As suas preferências desta sessão foram atualizadas. Para alterar permanentemente as configurações da sua conta, acesse
Lembre-se de que é possível atualizar o país ou o idioma de sua preferência a qualquer momento em
checkoutarrow
BR
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements

4 Anti-histamínicos Para Ajudar a Aliviar Espirros, Coceira no Nariz e Coriza

Por Dra. Nicole Craven, MD

Neste artigo:


Congestão, nariz entupido, gotejamento pós-nasal, problemas nos seios da face... todos estes sintomas são mais comuns em meses frios e podem interromper nosso sono e afetar nossa respiração, capacidade de sentir gostos e conforto físico geral. Estes sintomas, causados pela inflamação, são a resposta do sistema de defesa natural do corpo no combate a um alérgeno ou vírus visto como invasor.

Quando nosso sistema imune está excessivamente ativado por alergias ou vírus respiratórios, costumamos buscar alívio com combinações para gripes ou alergias encontradas na farmácia. Estas combinações de anti-histamínicos apresentam efeitos colaterais como sonolência e desidratação. Estudos mostram que a maioria das combinações antigripais não são efetivas para tratar os vírus de resfriados ou reduzir a duração dos sintomas. Felizmente, certas ervas e vitaminas apresentam propriedades anti-histamínicas naturais e são alternativas terapêuticas seguras.

‌‌‌‌O Motivo de Você Fungar no Clima Frio

As duas causas mais comuns para fungar durante os meses mais frios são as alergias sazonais e infecções virais no trato respiratório superior, como gripes ou resfriados. Os sintomas de coceira ocorrem principalmente pela ativação de uma molécula chamada histamina, que é liberada pelos mastócitos no corpo quando detectamos invasores externos. Embora a histamina tenha muitos papéis importantes no corpo, não nos beneficiamos quando os níveis estão muito altos.

Quando ocorre exposição a um novo vírus no trato respiratório superior (ou a alérgenos como ácaros ou mofo), a molécula de histamina é liberada na corrente sanguínea e pode levar ao aumento no calor, vermelhidão, congestão, coceira no nariz e olhos e pressão na cabeça. Diminuir a intensidade desta onda de histamina com suplementos anti-histamínicos naturais é uma maneira saudável de aliviar estes sintomas.

Durante a temporada de resfriados, mais vírus estão por aí, preparados para causar problemas no nariz e garganta. 

‌‌‌‌4 Suplementos Naturais para Alergias

A maioria das famílias se beneficiam de ter algumas opções de anti-histamínicos naturais à mão para acalmar a "tempestade na cabeça". Veja alguns dos melhores aqui.  

1. Quercetina

A quercetina é um polifenol encontrado em alimentos como cebolas, maçãs, uvas e brócolis. Ela apresenta propriedades anti-inflamatórias e anti-histamínicas e trabalha principalmente bloqueando a habilidade do corpo em produzir histamina.

Alergias sazonais ou ambientais têm se tornado mais prevalentes e incluem reações a árvores, ambrosia, mofo, ácaros, baratas e pelos de gatos e cachorros. Estes alérgenos podem estar em todo lugar e são difíceis de evitar. Quando as alergias são desencadeadas, o corpo sinaliza para que certas células imunes no corpo chamadas mastócitos se ativem. Esta ativação de mastócitos causa uma liberação de histamina que, quando liberada, causa sintomas comuns de alergia.

A quercetina é conhecida por seu efeito antioxidante ao quelar radicais livres, moléculas formadas no corpo durante o estresse que causam danos às células. As propriedades antialérgicas das plantas incluem estímulo do sistema imune, atividade antiviral, inibição da liberação de histamina, diminuição das citocinas pró-inflamatórias e supressão da produção de interleucinas. Acredita-se que a quercetina reduza a carga de compostos inflamatórios incluindo a interleucina-8, interleucina-6, interleucina-4, eosinófilos e peroxidase.

Estudos demonstraram que uma dose de 250-500 mg de quercetina é eficiente para diminuir a resposta alérgica. A maioria dos suplementos de quercetina está disponível em forma de cápsulas, mas existem opções líquidas e mastigáveis para crianças ou pessoas com dificuldades para engolir comprimidos. 

2. Urtiga

Embora a urtiga possa parecer intimidadora, ela é uma planta nutritiva que pode ser consumida como vegetal, bem como um anti-histamínico herbal seguro e saudável.

A “urtiga” funciona reduzindo a resposta alérgica , diminuindo a inflamação e estabilizando os mastócitos. Quando os mastócitos são estabilizados, não secretam histamina nos tecidos adjacentes ou na corrente sanguínea. Tomado como suplemento de 600 mg de  urtiga seca uma vez ao dia, a erva reduziu sintomas alérgicos melhor do que anti-histamínicos padrão  em um teste clínico randomizado, duplo-cego com 90 pacientes.

Outro estudo analisando o mecanismo de ação da urtiga sugere que ela pode inibir vias pró-inflamatórias relacionadas à rinite alérgica ao antagonizar receptores de histamina 1.

A urtiga é facilmente acessível em forma de cápsula, bem como de tintura. A urtiga tem um alto perfil de segurança e não causa sonolência.

3. Vitamina C

Vitamin C Supplements on table with oranges

Pessoas no mundo todo tem usado a vitamina C por anos para prevenir resfriados, potencializar o sistema imune e diminuir o número de dias em que você é afetado por um vírus no trato respiratório superior. Mas, você sabia que a vitamina C também ajuda nas alergias por causa das suas propriedades anti-histamínicas naturais?

Um estudo de 2018 com a vitamina C no tratamento de alergias mostrou que o estresse oxidativo tem um papel essencial nas doenças alérgicas. A vitamina C é um dos suplementos antioxidantes mais acessíveis, e por causa desta propriedade ela pode funcionar como um tratamento para alergias ao bloquear o estresse inflamatório no corpo.

A vitamina C é fácil de encontrar em alimentos saudáveis. Somente um quarto de um pimentão cru tem o dobro da quantidade diária recomendada de vitamina C, cerca de 100 a 120 mg. Outros alimentos ricos em vitamina C são groselha-negra, goiaba, salsa e claro, laranjas.

A dose de 2 g de vitamina C recomendada para os efeitos anti-histamínicos pode ser ingerida mais facilmente sob formas divertidas de pós efervescentes, bebidas, mastigáveis, gominhas e cápsulas. Felizmente, a vitamina C tem um sabor agradável, fazendo com que altas doses sejam fáceis de alcançar.

4. Bromelaína

A bromelaína  é uma enzima que ajuda na digestão e é prevalente no abacaxi Frequentemente é recomendado que pessoas com indigestão consumam uma fatia de abacaxi antes de uma refeição pesada. Os benefícios da bromelaína para o corpo não param no trato digestivo. A enzima é mais comumente usada como suplemento para artrite inflamatória e está se tornando mais popular entre pessoas que sofrem de alergia.

Em um estudo com animais analisando doenças alérgicas das vias aéreas, a bromelaína melhorou a reatividade das vias aéreas ao diminuir a resposta inflamatória celular nos pulmões. As pesquisas são limitadas a modelos humanos, mas elas apontam para propriedades anti-inflamatórias e anti-histamínicas significativas nas células. 

A bromelaína é frequentemente encontrada em produtos combinados para alergias, junto com a quercetina e urtiga. Acredita-se que estas três plantas atuem de maneira sinérgica para amplificar as propriedades anti-histamínicas. A bromelaína apresenta um perfil de alta segurança em geral, mas deve ser consumida somente sob orientação de um profissional de saúde e não deve ser tomada junto com remédios para afinar o sangue.

‌‌‌Principais Lições

Como podemos ver, são muitas as opções de anti-histamínicos naturais para ajudar com uma resposta alérgica ou infecção viral. Junto com uma dieta limpa, repleta de frutas e vegetais, o alívio dos espirros pode ser obtido sem os efeitos colaterais dos medicamentos fortes.

Claro, todas as ervas e vitaminas devem ser aprovadas por um profissional. A partir daí, certifique-se de fazer um estoque dos seus suplementos preferidos para alergias . 

Referências:

  1. Mlcek J, Jurikova T, Skrovankova S, Sochor J. Quercetin and its anti-allergic immune response. Molecules. 2016;21(5):623. Published 2016 May 12. doi:10.3390/molecules21050623
  2. Mittman P. Randomized, double-blind study of freeze-dried Urtica dioica in the treatment of allergic rhinitis. Planta Med. 1990;56(1):44-47. doi:10.1055/s-2006-960881
  3. Roschek B Jr, Fink RC, McMichael M, Alberte RS. Nettle extract (Urtica dioica) affects key receptors and enzymes associated with allergic rhinitis. Phytother Res. 2009;23(7):920-926. doi:10.1002/ptr.2763
  4. Vollbracht C, Raithel M, Krick B, Kraft K, Hagel AF. Intravenous vitamin C in the treatment of allergies: an interim subgroup analysis of a long-term observational study. J Int Med Res. 2018;46(9):3640-3655. doi:10.1177/0300060518777044
  5. Secor ER Jr, Carson WF 4th, Cloutier MM, et al. Bromelain exerts anti-inflammatory effects in an ovalbumin-induced murine model of allergic airway disease. Cell Immunol. 2005;237(1):68-75. doi:10.1016/j.cellimm.2005.10.002

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

Um Guia de 4 Passos Feito Por Uma Médica Para Avaliar a Qualidade dos Suplementos

Bem-estar

4 benefícios dos peptídeos de colágeno para o seu corpo

Bem-estar

Rejuvenesça o Seu Cérebro