header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Bem-estar

Os benefícios do sabugueiro

18 Março 2019

Por Eric Madrid, MD

Neste texto:

O sabugueiro (Sambucus sp.), uma planta com flores, tem sido usado por centenas de anos por razões medicinais por populações nativas do mundo todo. Nos anos recentes, a popularidade do sabugueiro cresceu. Estudos que medem os valores do índice ORAC (Capacidade de Absorção dos Radicais Oxigenados) mostram que o sabugueiro tem níveis de antioxidantes mais altos que o mirtilo e o oxicoco, que são bem conhecidos por seus altos níveis de antioxidantes e subsequentes benefícios à saúde.

Uso tradicional

Na medicina tradicional, o sabugueiro tem sido usado para tratar a dor nas articulações e a dor ligada à artrite. Ele também foi usado por muitas pessoas para tratar sintomas de infecções do trato respiratório superior. O sabugueiro tem sido utilizado por gerações por muitas pessoas da América do Sul por razões medicinais. Acredita-se que indígenas americanos utilizaram o sabugueiro  como um tratamento para várias infecções e febre. De forma semelhante, na Europa, os frutos do sabugueiro são transformados em xaropes para razões medicinais. Na Itália, o sabugueiro foi usado para tratar infecções de cobreiro, conforme relata um estudo de 2005 publicado no Journal of Ethnopharmacology.

Conteúdo nutricional

Na sua forma crua, o sabugueiro é composto de cerca de 80 por cento de água, e 20 por cento de carboidratos.  Menos de um por cento da fruta consiste de proteínas e gorduras. O sabugueiro é uma rica fonte de vitamina C (ácido ascórbico), e fornece mais de 25 mg por porção. Ele também tem quantidades moderadas de vitamina B6 e ferro.

O sabugueiro é rico em antioxidantes, principalmente em polifenóis como as antocianinas. É isso que dá ao fruto sua cor roxa azulada.  Além disso, acredita-se que seu alto teor de antioxidantes é uma das razões por trás de seus muitos benefícios à saúde.

Infecções do trato respiratório superior

O resfriado, um tipo de infecção do trato respiratório superior (ITRS) é a infecção mais frequente que uma pessoa pode encontrar em sua vida. Estima-se que há mais de 200 diferentes vírus do resfriado que infectam humanos. Depois que uma pessoa é exposta, normalmente leva um a três dias para que a doença se inicie, caso a pessoa seja suscetível. A duração do resfriado costuma ser de sete dias, porém, em casos em que o sistema imunológico da pessoa já está sobrecarregado, um resfriado por durar várias semanas.  Geralmente, o mesmo vírus nunca infecta a mesma pessoa duas vezes, pois a imunidade costuma se desenvolver depois da primeira exposição ao vírus.

Apesar de não haver cura para o resfriado, existem formas inteligentes que se pode usar para ajudar a prevenir a infecção. Isso inclui lavar as mãos frequentemente, ter uma dieta saudável, evitar o contato com pessoas doentes e ter uma quantidade adequada de sono. Porém, isso normalmente não é o suficiente, e mesmo as pessoas que tomam cuidado podem acabar tendo os conhecidos sintomas.

Mais perigoso que o resfriado é o vírus influenza, também conhecido como “gripe”, que afeta milhões de pessoas no mundo todo anualmente. Às vezes, o influenza pode resultar na morte de indivíduos de alto risco (ex.: diabéticos, pacientes com doença pulmonar, pessoas idosas e pessoas com câncer). A morte normalmente é o resultado de uma infecção secundária, como a pneumonia bacteriana. A vacinação contra o influenza costuma ser recomendada por profissionais de saúde, para ajudar a reduzir o risco de infecções.

O sabugueiro também pode ajudar. Um estudo de 2016 demonstrou que o sabugueiro pode reduzir a duração de sintomas de resfriado em pessoas que viajam de avião, enquanto um estudo de 2009, publicado na revista Phytochemistry, demonstrou que o sabugueiro pode ter uma ação similar aos populares medicamentos prescritos antivirais Oseltamivir (Tamiflu) e Amantadina. Além disso, um estudo de 2014 concluiu que o sabugueiro pode ser um tratamento efetivo para pessoas que têm o vírus influenza. Um estudo de 2017 propôs o mecanismo científico pelo qual o sabugueiro pode ajudar a prevenir a infecção por influenza, dando mais credibilidade aos benefícios da fruta.

Por último, um estudo de 2012 concluiu que o suco concentrado de sabugueiro tem um efeito benéfico, estimulando a resposta do sistema imunológico e, portanto, prevenindo uma infecção viral.

Aumento da imunidade

O sistema imunológico é um sistema complexo, com o qual o corpo aprende a se proteger contra invasores bacterianos, virais e fúngicos que podem causar problemas. O sistema imunológico desenvolveu um mecanismo complexo, pelo qual ele pode diferenciar esses micróbios que são prejudiciais daqueles que são benéficos, como os probióticos. Oitenta por cento da capacidade de reconhecido do sistema imunológico reside no trato intestinal (GALT ou MALT), portanto, é de importância vital garantir que você tenha uma boa biodiversidade gastrointestinal. Curar um problema de intestino permeável é crucial para melhorar a saúde.

Minimizar os níveis de estresse e seguir uma dieta saudável é importante para otimizar seu sistema imunológico. Uma dieta rica em frutas e vegetais coloridos também é indicada. Especificamente, o sabugueiro também pode ajudar a melhorar a força do sistema imunológico, de acordo com estudos. Um estudo de 2001 e outro de 2002 demonstraram o benefício do sabugueiro no fortalecimento da resposta do sistema imunológico.

Hipertensão

A alta pressão arterial, também conhecida como hipertensão, é um dos principais fatores de risco para as doenças cardíacas – mais de um bilhão dos 7,5 bilhões de pessoas do mundo são hipertensas.  

A hipertensão ocorre quando a artéria de uma pessoa tem maior resistência, frequentemente causada por uma inflamação vascular ou uma aterosclerose. Como resultado, o coração precisa trabalhar mais do que o normal para bombear sangue de forma eficiente pelo corpo. Quando o coração trabalha mais do que o indicado, ele pode ficar alargado, aumentando o risco d insuficiência cardíaca e doença cardiovascular.

Um estudo de 2016, publicado na Pharmaceutical Biology, demonstrou que o sabugueiro pode ser útil no controle da hipertensão. Um consumo diário generoso de vegetais e uma rotina de exercícios físicos também é crucial para controlar a pressão arterial.

Inflamação crônica

A inflamação crônica é um conhecido fator de risco para muitos problemas de saúde, incluindo doenças cardiovasculares, doenças autoimunes e dor nas articulações. Uma dieta rica em antioxidantes de frutas e vegetais pode ajudar a reduzir os níveis gerais de inflamação, além de ajudar a otimizar a saúde dos intestinos, um fator crucial para a saúde geral.

Um estudo de 2011, publicado no Journal of Ethnopharmacology, demonstrou que o sabugueiro anão, uma variedade de sabugueiro, pode ajudar a reduzir inflamações do TNF-alfa, um marcador sanguíneo, em problemas de inflamação crônica. Além disso, um estudo de 2017, publicado na revista Pharmaceutical Biology, indicou que o extrato de sabugueiro também pode ajudar a reduzir níveis de inflamação em indivíduos de teste. Por último, um estudo de 2014 demonstrou que o sabugueiro vindo das Ilhas Canárias pode ser usado para reduzir a inflamação crônica e a dor associada. Não se sabe se esses benefícios são aplicáveis a outras espécies de sabugueiro.

Diabetes

A diabetes tipo 2 está se tornando um dos problemas de saúde mais comuns. Primariamente uma doença do estilo de vida, a diabetes resulta do consumo excessivo de açúcar e carboidratos refinados. Isso resulta em uma resistência à insulina e, por fim, em problemas resultantes do alto teor de glicose sanguínea.

Evitar o consumo excessivo de açúcar pode ter um papel significativo na prevenção e no controle da diabetes para muitas pessoas. Porém, frequentemente, quando mudanças na dieta e no estilo de vida não são suficientes, um médico prescreverá medicamentos para ajudar a controlar o açúcar sanguíneo. Algumas pessoas preferem uma abordagem mais natural, usando ervas e suplementos. O sabugueiro é uma dessas ervas que parecem ser benéficas.

Um estudo de 2015 e outro de 2018, utilizando ratos, demonstraram que o extrato de sabugueiro pode ajudar a reduzir a resistência à insulina, um problema comum em diabéticos. Um estudo de 2016, usando um estudo animal, também demonstrou que o sabugueiro pode ser útil no tratamento de diabetes. Um estudo de 2017 demonstrou que o sabugueiro tem um efeito antidiabético, e pode ser considerado como um “alimento funcional” na luta contra a doença.

Por último, um estudo de 2017, publicado na revista PLoS One, que usou uma bebida contendo múltiplas frutas, incluindo o sabugueiro, concluiu que essas frutas eram benéficas na prevenção de diabetes, doença cardiovascular e declínio cognitivo.

É importante consultar seu médico antes de adicionar qualquer suplemento ao seu regime caso você tenha diabetes. Nunca pare de tomar qualquer medicamento, a não ser que seja instruído por seu médico.

Otimização do colesterol

O colesterol é uma substância cerosa, que circula no sangue e reveste o interior das artérias. Níveis elevados são um fator de risco para a doença arterial coronariana e o derrame. Muitas pessoas acreditam que reduzir os níveis de colesterol ajuda a prevenir doenças cardiovasculares. No geral, o colesterol é uma importante molécula, necessária para a síntese de hormônios e a saúde do cérebro e dos nervos.

Um estudo de 2015, publicado na revista Food & Function usando ratos, indicou que o sabugueiro pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol total na aorta enquanto aumentava o nível de colesterol HDL (bom), quando comparado a um placebo nos ratos que o consumiram. O sabugueiro também é conhecido por reduzir os níveis de triglicerídeos em estudos com ratos.

Em 2014, um estudo publicado no International Journal of Food Sciences and Nutrition fez descobertas semelhantes. Os resultados demonstraram uma redução de 15 por cento no colesterol total, uma redução de 15 por cento nos triglicerídeos e uma redução de 25 por cento no colesterol LDL (ruim). Além disso, os níveis de antioxidantes também apresentaram melhora. Por isso, o sabugueiro tem sido consumido por muitas pessoas, tanto como alimento quanto como suplemento, para ajudar a melhorar seu perfil metabólico geral.

Outras pesquisas

Outros estudos estão avaliando o uso do sabugueiro em distúrbios convulsivos. Porém, no momento, os dados ainda são preliminares. É claro, se você estiver tomando medicamentos anticonvulsivantes, você não os interromper ou substituir sem a instrução do seu médico.

Suplementação

O sabugueiro está disponível como um chá, um xarope ou pastilhas para a garganta irritada. Ele também está disponível como gomas e cápsulas para auxiliar a saúde geral.

Referências:

  1. https://www.scientificamerican.com/article/what-are-orac-values/
  2. Journal of  Ethnopharmacology. 2005 Apr 26;98(3):323-7.
  3. Nutrients. 2016 Mar 24;8(4):182. doi: 10.3390/nu8040182.
  4. Phytochemistry. 2009 Jul;70(10):1255-61. doi: 10.1016/j.phytochem.2009.06.003. Epub 2009 Aug 12.
  5. J Int Med Res. 2004 Mar-Apr;32(2):132-40.
  6. Shahsavandi S, Ebrahimi MM, Hasaninejad Farahani A. Interfering With Lipid Raft Association: A Mechanism to Control Influenza Virus Infection By Sambucus Nigra. Iran J Pharm Res. 2017;16(3):1147-1154.
  7. Biosci Biotechnol Biochem. 2012;76(9):1633-8. Epub 2012 Sep 7.
  8. Ho GT, Wangensteen H, Barsett H. Elderberry and Elderflower Extracts, Phenolic Compounds, and Metabolites and Their Effect on Complement, RAW 264.7 Macrophages and Dendritic Cells. Int J Mol Sci. 2017;18(3):584. Published 2017 Mar 8. doi:10.3390/ijms18030584
  9. Eur Cytokine Netw. 2001 Apr-Jun;12(2):290-6.
  10. Isr Med Assoc J. 2002 Nov;4(11 Suppl):919-22.
  11. Pharm Biol. 2016 Dec;54(12):3063-3067. Epub 2016 Jul 14.
  12. Schwaiger S, Zeller I, Pölzelbauer P, et al. Identification and pharmacological characterization of the anti-inflammatory principal of the leaves of dwarf elder (Sambucus ebulus L.). J Ethnopharmacol. 2011;133(2):704-9.
  13. Benevides Bahiense J, Marques FM, Figueira MM, et al. Potential anti-inflammatory, antioxidant and antimicrobial activities of Sambucus australis. Pharm Biol. 2017;55(1):991-997.
  14. Solverson PM, Rumpler WV, Leger JL, et al. Blackberry Feeding Increases Fat Oxidation and Improves Insulin Sensitivity in Overweight and Obese Males. Nutrients. 2018;10(8):1048. Published 2018 Aug 9. doi:10.3390/nu10081048
  15. Salvador ÂC, Król E, Lemos VC, et al. Effect of Elderberry (Sambucus nigra L.) Extract Supplementation in STZ-Induced Diabetic Rats Fed with a High-Fat Diet. Int J Mol Sci. 2016;18(1):13. Published 2016 Dec 22. doi:10.3390/ijms18010013
  16. J Agric Food Chem. 2017 Apr 5;65(13):2677-2685. doi: 10.1021/acs.jafc.6b05582. Epub 2017 Mar 24.
  17. Nilsson A, Salo I, Plaza M, Björck I. Effects of a mixed berry beverage on cognitive functions and cardiometabolic risk markers; A randomized cross-over study in healthy older adults. PLoS One. 2017;12(11):e0188173. Published 2017 Nov 15. doi:10.1371/journal.pone.0188173
  18. Food Funct. 2015 Apr;6(4):1278-87. doi: 10.1039/c4fo01036a.
  19. Int J Food Sci Nutr. 2014 Sep;65(6):740-4. doi: 10.3109/09637486.2014.898256. Epub 2014 Mar 13.
  20. Eur Rev Med Pharmacol Sci. 2016 Jul;20(14):3123-6. Elderberry and Seizure disorders

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

As melhores ervas para ajudar com o estresse

Bem-estar

Melatonina – não é só para dormir

Bem-estar

Cinco ervas tradicionais para aumentar naturalmente o teor de colágeno