beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements

Curcumina – o melhor suplemento contra o envelhecimento

Pelo Dr. Michael Murray, ND

Neste artigo:


‌‌‌‌O que é a curcumina? 

A curcumina é um pigmento amarelo-alaranjado proveniente da cúrcuma (Curcuma longa), que muitas pessoas conhecem como o principal componente do curry. A curcumina é um dos compostos naturais mais estudados devido aos seus benefícios para a saúde. Nos últimos 30+ anos, mais de 8.000 estudos científicos, incluindo testes clínicos bem projetados, foram conduzidos sobre a curcumina. Com base nos resultados desses estudos, a curcumina emergiu como um dos suplementos alimentares mais populares do mundo, sendo especialmente valorizado por seus efeitos de combate ao envelhecimento.  

Benefícios de combate ao envelhecimento da curcumina 

‌‌‌‌A curcumina é um poderoso antioxidante

Muitos dos efeitos benéficos da curcumina são atribuídos à sua capacidade de auxiliar os processos antioxidantes e anti-inflamatórios do próprio corpo.1 Compostos que agem como oxidantes ou radicais livres promovem danos celulares e aceleram o envelhecimento. Por outro lado, antioxidantes são compostos que evitam esse dano. 

Por exemplo, se você cortar uma maçã ao meio e deixá-la ao sol, ela ficará marrom com o tempo, devido ao dano oxidativo, da mesma forma que o ferro pode oxidar. Esse dano oxidativo pode ser desacelerado consideravelmente se a maçã for borrifada com um suco de limão, ou qualquer solução que contenha vitamina C e colocada na geladeira. 

Aqui está um fato interessante: o nível de antioxidantes das células, assim como o nível de antioxidantes alimentares, determina a duração da vida dos mamíferos. Por exemplo, os seres humanos vivem mais que chimpanzés, cães, gatos e muitos outros mamíferos, pois temos uma maior quantidade de antioxidantes nas nossas células e nossas dietas em comparação a outros mamíferos. 

A atividade antioxidante da curcumina é superior a antioxidantes nutricionais, como as vitaminas C e E e o betacaroteno, pois esses antioxidantes são efetivos contra tipos muito específicos de oxidantes (pró-oxidantes hidrossolúveis para a vitamina C, pró-oxidantes lipossolúveis para a vitamina E e superóxido para o betacaroteno). 

Por outro lado, a curcumina é efetiva na proteção contra oxidantes tanto hidrossolúveis quanto lipossolúveis, além de outros tipos de moléculas prejudiciais. Ela é muito útil na proteção contra danos ao colesterol LDL que o transformam em LDL oxidado, que é prejudicial para o revestimento das artérias e leva à aterosclerose (endurecimento das artérias).1 

‌‌A ‌‌curcumina e a regulação de NF-κB

Além de seus efeitos antioxidantes, a curcumina exerce muitos outros benefícios adicionais para a saúde no sentido da desaceleração do envelhecimento. Muitos dos efeitos da curcumina são resultado de sua influência em um complexo proteico celular conhecido como NF-κB (fator nuclear kappa B). 

O NF-κB está envolvido em respostas celulares a estímulos como estresse, radicais livres, metais pesados, radiação e LDL oxidado. Todos esses estímulos podem ativar inflamações através da ativação do NF-κB. A curcumina promove uma regulação adequada do NF-κB e, por isso, pode ajudar a resposta do corpo a estímulos de estresse, o que pode ajudar a reduzir inflamações e danos celulares.1 Esse efeito é importante na prevenção de danos celulares cumulativos associados ao envelhecimento.

‌‌A curcumina e a inflamação

O envelhecimento humano acelerado é caracterizado por um estado de inflamação crônica e de baixo grau, causada por vários fatores. Esse processo costuma ser chamado de "inflammaging". Um fator importante do inflammaging é a função reduzida das mitocôndrias, os compartimentos de produção de energia das células. 

Normalmente, à medida que as pessoas envelhecem, ocorre um declínio na quantidade e no funcionamento das mitocôndrias. Com a energia celular reduzida resultante desse processo, também pode ocorrer um vazamento de compostos inflamatórios das mitocôndrias, além de uma maior formação de "dejetos" celulares dentro da própria célula. 

Dentro de uma célula individual, existe um processo que é usado para lidar com essa coleta de detritos celulares que é conhecida como autofagia. O termo autofagia significa literalmente "comer a si mesmo". A redução na autofagia é outro fator determinante do envelhecimento, e está amplamente ligado à função das mitocôndrias. O resultado é que os detritos celulares criados não são removidos através da autofagia e, como resultado, é produzido um gatilho para a inflamação crônica. 

Um dos outros benefícios únicos de combate ao envelhecimento da curcumina é que ela protege e melhora a função mitocondrial, preserva a autofagia e auxilia a função do sistema imunológico, para que ele processe e descarte dejetos celulares adequadamente.2 

Também foi demonstrado que a curcumina pode ter efeitos notáveis no auxílio à resposta do corpo à inflamação, de forma a reduzir o inflammaging e promover a saúde celular geral. Esses efeitos benéficos foram observados em estudos clínicos.1,2 Por exemplo, preparações de curcumina estão se mostrando incrivelmente promissoras na proteção contra o envelhecimento cerebral.2-4 Foi demonstrado em estudos que residentes de áreas rurais da Índia que consomem grandes quantidades de cúrcuma apresentam os índices mais baixos de problemas cerebrais ligados ao envelhecimento no mundo. É claro que a cúrcuma (o principal componente do curry) pode ser consumida livremente na dieta, porém, tomar um produto à base de curcumina fornece níveis mais altos para produzir melhores resultados. 

Em um estudo conduzido na UCLA, 40 adultos com idades entre 50 e 90 anos e que tinham problemas de cognição e memória foram classificados aleatoriamente, para receberem um placebo ou o composto Theracurmin®. O Theracurmin® é uma forma altamente biodisponível de curcumina, e foi administrado em uma dosagem de 90 miligramas de curcumina duas vezes por dia (180 mg no total) durante 18 meses.5 No começo do estudo, todos os indivíduos tiveram sua condição cognitiva avaliada, com uma reavaliação sendo realizada em intervalos de seis meses e também no final do estudo, aos 18 meses. Os resultados mostraram que as pessoas que tomaram o Theracurmin® apresentaram melhoras na memória e na capacidade de concentração e foco. Por outro lado, os indivíduos que tomaram o placebo não apresentaram essas melhoras. Em testes ligados à memória, o Theracurmin® produziu uma melhora de 28 por cento no estudo de 18 meses. O Theracurmin® também levou a melhorias em testes de humor, e tomografias do cérebro de pessoas que consumiram o composto apresentaram níveis de danos significativamente menores em relação ao grupo do placebo. Esses resultados, em conjunto com outros estudos, indicam que o Theracurmin® e outros produtos à base de curcumina podem ser a melhor escolha para pessoas que buscam a prevenção do declínio mental e de problemas cerebrais ligados à idade.

‌‌A curcumina e a saúde das articulações

Outro resultado do envelhecimento é o declínio da cartilagem e de outras estruturas das articulações, levando a uma redução na função e na mobilidade dessas articulações. A curcumina tem apresentado resultados impressionantes na melhora da saúde das articulações.6 Dois dos produtos à base de curcumina mais estudados do mercado, o Theracurmin® e o Meriva®, têm apresentado benefícios consideráveis na melhora da saúde das articulações, segundo estudos clínicos controlados envolvendo humanos. No primeiro estudo clínico duplo-cego sobre o efeito da curcumina na saúde das articulações, 50 indivíduos com mais de 40 anos receberam curcumina (18 mg diários de Theracurmin®) ou um placebo equivalente durante 8 semanas.7 Os resultados do estudo demonstraram que o desconforto no joelho em pessoas com casos moderados a severos foi significativamente reduzido nas pessoas que tomaram Theracurmin® em comparação ao grupo do placebo. 

O composto Meriva® também tem sido utilizado em estudos detalhados para a saúde das articulações.8 Em um estudo, 50 pacientes com desconforto no joelho receberam 1.000 mg de Meriva (totalizando 200 mg de curcumina) durante 3 meses. Os resultados mostraram que os níveis de desconforto no joelho foram reduzidos em 58%, e a distância de caminhada em um teste de esteira aumentou de uma média de 76 no começo do estudo a uma média de 336 no final.9 Em outro estudo clínico, 100 pacientes com desconforto no joelho receberam 1.000 mg de Meriva durante 8 meses.10 Assim como na primeira pesquisa, os níveis de sintomas e a distância de caminhada melhoraram significativamente.

Outro pequeno estudo controlado por placebo, com pessoas com desconforto leve a moderado nas articulações do joelho, concluiu que a curcumina pode ser útil quando combinada à piperina (um composto da pimenta-do-reino preta que tem demonstrado uma capacidade de melhorar a biodisponibilidade da curcumina). Seis semanas de um tratamento diário com 1.500 mg de um complexo curcuminoide (complexo C3®), que incluiu 15 mg de Bioperine®, um preparo padronizado de piperina, resultaram em reduções significativamente maiores no desconforto, além de uma melhora na função física.11 

Em um estudo com um extrato de cúrcuma que fornecia 75 a 85% de curcumina sem o uso de piperina, uma dosagem diária de 1.500 mg por dia durante 4 semanas também melhorou casos de rigidez, desconforto e mau funcionamento do joelho. Os resultados foram bastante favoráveis quando comparados ao grupo de controle, que tomou ibuprofeno. A maioria dos indivíduos (96% - 97%) se disse satisfeita com as melhoras alcançadas na saúde das articulações.12

Formas disponíveis de curcumina

A cúrcuma pode ser consumida livremente como um tempero, preparada em um suco como o gengibre ou usada na dieta de outras formas. Para pessoas que buscam benefícios para a saúde específicos, formas concentradas de curcumina são recomendadas. Existe uma preocupação de que o pó de curcumina comum é pouco absorvido e que pode não fornecer resultados consistentes. Essa baixa absorção da curcumina levou ao desenvolvimento de vários produtos comerciais que fornecem uma melhor biodisponibilidade, além do suporte clínico de segurança e eficácia. Esses preparos merecem uma menção especial devido aos seus estudos clínicos, principalmente o Theracurmin®, o Meriva® e o complexo C3®. Dito isso, existem algumas evidências de que pode haver benefícios no consumo do pó de curcumina comum, conforme descrito acima.

Dosagem comum:

Idealmente, a dosagem de uma preparação de curcumina deve ser baseada em evidências clínicas de segurança e benefícios para a saúde. Estes são os níveis recomendados para as formas populares

  • Curcumina – 1.500 mg por dia.
  • Theracurmin® - 60 a 180 mg de curcumina por dia.
  • Meriva® - 1.000 mg, totalizando 200 mg de curcumina por dia.
  • Complexo C3® - 1.500 mg de curcuminoides em conjunto com 15 mg de Bioperine® diariamente.

Efeitos colaterais e segurança:

Geralmente, a curcumina é extremamente bem tolerada, sem efeitos colaterais significativos relatados nos estudos clínicos. 

Interações medicamentosas:

Se você estiver tomando algum medicamento prescrito, por favor, consulte seu médico sobre qualquer possível interação medicamentosa com a curcumina. A curcumina apresenta várias possíveis interações medicamentosas, mas apenas algumas foram confirmadas. Por exemplo, a curcumina pode reduzir a absorção do talinolol (um betabloqueador), aumentar a eliminação do medicamento norfloxacino e inibir vários agentes quimioterápicos, incluindo camptotecina, doxorrubicina e mecloretamina.

Referências:

  1. Kunnumakkara AB, Bordoloi D, Padmavathi G, et al. Curcumin, the golden nutraceutical: multitargeting for multiple chronic diseases. Br J Pharmacol. 2017;174(11):1325-1348. 
  2. de Oliveira MR, Jardim FR, Setzer WN, Nabavi SM, Nabavi SF. Curcumin, mitochondrial biogenesis, and mitophagy: Exploring recent data and indicating future needs. Biotechnol Adv. 2016;34(5):813-826. 
  3. Bhat A, Mahalakshmi AM, Ray B, et al. Benefits of curcumin in brain disorders. Biofactors. 2019;45(5):666-689.
  4. Ullah F, Liang A, Rangel A, Gyengesi E, Niedermayer G, Münch G. High bioavailability curcumin: an anti-inflammatory and neurosupportive bioactive nutrient for neurodegenerative diseases characterized by chronic neuroinflammation. Arch Toxicol. 2017;91(4):1623-1634. 
  5. Small GW, Siddarth P, Li Z, et al. Memory and Brain Amyloid and Tau Effects of a Bioavailable Form of Curcumin in Non-Demented Adults: A Double-Blind, Placebo-Controlled 18-Month Trial. Am J Geriatr Psychiatry. 2018;26(3):266-277. 
  6. Chin KY. The spice for joint inflammation: anti-inflammatory role of curcumin in treating osteoarthritis. Drug Des Devel Ther. 2016;10:3029-3042.
  7. Nakagawa Y, Mukai S, Yamada S, et al. Short-term effects of highly-bioavailable curcumin for treating knee osteoarthritis: a randomized, double-blind, placebo-controlled prospective study. J Orthop Sci. 2014;19(6):933–939.
  8. Mirzaei H, Shakeri A, Rashidi B, Jalili A, Banikazemi Z, Sahebkar A. Phytosomal curcumin: a review of pharmacokinetic, experimental and clinical studies. Biomed Pharmacother. 2017;85:102–112.
  9. Belcaro G, Cesarone MR, Dugall M, et al. Product-evaluation registry of Meriva®, a curcumin-phosphatidylcholine complex, for the complementary management of osteoarthritis. Panminerva Med. 2010;52(2 suppl 1):55–62.
  10. Appendino G, Belcaro G, Cesarone MR, et al. Efficacy and safety of Meriva, a curcumin-phosphatidylcholine complex, during extended administration in osteoarthritis patients. Altern Med Rev. 2010;15:337–344.
  11. Panahi Y, Rahimnia AR, Sharafi M, Alishiri G, Saburi A, Sahebkar A. Curcuminoid treatment for knee osteoarthritis: a randomized double-blind placebo-controlled trial. Phytother Res. 2014;28(11):1625–1631.
  12. Kuptniratsaikul V, Dajpratham P, Taechaarpornkul W, et al. Efficacy and safety of Curcuma domestica extracts compared with ibuprofen in patients with knee osteoarthritis: a multicenter study. Clin Interv Aging. 2014;9:451–458.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

O Que é o Ácido Ascórbico (Vitamina C)? Benefícios, suplementos e muito mais

Bem-estar

Não gosta do sabor do vinagre de sidra de maçã? Veja 6 motivos para experimentar suplementos desse p

Bem-estar

Os Poderosos Benefícios Antivirais e Imunes da Baga de Sabugueiro