header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Condições

Como viver com histaminas e encontrar a cura

19 Janeiro 2018

Pela Dra. Taz Bhatia MD

Nariz escorrendo, olhos lacrimejando, coceira na língua – muitos de nós temos os sintomas familiares da intolerância à histamina. A reação clássica é pegar um benadril ou outro anti-histamínico sem receita para um conforto imediato. Infelizmente, essa costuma ser apenas uma solução temporária.

O que são histaminas?

Histaminas são neurotransmissores – ou, mais especificamente, aminas – que são compostos químicos do corpo que se comunicam com o cérebro e o intestino. A maior parte da histamina é produzida nos intestinos e regulada por bactérias. Ela é quebrada pela enzima diamina oxidase ou DAO, que remove a histamina do corpo. Para muitas pessoas, a deficiência dessa enzima leva à intolerância à histamina.  

Muitos alimentos também contêm altas concentrações de histamina, incluindo alguns favoritos como banana, abacate ou berinjela. Muitas pessoas conseguem eliminar a histamina do corpo e evitar os sintomas da intolerância ou alergia à histamina. Porém, para muitas outras, os sintomas podem ser mais sutis do que os sintomas clássicos de uma alergia, podendo ser a causa de dores de cabeça, dores abdominais, diarreia, rubor facial, irritabilidade, congestão o simplesmente um sistema imunológico mais fraco. Em crianças, os sintomas podem incluir falta de atenção, ansiedade e compulsividade.

Qual a diferença entre a intolerância à histamina e as alergias

Com a intolerância à histamina, não é comum existir uma reação imediata como na alergia – ao invés disso, ocorre uma apresentação lenta ou gradual dos sintomas. Isso pode dificultar a identificação da causa do problema para a pessoa que sofre dos sintomas.

Felizmente, existe uma maneira de minimizar a intolerância à histamina e melhorar sua saúde geral. O primeiro passo é limitar o consumo de alimentos com alta concentração de histamina. Diminuir seu consumo diário de álcool, principalmente vinho e cerveja, que são fermentados, melhora sua resposta à histamina. Evitar bananas, berinjelas e abacates por pelo menos 4 a 6 semanas também pode ajudar a reduzir os sintomas da intolerância. Além disso, diminuir o consumo de alimentos fermentados como kombucha, chucrute e kefir pode aumentar a resistência à histamina.

A saúde intestinal pode ajudar com a intolerância à histamina?

Melhorar a saúde dos intestinos é um passo chave para diminuir a intolerância à histamina. Probióticos contendo lactobacilos e bifidobacterium podem ajudar a reduzir a carga de cândida nos intestinos, equilibrando os níveis de histamina. Ervas como berberina ou óleo de orégano ajudam a combater a cândida, melhorando indiretamente os níveis de histamina.

Aumentar o consumo de gorduras saudáveis como azeite de oliva ou óleo de coco pode melhorar os sintomas da intolerância à histamina, pois a gordura estabiliza o equilíbrio das bactérias intestinais. Enzimas contendo lipase e bile de boi melhoram a absorção da gordura – ajudando também a manter o equilíbrio e o estado das bactérias intestinais.

Anti-inflamatórios naturais

Por último, os anti-histamínicos e anti-inflamatórios naturais também podem ajudar com a intolerância à histamina. A Quercetina, encontrada naturalmente em maçãs, ou a cúrcuma, um tempero bastante conhecido, podem servir para reduzir a resposta à histamina, mas melhoram a resposta à inflamação. Adicionar esses ingredientes na sua dieta diário, em conjunto com probióticos, pode gradualmente melhorar a tolerância à histamina, permitindo uma maior variedade alimentícia.

É importante lembrar que a intolerância à histamina pode ter uma cura lenta em comparação com a resposta à alergia à histamina, que costuma ser rapidamente tratada com a utilização de anti-histamínicos ou epinefrina. Reconheça os sintomas da intolerância à histamina e equipe-se com uma estratégia para resolver o problema, usando alimentos, suplementos e alterações no estilo de vida.

Referências:

  1. http://ajcn.nutrition.org/content/85/5/1185.long

Artigos Relacionados

Ver tudo

Condições

15 formas de se manter saudável ao viajar com diabetes

Condições

Como viajar com hipertensão

Condições

Abordagens naturais para melhorar os níveis de testosterona masculina