header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Fitness

Proteína Whey e o Açúcar no Sangue

2 Agosto 2017

Já ficou comprovado que o consumo de  proteína de soro de leite reduz a sensação de fome e promove a saciedade, tornando-a um valioso auxílio em programas de emagrecimento. Foi comprovado também que a ingestão de proteína de soro de leite durante a perda de peso preserva massa corporal magra.

Uma das melhores estratégias de uso de proteína de soro de leite é tomá-la antes ou entre as refeições. Estudos mostraram que o consumo de pequenas quantidades de proteína de soro de leite antes de uma refeição aumenta o controle do açúcar no sangue após as refeições. Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Toronto definiu melhor o funcionamento desse efeito benéfico.

Benefícios da proteína de soro de leite:

Foi demonstrado que a proteína de soro de leite é mais eficiência em prevenir a elevação de açúcar no sangue após as refeições do que uma quantidade similar de outras fontes de proteína. Este efeito é devido em parte ao aumento da secreção de insulina pelo pâncreas, promovido pela proteína de soro de leite. No entanto, a proteína do soro de leite também contém peptídeos bioativos que aumentam a liberação de hormônios intestinais, como a colecistoquinina (CCK) e o peptídeo-1 do tipo glucagon (GLP-1), que desempenham um papel no esvaziamento gástrico, no controle do apetite e na regulação de açúcar no sangue.

Outros benefícios da proteína do soro de leite:

  • O valor biológico da proteína do soro de leite é maior do que o de qualquer outra proteína.
  • A proteína de soro de leite é uma rica fonte de aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs), que são metabolizados diretamente no tecido muscular e são os primeiros a serem usados nos períodos de exercício.
  • A proteína de soro de leite é uma excelente fonte do importante aminoácido leucina. Pesquisas mostraram que dietas com alto teor de leucina são benéficas para praticantes de atividades físicas que possuem mais tecido muscular magro e menos gordura corporal, em comparação com indivíduos cujas dietas contêm níveis menores de leucina. O isolado de proteína de soro de leite tem aproximadamente 50% a mais de leucina do que o isolado de proteína de soja.
  • A proteína do soro de leite é solúvel, fácil de digerir e eficientemente absorvida no corpo.

Redução de açúcar no sangue após as refeições

Visando identificar mais completamente o mecanismo de ação da proteína do soro de leite na redução dos níveis de glicose após as refeições, foi administrado proteína de soro de leite (10 e 20 g), glicose (10 e 20 g) ou água (controle) a homens jovens saudáveis em diferentes ocasiões. Foi administrado 1,5 g de paracetamol antes de cada refeição para medir o esvaziamento gástrico.

As concentrações plasmáticas de paracetamol, glicose e células β e de hormônios gastrointestinais foram medidas antes das pré-refeições (linha de base) e em intervalos antes (0 a 30 min) e depois (50 a 230 min) de uma refeição pré-determinada de pizza (12 kcal/kg). A proteína de soro de leite retardou a velocidade de esvaziamento gástrico pré-refeição em comparação com o controle e com os 10 g de glicose, e induziu menor quantidade de insulina e peptídeo C pré-refeição do que a glicose pré-refeições. O aumento dos níveis de açúcar no sangue antes das refeições foi resultante da glicose, não da proteína de soro de leite. Em comparação com a glicose, a proteína do soro de leite resultou em níveis pós-refeição mais altos de GLP-1 e de peptídeos de tirosina-tirosina (PYY) e concentrações mais baixas de insulina, sem alterar as taxas de secreção e extração de insulina.

Em conclusão, a proteína de soro de leite resultou em média reduzida de glicose plasmática, insulina e peptídeo-C, mas em concentrações de GLP-1 e PYY mais altas do que as de glicose pré-refeições. Esses efeitos indicam que a proteína de soro de leite diminui os níveis de açúcar no sangue após as refeições através de mecanismos tanto dependentes de insulina como independentes de insulina.

Suporte adicional:

Embora a proteína de soro de leite seja eficaz sozinha, resultados ainda melhores podem ser obtidos quando ela é combinada com a revolucionária matriz de fibra dietética PGX. Assim como a proteína de soro de leite, a PGX mostrou-se capaz de produzir um aumento significativo no GLP-1. Estudos utilizando uma forma sintética e injetável de GLP-1 produzem perda de peso significativa em seres humanos, pois faz com que a maioria das pessoas se sinta cheia, resultando em redução na ingestão de alimentos. A PGX parece produzir o mesmo efeito de forma natural. A PGX não apenas resulta na liberação de pulsos de GLP-1 na corrente sanguínea enquanto passa por todo o trato digestivo, ela também mostrou que aumenta o número de células produtoras de GLP-1 - as células L - dentro do trato intestinal. Este mecanismo explica o efeito prolongado da PGX na sensação de saciedade.

Referência:

Akhavan T, Luhovyy BL, Panahi S, et al. Mechanism of action of pre-meal consumption of whey protein on glycemic control in young adults. J Nutr Biochem. 2014 Jan;25(1):36-43.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Benefícios dos aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs) para a saúde
Fitness

Benefícios dos aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs) para a saúde

Vitaminas pós-treino com superalimentos da California Gold Nutrition
Fitness

Vitaminas pós-treino com superalimentos da California Gold Nutrition

10 dicas para ajudar com a perda de peso
Fitness

10 dicas para ajudar com a perda de peso