com prescrições de soníferos também obtiveram um risco 35 por cento maior de câncer. Com base nas descobertas, Kripke estima que soníferos possam ser ligados a 320.000 a 507.000 mortes nos EUA a cada ano.

Qualidade Ruim de Sono

O sono recarrega a energia dentro de nossas células, entre outras coisas, ajuda a remover os químicos nocivos do corpo, particularmente do cérebro. O sono também melhora os mecanismos antioxidantes que reduzem os danos dos radicais livres.

Uma provável explicação para os efeitos negativos em potencial dos soníferos é que eles interferem com estes padrões normais do sono, assim roubando do corpo os poderosos efeitos curativos do sono.

Os soníferos também são conhecidos por prevenir os estágios mais profundos do sono não-REM. Esta é a razão pela qual estas drogas produzem uma sensação matinal de “ressaca“.

Causa e Efeito

O primeiro passo é identificar e tratas as causas do problema. Considere a insônia de manutenção do sono, quando as pessoas são capazes de cair no sono mas acordam no meio da noite e têm dificuldades de voltar a dormir. Muitas pessoas com esta condição sofrem de anomalia no controle de açúcar no sangue, então tratar este problema pode melhorar drasticamente a qualidade do sono.

Outras causas comuns de insônia são o estresse, depressão, ansiedade, sensibilidade à cafeína e até certos medicamentos — há cerca de 300 drogas que podem interferir no sono normal.

Cuidados Naturais Com o Sono

Eu recomendo uma combinação de melatonina (3 mg), 5-HTP (30 mg) e L-teanina (200 mg). Estes ingredientes trabalham juntos para reduzir o despertar noturno e o tempo necessário para cair no sono.

Estudos recentes comprovaram a habilidade da erva valeriana de melhorar a qualidade do sono e aliviar a insônia. Como um sedativo leve, use até 900 mg, 30 a 45 minutos antes de deitar para dormir.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

Um guia rápido sobre a luteína e zeaxantina

Bem-estar

Dicas para se manter saudável durante o jet lag

Bem-estar

Mix de óleos essenciais inspirados pelo amor