header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Condições

Um Ato de Equilíbrio

27 Abril 2017

Previna as complicações a longo prazo da diabetes e equilibre sua glicose sanguínea com produtos naturais

A Diabetes é uma doença crônica séria que esta associada a diversas complicações a longo prazo se não for controlada apropriadamente. As quatro principais áreas do corpo afetadas pela diabetes são os olhos, rins, nervos e o revestimento dos vasos sanguíneos e dos órgãos. Estas áreas não necessitam de insulina para absorver a glicose em suas células (ao contrário do fígado, células musculares e de gordura); portanto quando os níveis de açúcar no sangue estão elevados a glicose inunda estas células e causa danos significativos.

O Problema com a Glicose

O fator mais importante na prevenção de complicações sérias na diabetes é manter o controle do açúcar no sangue através de dieta e suplementação, já que a glicose fora de controle pode causar diversos tipos de danos. Por exemplo, quando a glicose se liga a lipoproteínas de baixa densidade (low-density lipoprotein) (LDL), ela previne que o LDL se ligue a receptores que dizem ao fígado para parar de sintetizar colesterol (cholesterol). Como resultado, o fígado “pensa” que há uma deficiência de colesterol no corpo e continua a produzir mais. Este é o motivo pelo qual a diabetes está quase sempre associada a níveis altos de colesterol.

Um teste laboratorial importante para avaliar os níveis de glicose a longo prazo é o teste A1C, que mede a quantidade de glicose ligada à hemoglobina (hemoglobin) nas hemácias (hemoglobina glicosilada). Quanto maior o percentual de hemoglobina glicosilada (glycosylated), maior o risco para todas as complicações da diabetes.

Já que o tempo de vida médio de uma hemácia é de 120 dias, o exame A1C apresenta uma média dos valores de glicose sanguínea dos últimos 2 a 4 meses. A manutenção dos níveis de hemoglobina A1C próximos ao normal (≤7%) pode reduzir o risco de problemas oculares em até 76%, danos aos nervos em até 60% e doença renal em até 56% em pacientes com diabetes.

Outras Complicações

O estresse oxidativo aumentado é outro fator que influencia no desenvolvimento de complicações da diabetes. Pessoas com diabetes geralmente têm níveis elevados de radicais livres e componentes oxidativos em seus corpos. Estes compostos altamente reativos se ligam e destroem componentes celulares, causam danos em todo o corpo e aumentam a resistência à insulina.

Já foi demonstrado que deficiências nutricionais também contribuem para diversas complicações crônicas da diabetes. Em estudos uma suplementação apropriada ajudou pacientes diabéticos com controle de glicose a abaixar sua pressão arterial e proteger seus organismos das complicações da doença. Em geral o risco de complicações da diabetes a longo prazo é inversamente proporcional ao nível de micronutrientes – o nível de vitaminas e minerais no corpo.

Proteção Natural

Diversos produtos naturais podem ajudar a melhorar o controle da glicose sanguínea. Em destaque entre eles estão os suplementos de fibras dietéticas de alta viscosidade como a PGX, extratos herbais contendo Gymnema sylvestre, canela (cinnamon), amora (mulberry),  e outros componentes botânicos.

Aqui estão quatro outras maneiras naturais de prevenir as complicações da diabetes:

  1. Um multivitamínico/multimineral potente. Pessoas com diabetes têm uma necessidade mais alta de diversos nutrientes, especialmente vitaminas e minerais solúveis em água.Estudos demonstraram que a suplementação com estes nutrientes pode melhorar o controle da glicose sanguínea e também ajudar a prevenir ou reduzir o desenvolvimento de complicações sérias da diabetes. Além disso, já foi demonstrado que tomar um suplemento multivitamínico/multimineral melhora o funcionamento do sistema imune e reduz infecções em diabéticos. Por potente entende-se que o produto deverá fornecer pelo menos de três a cinco vezes a DDR (RDI) para vitaminas solúveis em água, o mínimo da DDR para vitaminas solúveis em lipídeos e uma ampla variedade de minerais (especialmente o cromo).
  2. Magnésio.O cromo ganha a maior parte da atenção como um fator crítico para a ação da insulina, mas o magnésio também é essencial. Evidências indicam que pessoas com diabetes deveriam tomar suplementos de magnésio, especialmente porque mais da metade dos diabéticos demonstram evidências de deficiência de magnésio.

Estudos clínicos mostraram que os suplementos de magnésio melhoram a resposta e a ação da insulina, tolerância à glicose, e a fluidez das membranas das hemácias em pacientes com diabetes. Para melhores resultados, tome o magnésio em uma forma altamente absorvível, como o aspartato de magnésio (magnesium aspartate) ou citrato de magnésio (magnesium citrate), e busque tomar de  300 a 500 mg por dia (certifique-se de incluir a quantidade contida no seu multivitamínico ao calcular quanto magnésio a mais você necessita). Nota: converse com o seu médico sobre a suplementação com magnésio caso você sofra de falência renal significativa ou esteja fazendo diálise.

  1. Extratos ricos em flavonoides.Pesquisas recentes mostram que os flavonoides são extremamente importantes na prevenção de complicações a longo prazo, especialmente a retinopatia diabética (diabetic retinopathy). Há uma grande sobreposição entre os mecanismos de ação e benefícios dos extratos ricos em flavonoides. Escolha um dos seguintes:
  1. Ácido alfa lipóico. Esta substância similar a uma vitamina é frequentemente descrita como o “antioxidante natural perfeito”, já que pode bloquear radicais livres solúveis em água ou em lipídeos, dentro e fora das células. O ácido alfa lipóico tem sido utilizado com sucesso na Alemanha no tratamento da neuropatia diabética por mais de 30 anos. Embora imagine-se que o efeito primário do ácido alfa lipóico na melhora da neuropatia diabética seja resultado de seu efeito antioxidante, também já foi demonstrado que ele pode levar a uma melhora no metabolismo sanguíneo de glicose, melhora na circulação sanguínea para nervos periféricos e de fato estimular a regeneração de fibras nervosas. Tome de 400 a 600mg diariamente.

Aproveite os Benefícios

É claro, estas são somente algumas das opções que foram consideradas úteis na prevenção das consequências da diabetes. Pode parecer uma quantidade grande de suplementos para tomar, mas há razões sólidas para fazer isso, e o mais importante é que estas recomendações contribuem muito para reduzir o sofrimento e aumentar a qualidade de vida dos diabéticos.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Abordagens naturais para a prisão de ventre
Condições

Abordagens naturais para a prisão de ventre

Remédios naturais para a dor nas articulações
Condições

Remédios naturais para a dor nas articulações

O ácido alfa lipoico e a esclerose múltipla
Condições

O ácido alfa lipoico e a esclerose múltipla