header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Fitness

Exercícios Físicos Contribuem para uma Vida Longa

31 Agosto 2017

Existem vários cremes e pílulas que podem ajudar a conquistar uma aparência jovem. Porém, para se sentir mais jovem por dentro, pesquisas apontam que é necessário se esforçar.

Vários estudos mostram que pessoas que se exercitam em um alto nível regularmente são capazes de desacelerar o envelhecimento a nível celular. Como? Ao produzir telómeros mais longos.

Telómeros cobrem as extremidades dos cromossomos. Eles são projetados para proteger nosso DNA, semelhantes a como cadarços não se desfiam por conta do plástico nas extremidades. Porém, sempre que uma célula se replica, ela perde um pouco de seu telómero. Quanto mais velhos ficamos, mais vezes nossas células terão replicado, e essa é a razão pela qual o comprimento dos telómeros está diretamente associado com o envelhecimento.

Julga-se que a inflamação e o estresse oxidativo também podem ter influência no encurtamento dos telómeros. Os pesquisadores pensam que essa é a razão pela qual dietas anti-inflamatórias, gerenciamento de estresse e exercícios podem desacelerar a erosão dos telómeros. Porém não é qualquer tipo de exercício. Três estudos descobriram que exercícios de alta intensidade, como corridas três vezes por semana, são perfeitas.

Um novo estudo da Brigham Young University, envolvendo quase 6.000 adultos, descobriu que mulheres que corriam 30 minutos por dia, cinco vezes por semana, e homens que corriam 40 minutos por dia, cinco vezes por semana, protegeram seus telómeros ao ponto de que suas médias de idade biológica eram de nove anos a menos do que pessoas que não se exercitavam de modo algum. Pessoas que se exercitavam de modo menos intenso também tinham certa vantagem no que tange os telómeros, porém não tanta. Suas idades biológicas eram de dois anos a menos do que a de indivíduos menos ativos.

Um estudo de 2012 conduzido por pesquisadores do Centro Médico da Universidade Chung-Ang de Seoul analisou os hábitos de exercício de 44 mulheres na menopausa. Aquelas que faziam aeróbica e exercícios de resistência por pelo menos uma hora, três ou mais vezes por semana, tinham telómeros significativamente mais longos do que as mulheres sedentárias.

E um estudo de 2008 da Kings College London envolvendo 2400 gêmeos descobriu que exercícios podem até mesmo sobrepor a genética quando o assunto é comprimento de telómero. Os pesquisadores descobriram que quanto mais ativo um gêmeo era, mais longos eram seus telómeros.

Além disso, para uma ajuda extra, considere adicionar produtos de nutrição esportiva em sua rotina de boa forma com orientação de seu médico ou personal trainer. Dentre os produtos que você deve procurar, estão fórmulas pré-treino e de recuperação, produtos contendo proteína para melhorar os exercícios e outros suplementos populares como creatina e l-carnitine.  Também existem produtos esportivos para mulheres disponíveis no mercado.

Resumo: Para ter uma aparência e sensação mais jovem, vá para a academia ou corra regularmente.  

Artigos Relacionados

Ver tudo

Fitness

Vitaminas pós-treino com superalimentos da California Gold Nutrition

Fitness

10 dicas para ajudar com a perda de peso

Fitness

Como reduzir o tempo de recuperação depois do exercício