beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Bem-estar

Um guia rápido para vitamina C lipossomal

6 Março 2019

O que é vitamina C lipossomal?

Vitamina C lipossomal é uma forma avançada criada para melhor absorção e utilização dentro do corpo. Os lipossomos são pequenas células esféricas compostos por uma camada externa feita de ácidos graxos conhecidos como fosfolipídios, derivados do girassol ou soja. Os lipossomos também têm um compartimento interno composto de água e ingredientes ativos solúveis em água. O ingrediente ativo solúvel em água, como a vitamina C, é protegido dentro do compartimento interno pela estrutura lipossomal.  

A vantagem principal da vitamina C lipossomal é a melhor absorção. A habilidade de nossas células intestinais de consumir dosagens maiores de vitamina C tem um limite. É por isso que dosagens altas de vitamina C podem causar gases em excesso e/ou diarreia. A biodisponibilidade da vitamina C lipossomal é significativamente maior do que a vitamina C comum, entrando no corpo a um nível quase o dobro da vitamina C comum. A vitamina C lipossomal normalmente é promovida como alternativa oral a uma dose intravenosa (IV) de vitamina C.

Benefícios da vitamina C lipossomal à saúde

Os benefícios à saúde da vitamina C lipossomal são iguais aos da vitamina C comum. A função principal da vitamina C é a fabricação de colágeno, a principal substância proteica do corpo humano. Como o colágeno é uma proteína importante para as estruturas que mantêm nosso corpo unido (tecido conjuntivo, cartilagem, tendões, etc.), a vitamina C é fundamental para reparo de feridas, gengivas saudáveis e prevenção de hematomas simples.

Além do seu papel no metabolismo do colágeno, a vitamina C também é crítica para o sistema antioxidante, função imune, fabricação de químicos e hormônios cerebrais, e absorção e utilização de outros fatores nutricionais.

Houve várias investigações científicas com vitamina C lipossomal. Em um estudo interessante, a vitamina C lipossomal mostrou prevenir ferimentos por reperfusão - danos teciduais causados quando o fornecimento sanguíneo volta ao tecido após um período de falta de oxigênio. O ferimento por reperfusão é uma questão de muitos procedimentos cardíacos e cardiovasculares, e ocorre após um ataque cardíaco ou derrame. A vitamina C intravenosa também ajuda a prevenir ferimentos por reperfusão, pois a vitamina C é fornecida intravenosamente, mas como a vitamina C lipossomal tem uma taxa de absorção alta, é uma alternativa oral.

No estudo, em 4 ocasiões separadas ordenadas randomicamente, 11 homens e mulheres receberam um placebo oral, ou 4 g de vitamina C via oral, lipossomal oral, ou fornecimento intravenoso. Os dados indicam que o fornecimento oral de 4 g de vitamina C encapsulada em lipossomos produz concentrações circulantes de vitamina C que são maiores que a vitamina C comum, mas menores do que a administração IV. Ainda assim, a proteção contra estresse oxidativo mediado por isquemia-reperfusão é semelhante à proteção fornecida por administração intravenosa.

Um dos usos principais de altas doses IV de vitamina C está em melhorar a qualidade de vida dos pacientes com câncer. Como a vitamina C lipossomal tem maior biodisponibilidade, pode ser uma alternativa excelente à administração IV.

Outro uso popular de vitamina C lipossomal é o resfriado comum. Já se passaram 40 anos desde que Linus Pauling escreveu o livro Vitamina C e o Resfriado Comum. O Dr. Pauling baseou sua opinião em vários estudos que mostraram que a vitamina C era muito eficiente na redução da severidade dos sintomas, assim como duração do resfriado comum. Agora já existem mais de 30 estudos clínicos envolvendo 11.350 participantes do estudo, criados para julgar a eficiência da vitamina C na prevenção ou tratamento do resfriado comum. Ainda que os resultados de estudos individuais possam ser variados, quando os resultados de estudos de maior qualidade são avaliados, os pesquisadores concluíram que a vitamina C pode ser bem eficiente na redução do risco de desenvolvimento de um resfriado. Esta conclusão aplica-se principalmente a indivíduos em situações altamente estressantes.

Fosfolipídeos derivados de girassol

O melhor carregador para vitamina C lipossomal é fosfatidilcolina (PC), um componente principal da lecitina. A PC ajuda a manter os lipossomos juntos.  As variações ideais devem estar entre 250-500 mg de PC por dose em uma fórmula de vitamina C lipossomal.  A PC tem seu próprio conjunto de benefícios à saúde. As fontes mais comuns da PC são lecitina de soja e lecitina de girassol. O girassol pode ser a melhor escolha, pois remove o problema dos OGMs e também produz um lipossomo mais estável. Se a lecitina de soja for usada, deve ser de uma fonte não OGM.

Qualidade lipossomal

Para produzir os resultados, o lipossomo deve ser fabricado adequadamente. O tamanho correto deve ser entre 100 a 400 nanômetros de tamanho, e o lipossomo ser testado para qualidade em uma instalação regulamentada pela FDA para controle de qualidade.

Produtos lipossomais caseiros

Há muita divulgação na internet sobre fazer sua própria vitamina C. Porém, o processo de apenas misturar vitamina C em pó, vodca, lecitina e água em um liquidificador e bater até formar uma mistura lipossomal não produzirá a qualidade necessária de lipossomos para ser um carregador eficiente para a vitamina C.

Dose

A dose diária da vitamina C é 910 mg/dia em homens adultos e 75 mg/dia em mulheres adultas, com limite superior sugerido de 2.000 mg/dia. A vitamina C lipossomal, devido à sua maior absorção, é adequada para uso diário e também para indicações específicas.

Segurança e efeitos colaterais

Em geral, as mesmas preocupações da vitamina C comum também se aplicam à vitamina C lipossomal. Ambas são muito bem toleradas, mas a vitamina C lipossomal não leva a gases, inchaço ou diarreia, mesmo em doses mais altas. As dosagens de vitamina C maiores que 2.000 mg estão associadas a um risco maior de pedras nos rins.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

Mude sua saúde carregando suas mitocôndrias

Bem-estar

L-teanina, benefícios à saúde e à função cognitiva

Bem-estar

Os probióticos e as enzimas digestivas podem criar harmonia em seu intestino?