header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Fitness

Exercício Verde: Por que Treinos ao Ar Livre são Muito Melhores

1 Agosto 2017

Todos nós sabemos que exercícios são vitais para a boa saúde - não importa se são exercícios aeróbicos, treinamento de força, exercícios mente-corpo, como ioga, ou outro tipo de atividade física.

Antes de você se mexer, certifique-se de potencializar seu treino com a nutrição adequada para maximizar todos os seus esforços.  Considere consumir carboidratos simples. Eles são facilmente digeríveis e fornecem energia rápida. Exemplos incluem barras de granola, frutas secas e biscoitos. Uma ideia de refeição rápida inclui mingau de aveia com uma colher de sopa de manteiga de amendoim e 1/2 copo de frutas.

Mas será que importa onde você se exercita? Você pode obter os mesmos benefícios se exercitando na academia do que ao ar livre?

As pesquisa sugerem que quanto mais verde o seu exercício, melhor a probabilidade de você se sentir bem mentalmente e fisicamente.

Por exemplo, um estudo de 754 homens e mulheres idosos que se exercitam regularmente descobriu que os que caminham, correm ou fazem outras atividades físicas ao ar livre têm mais chance de se exercitar mais, por mais tempo, e mais consistentemente do que pessoas que se exercitam em ambientes fechados.

A teoria é que fazer exercícios em ar fresco dá prazer às pessoas, oferece distrações naturais de atividades repetitivas como correr na esteira, e cria sensação de restauração.

Como? Vários estudos relatam que exercitar-se na natureza pode reduzir o cortisol, também conhecido como hormônio do estresse. E um estudo descobriu que pessoas que pedalavam por meia hora na natureza ao invés de em uma academia conversavam com seus parceiros de exercícios por três minutos a mais. Esta interação prazerosa os tornou mais prováveis do que o grupo de ambiente fechado de querer fazer exercícios novamente.  

Outro estudo acompanhou 14 homens e mulheres que pedalaram e fizeram treino de força em ambientes fechados e abertos. Os pesquisadores descobriram que o grupo do ambiente aberto diminui a pressão sanguínea após o treino, comparado ao grupo do ambiente fechado.

E, é claro, exercitar-se ao ar livre no sol ajuda seu corpo a produzir mais vitamina D, o que pode diminuir seu risco de doenças cardíacas, diabetes tipo 2, demência, osteoporose, depressão, e outras condições sérias de saúde.

Com todos estes exercícios, pode haver muito suor, então sempre esteja hidratado. Parte de viver um estilo de vida saudável também inclui escolher produtos que são saudáveis para o planeta.  Diga "Não" para água engarrafada e escolha uma garrafa de água reutilizável.  Se possível, escolha uma garrafa de água sem BPA porque ela ajuda a reduzir dejetos e minimizar o impacto do plástico no organismo.

Assim que seu treino terminar, coma algo logo. Um motivo é que é importante repor o glicogênio que foi gasto durante o exercício. Isso é para evitar hipoglicemia, especialmente para diabéticos. Segundo, para uma recuperação muscular rápida, consumir proteína é a coisa certa.

Um lanche pós-treino pode incluir 2 biscoitos água e sal com uma fatia de torrada de trigo integral, e uma refeição pós-treino pode incluir uma omelete vegetariana com abacate e 1/2 copo de batatas assadas ou um shake de proteína. Adicione valor nutritivo ao seu shake de proteína, com ingredientes como espinafre ou couve, sementes de chia e mais!

Então, seja uma volta na pista de corrida, uma caminhada na praia, uma pedalada pelas montanhas, ou tai chi no parque, considere adicionar um pouco de verde em sua próxima sessão de exercícios.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Fitness

Vitaminas pós-treino com superalimentos da California Gold Nutrition

Fitness

10 dicas para ajudar com a perda de peso

Fitness

Como reduzir o tempo de recuperação depois do exercício