beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Condições

10 Óleos Essenciais para Infecções Respiratórias

28 Fevereiro 2018

Por Eric Madrid MD

O resfriado é a infecção mais frequente que uma pessoa pode adquirir, e estima-se que existam mais de 220 vírus diferentes que infectam humanos. Após a exposição, normalmente a doença demora de um a três dias para começar – a duração do resfriado é de normalmente sete dias, mas em alguns casos pode durar muitas semanas. O mesmo vírus nunca infecta a mesma pessoa duas vezes, e embora não exista cura para o resfriado, existem formas de prevenir a infecção usando tratamentos naturais.

O vírus da gripe (influenza) é mais perigoso, e os sintomas são mais problemáticos do que os do resfriado. Os sintomas da gripe incluem febre, dores musculares, arrepios, tosse, congestão nasal e dores por todo o corpo. A gripe pode deixar uma pessoa desidratada e fraca, e os mais velhos possuem mais risco de desenvolver complicações. Manter-se hidratado e controlar os sintomas é muito importante, visto que complicações sérias podem ocorrer, incluindo a morte—às vezes, após ser infectado com gripe ou resfriado, o sistema imunológico se torna fraco, deixando a pessoa suscetível a uma pneumonia bacteriana. A vacina contra influenza pode ser útil na prevenção contra a infecção.

Em um artigo anterior, eu discuti 13 tratamentos naturais para a gripe e o resfriado, que incluía vitaminas recomendadas e ervas. Neste artigo, vamos discutir o uso de óleos essenciais para portadores de infecções.

Os óleos essenciais de alecrim, hortelã e eucalipto são recomendados para ajudar no alívio dos sintomas do resfriado, de acordo com um estudo de 2011 publicado na Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, e também podem ajudar com os sintomas da influenza. Os óleos de gualtéria, cravo, limão, tomilho e orégano também possuem benefícios. Discutiremos isso mais adiante.

Como Usar Óleos Essenciais

A grande variedade de compostos químicos presentes em uma dada erva é a razão pela qual a erva e o seu óleo essencial possuem propriedades antivirais e antibacterianas. Há muitas formas de usufruir dos benefícios dos óleos essenciais.

Difusor

O uso de um difusor de óleos essenciais é a melhor forma de usufruir dos benefícios dos óleos essenciais. Eu recomendo difundir o óleo essencial por 15 a 30 minutos até três vezes ao dia. Se você estiver tentando melhorar os sintomas respiratórios, considere difundir o óleo ou a mistura de óleos ao dormir.

Se você não tiver um difusor, adicione os óleos essenciais a um borrifador e espalhe a mistura de ervas pelo seu quarto.

De acordo com pesquisas, muitos óleos essenciais listados abaixo possuem propriedades antibacterianas e antivirais e podem ajudar a eliminar agentes patogênicos do ar.

Inalação direta

Você pode inalar a maior parte dos óleos essenciais diretamente do recipiente ou aplicar algumas gotas na palma da mão e inalar cuidadosamente. Alguns óleos são mais fortes do que outros, então sempre procure instruções no rótulo, visto que alguns óleos podem precisar de diluição antes do uso tópico. Considere adicionar algumas gotas a uma xícara ou pote de água quente para inalar a mistura aromática.

10 óleos essenciais que você precisa ter em casa

Agora que você sabe como utilizá-los, aqui estão os melhores óleos essenciais para ajudar você a superar a época das gripes e dos resfriados.

Alecrim (Rosmarinus officinalis)

O alecrim é uma erva comum que costuma ser cultivada em jardins caseiros. Ele tem se mostrado muito benéfico para a saúde e, de acordo com um artigo no New York Times, o alecrim tem um papel fundamental na dieta da população mais saudável e de vida mais longa, os habitantes de Acciaroli, Itália.

O alecrim possui propriedades antivirais e antibacterianas.

Misture com eucalipto, hortelã, incenso e limão.

Instruções: use com um difusor. Adicione 2-3 gotas no difusor com água e inale.

Eucalipto (eucalyptus globulus, eucalyptus sideroxylon e eucalyptus torquata)

O eucalipto é nativo da Austrália, onde os aborígenes o utilizavam para tratar sinusite, infecções respiratórias e dores por gerações. O eucalipto é um antioxidante com propriedades antivirais e antibacterianas potentes. Também serve como expectorante, quebrando o muco das vias respiratórias.

Misture com alecrim, hortelã, incenso e limão.

Instruções: use com um difusor. Adicione 2-3 gotas no difusor com água e inale. Evite o consumo oral do óleo.

Hortelã (Mentha piperita)

A hortelã é uma erva e possui um óleo essencial bem conhecido. Ela é na verdade um híbrido da hortelã-verde e da hortelã-da-água. Seu cheiro é forte e fresco e um dos seus componentes principais é o mentol. Nos tempos mais recentes, utilizou-se como aromatizante na goma de mascar. A hortelã é nativa da Europa e possui inúmeros benefícios para a saúde.

Combina-se com alecrim, hortelã, incenso e limão.

Instruções: use com um difusor. Adicione 2-3 gotas no difusor com água e inale. Você também pode adicionar algumas gotas em um copo de água e ingerir oralmente.

Limão (Citrus limonum)

O limão possui um aroma familiar, azedo e doce, e possui muitos usos como um óleo essencial. Ele é amplamente utilizado em produtos de beleza devido a suas potentes propriedades antioxidantes, além de poder ser utilizado para limpar a pele para proteger contra a acne. Ele também pode ser útil para pessoas que sofrem de resfriado causado pelo vírus da gripe, de acordo com um estudo de 2016 na publicação Virus Disease. O óleo de limão pode ser ingerido quando diluído apropriadamente.

O limão estimula o sistema imunológico e possui propriedades antivirais e antibacterianas.

Misture com alecrim, eucalipto, incenso e hortelã.

Instruções: Use com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor junto com água. Você também pode adicionar algumas gotas em um copo com água para tomar oralmente.

Camomila

A Camomila é nativa do leste e do sul da Europa. Ela tem sido usada por suas propriedades medicinais por milhares de anos por gregos, romanos e egípcios antigos. Ela possui um aroma doce e frutado e, quando usada como óleo essencial, possui numerosos benefícios à saúde, incluindo propriedades antissépticas. Pessoas doentes costumam ter problemas para dormir, e a camomila também pode ser consumida como um chá de ervas para as pessoas que querem uma boa noite de sono. A difusão da camomila também ajuda no relaxamento quando se está doente.

Instruções: use com um difusor. Adicione 2-3 gotas a um difusor junto com água. Inale. Você também pode adicionar algumas gotas a um copo de água para tomar oralmente.

Incenso (Boswellia carteii)

Melhor conhecido como um dos presentes dados pelos Três Reis Magos, o incenso tem sido historicamente usado em perfumes por possuir um aroma amadeirado e balsâmico. Hoje, ele é comumente utilizado em cerimônias religiosas, incluindo as realizadas pela Igreja Católica. O incenso também é conhecido como boswellia entre as pessoas da Índia e da África, que o utilizam por propósitos medicinais – ela foi comercializada na Somália há 5.000 anos e já chegou a valer mais do que o ouro. Ela é mencionada em um dos mais antigos livros médicos, Ebers Papyrus, datado do século XVI A.C.

Comumente utilizado para tratar infecções respiratórias e estimular o sistema imunológico, o incenso também cria uma sensação de bem-estar.

Combine com eucalipto, hortelã, alecrim e limão.

Instruções: Use com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água e inale. Você também pode adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.

Gualtéria (Gaultheria procumbens)

A erva gualtéria era utilizada por culturas indígenas da América do Norte. Na forma de chá, ela era consumida para ajudar a eliminar dores e irritações na garganta causadas por infecções virais. As folhas também eram mascadas por Nativos Americanos para evitar o desgaste dos dentes. Cuidado: a gualtéria pode ser perigosa se você estiver tomando anticoagulantes, pois ela pode retardar a coagulação sanguínea.

Instruções: Use com um difusor. Adicione 2-3 gotas a um difusor junto com água e inale. Também é possível adicionar algumas gotas à água para tomar oralmente.

Cravo (Syzygium aromaticum)

Derivado de uma árvore, o cravo é nativo do sudoeste da Ásia e da Indonésia e possui numerosos benefícios à saúde. Ele é conhecido como tendo propriedades antibacterianas e antivirais, e tem sido utilizado por curandeiros na Índia e na China por séculos. Um dos principais ingredientes do cravo é o eugenol, que possui propriedades antivirais e causa dormência quando aplicado de forma tópica. Também se acredita que ele possui propriedades de combate ao envelhecimento.

Combina-se com óleo de limão e alecrim.

Instruções: Use com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água e inale. Você também pode adicionar algumas gotas a um copo de água para tomar oralmente. Para tratar a tosse, aplique uma gota no fundo da língua.

Tomilho

Também conhecido como tomilho vermelho, o tomilho é uma erva anciã com propriedades medicinais. Ele foi utilizado por egípcios durante o embalsamamento e pelos romanos através da Europa para ajudar a purificar dormitórios. Essa erva medicinal foi mencionada pela primeira vez no Ebers Papyrus, um texto médico antigo datado do século XVI A.C.

O tomilho possui propriedades antibacterianas e antivirais. O timol é um ingrediente conhecido da erva, e foi demonstrado que ele possui propriedades antibacterianas e eficiência antiviral.

Combina-se com o alecrim.

Instruções: use com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água e inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.

Óleos de orégano (Origanum vulgare)

O orégano é uma planta originária da região do Mediterrâneo. Seu nome vem do latim origanus. Ele tem sido usado por séculos e possui numerosos benefícios à saúde, incluindo propriedades antibacterianas e antivirais. Um estudo de 2001 no Journal of Applied Microbiology demonstrou suas propriedades antibacterianas.

Combina-se com alecrim, eucalipto, incenso e hortelã.

Instruções: use com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água e inale. Você também pode adicionar algumas gotas a um copo de água para tomar oralmente. Não inale o óleo diretamente, pois ele pode causar irritação às passagens nasais.

Óleos essenciais podem acalmar naturalmente os sintomas da gripe e do resfriado

Infecções do sistema respiratório, como o resfriado e a febre, podem deixar uma pessoa sentindo-se péssima. A maioria das opções de tratamento foca no alívio dos sintomas, porém, com o passar dos anos, foi comprovado que os óleos essenciais são uma opção terapêutica popular. O perfil de segurança dos óleos essenciais os torna ótimas escolhas – o investimento em um difusor de ar é importante e trará a você e a seus entes queridos anos de alívio e bem-estar.  

Referências:

  1. Ben-Arye E, Dudai N, Eini A, Torem M, Schiff E, Rakover Y. Treatment of Upper Respiratory Tract Infections in Primary Care: A Randomized Study Using Aromatic Herbs. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine : eCAM.  2011;2011:690346. doi:10.1155/2011/690346.
  2. https://www.nytimes.com/2016/10/20/world/what-in-the-world/rosemary-and-time-does-this-italian-hamlet-have-a-recipe-for-long-life.html?_r=0
  3. Schnitzler P., Schön K., Reichling J. Antiviral activity of Australian tea tree oil and eucalyptus oil against herpes simplex virus in cell culture. Pharmazie. 2001;56(4):343–347.
  4. Dhakad, A. K., Pandey, V. V., Beg, S., Rawat, J. M. and Singh, A. (2017), Biological, medicinal and toxicological significance of Eucalyptus leaf essential oil: a review. J. Sci. Food Agric. doi:10.1002/jsfa.8600
  5. Pourghanbari G, Nili H, Moattari A, Mohammadi A, Iraji A. Antiviral activity of the oseltamivir and Melissa officinalis L. essential oil against avian influenza A virus (H9N2). VirusDisease. 2016;27(2):170-178. doi:10.1007/s13337-016-0321-0.
  6. Hans VM, Grover HS, Deswal H, Agarwal P. Antimicrobial Efficacy of Various Essential Oils at Varying Concentrations against Periopathogen Porphyromonas gingivalis. Journal of Clinical and Diagnostic Research : JCDR. 2016;10(9):ZC16-ZC19. doi:10.7860/JCDR/2016/18956.8435.
  7. Benencia F., Courrges M. C. In vitro and in vivo activity of eugenol on human herpesvirus. Phytotherapy Research. 2000;14(7):495–500. doi: 10.1002/1099-1573(200011)14:760;495::aid-ptr65062;3.0.co;2-8.
  8. Roy S., Chaurvedi P., Chowdhary A. Evaluation of antiviral activity of essential oil of Trachyspermum Ammi against Japanese encephalitis virus. Pharmacognosy Research. 2015;7(3):263–267. doi: 10.4103/0974-8490.157977.
  9. Lambert R.J.W., Skandamis P.N., Coote P.J., Nychas G.J.E. A study of the minimum inhibitory concentration and mode of action of oregano essential oil, thymol and carvacrol. J. Appl. Microbiol. 2001;91:453–462. doi: 10.1046/j.1365-2672.2001.01428.x. [PubMed] [Cross Ref]
  10. Essential Oils, pocket reference by Life Science  Publishing, Copyright 2016

Artigos Relacionados

Ver tudo

Condições

Ervas Naturais e Demência Vascular

Condições

Abordagens naturais para a prisão de ventre

Condições

Remédios naturais para a dor nas articulações