beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Nutrição

O que é a farinha de mandioca? + 3 receitas sem glúten

12 Abril 2019

Neste texto:

A farinha de mandioca é uma alternativa sem glúten fantástica para a farinha de trigo. Ela é classifica como alimento de baixo índice glicêmico, logo, é indicada para pessoas com dietas de baixa glicemia. O sabor suave, a cor leve e a textura esfarelada da mandioca a tornam uma substituta muito próxima da farinha de trigo. Ela não tende a dominar o sabor da receita, e algumas pessoas até dizem que dificilmente conseguem sentir a diferença das receitas com farinha convencional.

As origens e o cultivo da mandioca

A farinha é feita a partir da raiz da planta yucca, que também é chamada de mandioca em algumas regiões. Ela é barata, fácil de cultivar e minimamente processada.

A farinha de mandioca tem suas raízes em muitas receitas tradicionais, e é usada em muitos países para a culinária cultural. Ela é considerada um alimento fundamental, assim como as batatas. A mandioca é uma planta dura e resistente, considerada um grão altamente sustentável cultivado em muitas partes do mundo.

Muitas pessoas dependem da mandioca e de sua farinha para alimentar suas famílias durante tempos difíceis. Escolher comprar a mandioca pode ser uma decisão inteligente para pessoas que querem ajudar a suportar comunidades agrícolas pequenas, e o cultivo da planta não causa efeitos prejudiciais no planeta.

A composição da farinha de mandioca

A planta da mandioca consiste de uma raiz amilácea e de folhas nutritivas. Ela é rica em potássio, cálcio e vitamina C.

A farinha de mandioca é considerada um alimento integral, e não é clareada ou extraída de sua forma original. Ela também pode ser usada para fazer farinha de tapioca, que é clareada e extraída. Ela é útil para ajudar a engrossar sopas ou fazer pudins.

A farinha de mandioca tem um baixo teor de gorduras e calorias, além de ter pouco açúcar. Porém, ela tem muitos carboidratos, o que a deixa similar a um grão comum ou a farinhas de trigo.

Usos e benefícios da farinha de mandioca

A mandioca é única, pois não tende a causar reações alérgicas. Isso inclui pessoas com alergia a nozes e aquelas que não podem usar farinhas de amêndoas ou coco. Ela também é livre de grãos e não afeta o sistema digestivo. Ela é usada até na medicina cultural por uma variedade de motivos.

Alguns dos motivos que tornam a farinha de mandioca um substituto tão bom para a farinha de trigo inclui o fato de que ela é:

  • Livre de glúten – Enquanto as farinhas convencionais contribuem para problemas como intestino permeável e inflamações, a mandioca é uma opção completamente livre de glúten. Isso pode torná-la uma opção melhor para famílias e pessoas com sistemas sensíveis. Isso também pode ser importante para pessoas com gatilhos autoimunes, para ajudá-las a cortar alérgenos comuns e irritantes alimentícios.
  • Baixo teor de açúcar – Se uma pessoa tem diabetes ou está tentando reduzir seu nível de açúcar sanguíneo, é muito importante ter o cuidado de escolher alimentos com baixo índice glicêmico. Muitas pessoas podem não perceber que as farinhas e pães tradicionais podem aumentar seus níveis de açúcar, mesmo que não estejam consumindo muito açúcar. Estudos demonstraram que a farinha de mandioca é uma alternativa de baixo teor de açúcar, que pode ajudar a manter seus níveis estáveis.
  • Fácil de digerir – Para pessoas que têm problemas como intestino irritável ou um estômago sensível, a mandioca apresenta uma alternativa perfeita. Ela é suave e fácil de digerir, sendo uma alternativa não irritante para farinhas mais pesadas. Além disso, a falta de compostos químicos na mandioca pode ajudar a proteger a flora intestinal e reduzir desequilíbrios bacterianos, fornecendo um saudável pré-biótico.
  • Livre de alérgenos e grãos – para pessoas com fadiga crônica ou saúde sensível, uma dieta livre de grãos pode ser salvadora. Sensibilidades alimentares e doenças autoimunes podem levar a uma perda de energia e irritar a pele. Uma alergia alimentar pode até ocorrer sem causar muitos sintomas óbvios, fazendo com que seja difícil associar o problema com a causa. A mandioca elimina esse problema, sendo livre de substâncias alergênicas.

Cozimento e preparação da mandioca

Para preparar a mandioca a partir da planta yucca, a pele precisa ser removida, depois lavada e ralada. A mandioca ralada deve ser espremida para remover o líquido. A polpa é deixada para secar, para então ser transformada em farinha. Depois que a farinha está completamente seca e atinge uma consistência fina, ela está pronta para ser usada na culinária. O processo é muito simples e não requer o uso de processamento ou de compostos químicos prejudiciais.

Tradicionalmente, receitas com pão de mandioca eram feitos na forma de bolos rasos, que não cresciam. Eles eram secos na forma de biscoitos e atingiam uma consistência crocante. Nessa forma, eles podiam ser armazenados por semanas ou até meses. Os biscoitos secos podem ser facilmente reidratados com um caldo ou molho, mas têm um sabor melhor quando frescos.

Para auxílios adicionais para a saúde, sugere-se que a farinha de mandioca seja combinada com outros ingredientes ricos em nutrientes, para dar uma melhora à receita. Linhaça e sementes de chia são escolhas populares para adicionar nutrição e fibras a um prato. A textura da farinha de mandioca é similar à das batatas, logo, ela também tem uma aparência atrativa quando substitui a farinha convencional nas receitas.

O subproduto líquido da yucca é aproveitado para fazer molhos. Esse molho é chamado de cadikura, e é fervido com carnes. Se os sucos são fervidos por mais tempo, eles são reduzidos a um molho grosso chamado de cassareep.

3 receitas sem glúten com a farinha de mandioca

As pessoas que se perguntam onde podem encontrar uma boa receita com mandioca não precisam mais procurar. Aqui estão três receitas deliciosas com mandioca para você experimentar.

Waffles de mandioca com banana e morango

Ingredientes:

Instruções:

  1. Pré-aqueça uma máquina de waffles.
  2. Coloque os ingredientes em um liquidificador.
  3. Bata por cerca de um minuto, até ficar macio.
  4. Se a massa ficar muito grossa, adicione mais leite ou água.
  5. Despeje a massa na máquina de waffles, permitindo um tempo extra de cozimento para garantir que o centro não fique cru.
  6. Quando a parte externa estiver dourada e crocante, retire o waffle.
  7. Adicione os morangos no topo e saboreie!

Pão achatado simples de mandioca

Ingredientes:

Equipamentos:

  • Forma para pizza
  • Panela ou assadeira para fogão
  • Copo medidor
  • Colher de sopa
  • Colher para mexer
  • Espremedor de batatas

Instruções:

  1. Meça a farinha e adicione-a a uma tigela grande.
  2. Despeje lentamente a água enquanto mexe, para misturar bem os ingredientes. O resultado terá uma textura granulada.
  3. Quebre os pedaços com uma colher ou com a mão para ter uma consistência macia.
  4. A mistura está pronta para ir para o forno.
  5. Aqueça a assadeira no fogo médio e coloque a forma para pizzas no meio.
  6. Transfira 9 colheres de sopa cheias da mistura para a assadeira. Espalhe uniformemente a mistura ao longo da assadeira, pressionando a farinha no lugar.
  7. À medida que a mistura assa, use um espremedor de batatas para pressionar firmemente a mistura, concentrando-se nas bordas externas da massa.
  8. Deixe assar por cerca de quatro minutos, até que as bordas se elevem pelos lados da assadeira.
  9. Remova a forma para pizzas e vire a massa cuidadosamente.
  10. Asse os lados opostos por mais três a quatro minutos.
  11. Retire a massa do fogo, deixe esfriar e saboreie!

Bolo cremoso de mandioca

Ingredientes:

  • 2 xícaras de farinha de mandioca California Gold Nutrition
  • 1 lata (400 g) de leite condensado (separe 1/3 da porção para a cobertura)
  • 1 lata (340 g) de leite evaporado
  • 1 lata (400 g) de leite de coco (separe 1/3 da porção para a cobertura)
  • 1 lata (340 g) de creme de coco (separe 1/3 da porção para a cobertura)
  • 2/3 de xícara de açúcar de coco
  • 3 ovos
  • 3 claras de ovo
  • 3 gemas de ovo (reserve para a cobertura)
  • 1 xícara de coco ralado

Instruções:

  1. Pré-aqueça o forno a 160 graus Celsius.
  2. Misture os ingredientes para o bolo (reserve os ingredientes para a cobertura) em uma tigela grande.
  3. Mexa bem, removendo qualquer caroço.
  4. Unte duas assadeiras retangulares e distribua a massa igualmente entre as duas.
  5. Asse os pratos por aproximadamente 30 minutos, ou até que a mistura se solidifique.
  6. Misture os ingredientes para a cobertura e despeje por cima dos bolos.
  7. Asse os bolos por mais 20 a 30 minutos.
  8. Deixe os bolos esfriarem completamente.
  9. Corte em quadrados e saboreie!

Artigos Relacionados

Ver tudo

Nutrição

Dicas para fazer as crianças comerem vegetais

Nutrição

Uma volta às aulas saudável: Easy-to-Craft Lunch Recipes

Nutrição

O Guia Definitivo do Jejum Intermitente