checkoutarrow
BR
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements

Por que a NAC e a glutationa são importantes para a saúde imunológica e mais

Por Eric Madrid MD

Neste artigo:


A N-acetilcisteína (NAC) é um potente antioxidante derivado de um aminoácido natural. Apesar de os médicos normalmente a usarem para tratar pessoas com overdose de paracetamol (acetaminofeno, Tylenol), a suplementação com NAC e/ou sua precursora glutationa parece poder ter benefícios adicionais para a saúde. Uma área de interesse específica para pesquisadores são os efeitos da NAC sobre o sistema imunológico. 

Quando ingerida, o corpo converte a NAC mais estável em glutationa, que é menos estável e consiste de três aminoácidos: glicina, cisteína e ácido glutâmico. A glutationa é naturalmente presente em humanos, animais, plantas e fungos, ajudando a proteger as células desses organismos de danos oxidativos. Além disso, a glutationa ajuda o corpo a “reciclar” as vitaminas E e C. Estudos mostram que níveis mais altos de glutationa são associados a um risco reduzido de doenças, principalmente em idosos. 

Comer os seguintes alimentos ricos em enxofre pode ajudar a pessoa a otimizar os níveis de glutationa no sangue. Quando isso não for suficiente, a suplementação pode ser considerada. 

Vegetais e frutas ricas em enxofre:

  • abacate
  • brócolis
  • repolho
  • couve-flor
  • alho
  • toranja
  • couve
  • cebola
  • tomate

Alimentos ricos em cisteína, como frango, peru, iogurte, queijo, ovos, sementes de girassol e legumes também podem ajudar a elevar os níveis sanguíneos de glutationa. A NAC é o suplemento alimentar normalmente consumido para ajudar a aumentar os níveis de glutationa. Algumas pessoas também escolhem tomar um suplemento adicional de glutationa 

Os proponentes dessa ideia sugerem que a NAC e a glutationa podem ajudar com os casos a seguir.

Sistema imunológico e infecções

Um sistema imunológico saudável é necessário para combater patógenos perigosos aos quais nós somos expostos no nosso dia-a-dia, incluindo vírus, bactérias e fungos. Dependendo de uma imunidade inata e adaptativa, o sistema imunológico pode ser afetado por muitos fatores do estilo de vida, desde exercícios e hábitos de sono até dieta e controle do estresse. 

Também há evidências de que a glutationa pode ter um papel importante para manter o sistema imunológico forte. Estudos mostram que a glutationa, que é naturalmente produzida no fígado, é crucial para ajudar a manter nossos glóbulos brancos, ou linfócitos, preparados para combater infecções e doenças. 

Um estudo de 2011 demonstrou que os problemas a seguir são associados a níveis mais baixos de glutationa no sangue.

  • Problemas pulmonares agudos/síndrome do desconforto respiratório agudo
  • Bronquite crônica
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica
  • Fibrose cística
  • Fibrose pulmonar idiopática
  • Várias infecções bacterianas e virais 

Consumir uma dieta contendo alimentos ricos em enxofre e cisteína pode ajudar a elevar o nível de glutationa no corpo. Se a dieta não for suficiente para aumentar os níveis de glutationa, um suplemento pode ser tomado. 

Saúde respiratória

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), que inclui enfisema e bronquite crônica, é um problema respiratório comum, geralmente causado pelo uso de tabaco. Apesar de medicamentos farmacêuticos poderem ser úteis para facilitar a respiração de pessoas que sofrem de doença pulmonar inflamatória, muitos ainda preferem abordagens mais naturais. 

Frequentemente, uma pessoa utiliza medicamentos prescritos em conjunto com um suplemento, como a NAC, que é um dos tipos mais usados. Apesar de a NAC poder ser tomada como um suplemento oral, uma solução oral também pode ser composta por farmácias especializadas e usada em um nebulizador.

Um estudo de 2012 demonstrou que a NAC pode ser útil na quebra do excesso de muco que pode se formar nos pulmões do enfermo, enquanto um estudo de 2013, publicado na revista Chest, também demonstrou os benefícios aos pulmões de pacientes dom DPOC. Um estudo de 2016, publicado na revista Respiratory Medicine, concluiu que “A NAC possui boas propriedades antibacterianas, além da capacidade de interferir na formação e na degradação de biofilmes”. Porém, mais estudos são necessários, de acordo com os pesquisadores. 

Um estudo de 2014 discutiu evidências de que a NAC pode ajudar a reduzir problemas causados pela DPOC e melhorar a função de pequenas vias aéreas. Um estudo de 2016, publicado na Expert Review of Respiratory Medicine, concluiu que doses de NAC acima de 1.200 mg por dia podem ajudar a prevenir problemas agudos em pessoas com DPOC, o que é importante, já que muitas pessoas com doenças pulmonares crônicas acabam nos hospitais durante um ataque agudo. Os pesquisadores também afirmaram que 600 mg por dia era suficiente para ajudar a estabilizar pessoas com bronquite crônica. 

Porém, um estudo de 2015 e outro de 2018 não mostraram benefícios significativos da NAC oral ou inalada em pessoas com doenças pulmonares. Também não houve relato de danos, portanto, as pessoas que quiserem experimentar podem fazê-lo de forma segura. Meu conselho é: se você notar um benefício, continue a tomar. Caso não haja benefício, é só parar. 

Saúde do fígado

O fígado é o principal filtro sanguíneo do corpo, e é responsável por remover agentes químicos possivelmente perigosos (pesticidas, álcool, medicamentos, entre outros) do nosso sangue. A NAC ajuda principalmente a proteger o fígado de toxinas, como acetaminofeno (paracetamol), álcool e outros agentes químicos ambientais. Ela também funciona ajudando o corpo a criar níveis intracelulares de glutationa, o que permite que o fígado desintoxique o corpo de agentes químicos.

Pessoas que usam acetaminofeno rotineiramente (Tylenol, paracetamol) para a dor crônica devem saber que o uso consistente pode causar um estresse extra no fígado e reduzir os níveis de glutationa. Na minha opinião, a suplementação com NAC, ou N-acetilcisteína, deve ser considerada para ajudar a reduzir o estresse no fígado.

Saúde cardíaca

Doenças cardíacas são uma grande causa de mortes nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia. Infelizmente, à medida que mais países adotam um estilo de vida ocidental no ao invés de suas dietas ancestrais, as doenças cardíacas continuarão a progredir. Apenas nos Estados Unidos, doenças cardíacas e doenças vasculares matam desnecessariamente quase 1 milhão de pessoas todos os anos. Ataques cardíacos e os danos cardíacos resultantes são causados por doenças cardíacas. 

A diabetes e a presença de um nível de açúcar sanguíneo elevado também são fatores que podem afetar negativamente o coração, aumentando o risco de um ataque cardíaco. Um estudo de 2016 utilizando ratos demonstrou que os “danos induzidos pelo açúcar” aos tecidos cardíacos podem ser minimizados quando os indivíduos eram suplementados com NAC. Isso implica que a NAC pode proteger os corações de pessoas com diabetes. 

Um estudo de 2018 utilizando ratos demonstrou que a NAC pode ajudar a reduzir problemas causados por um baixo fluxo de oxigênio para o coração. Outro estudo do mesmo ano demonstrou seus benefícios na proteção do tecido cardíaco em casos de ataque cardíaco. 

Um estudo com humanos de 2018 avaliou pacientes com coração dilatado, especificamente uma doença que os médicos chamam de cardiomiopatia hipertrófica (CMH). No estudo duplo cego, randomizado, combinado por gênero e controlado por placebo, os pacientes receberam uma pílula de placebo ou de NAC, a uma dose de 2.400 mg por dia. No estudo, que durou 12 meses no total, 29 dos pacientes tomaram NAC, enquanto 13 foram colocados no grupo do placebo. Os pesquisadores concluíram que houve uma pequena melhora, porém, devido ao número limitado de pacientes do estudo, conclusões firmes não puderam ser tomadas. 

Um estudo de 2019 demonstrou que a NAC pode ajudar a proteger os corações de ratos dos efeitos colaterais da quimioterapia usada para tratar o câncer. Importante: caso você esteja passando por um tratamento para o câncer, é muito importante consultar o seu médico antes de tomar qualquer suplemento. 

Saúde mental

Problemas de saúde mental, como ansiedade, depressão e esquizofrenia, são um desafio para pacientes, familiares e comunidades. Dieta e exercícios são abordagens cruciais para garantir a saúde mental adequada e o bem-estar, e medicamentos costumam ser prescritos por médicos para ajudar a tratar desequilíbrios químicos. Frequentemente, esses medicamentos são benéficos, porém, muitas pessoas não tomam os medicamentos recomendados por médicos com medo dos efeitos colaterais. Tratamentos naturais costumam ser buscados, e a NAC é um desses tratamentos. Pode haver benefícios para o seu uso.

Um estudo de 2018 demonstrou que a NAC pode ser útil no tratamento de pessoas com depressão bipolar, enquanto um estudo de 2016 sugere que a NAC pode ser útil quando tomada em adição a medicamentos de rotina usados para tratar a esquizofrenia. 

Um outro estudo de 2018 também avaliou pacientes com esquizofrenia. O estudo foi um teste clínico de 12 semanas, duplo cego, randomizado e controlado por placebo. Sua meta foi avaliar a efetividade de 1.200 mg de N-acetilcisteína (NAC) ou um placebo como uma adição aos medicamentos convencionais para a esquizofrenia. No total, 84 pacientes com esquizofrenia crônica foram estudados. Pessoas que receberam a NAC viram uma melhora geral quando comparada a aquelas que receberam um placebo. 

Um estudo de 2017, publicado na revista Psychological Medicine, concluiu que “a NAC pode ter um impacto no desempenho cognitivo em casos de psicose, pois um aumento significativo na memória de trabalho foi observado no grupo tratado por NAC em comparação ao grupo do placebo”.

Fertilidade

Distúrbios de fertilidade são um problema comum para dezenas de milhões de pessoas no mundo todo. Eles têm muitas causas, e afetam tanto homens quanto mulheres. A NAC parece ter um papel importante na fertilidade, devido aos seus níveis de antioxidantes 

A síndrome do ovário policístico (SOP) é uma causa comum de infertilidade. Felizmente, esse problema é frequentemente induzido por dieta e estilo de vida, então, fazer as mudanças apropriadas, incluindo perda de peso, pode ajudar a ocorrer uma gravidez. Porém, há ocasiões em que medicamentos são necessários.

Um estudo de 2020 comparou a NAC com a metformina, um medicamento comumente usado para a SOP. Nota: Sempre consulte o seu médico antes de iniciar uma suplementação. 

Um estudo de 2020 comparou a NAC com a metformina, um medicamento comumente usado para a SOP. Ele descobriu que a NAC ajudou não só com a perda de peso, mas também reduziu os níveis de testosterona em mulheres. Os pesquisadores concluíram que a NAC pode ser considerada uma alternativa à metformina. As taxas de gravidez foram similares nos dois grupos.

Um estudo de 2019 também levou a uma certa esperança para homens com baixa qualidade de esperma. No estudo, a contagem e a mobilidade de esperma melhoraram, e os pesquisadores concluíram que “a suplementação  

com NAC pode melhorar os parâmetros do esperma e o estado oxidativo/antioxidante em homens inférteis”.

Controle do açúcar sanguíneo

No mundo todo, mais de 422 milhões de pessoas têm diabetes. A grande maioria – 90 a 95 por cento – possui diabetes tipo 2, uma doença causada principalmente por fatores do estilo de vida, como dieta pobre e atividades físicas limitadas. Não é possível prevenir a diabetes tipo 1, pois ela se inicia e ocorre quando o sistema imunológico erroneamente ataca o pâncreas, impedindo que ele secrete insulina. 

Um estudo de 2018, publicado no American Journal of Cardiovascular Drugs, demonstrou que os corações de pessoas com diabetes foram melhor protegidos na presença de uma suplementação com NAC . Especificamente, os pesquisadores comentaram que “a NAC apresenta um forte potencial para a proteção do coração diabético em risco de um infarto do miocárdio, através da inibição do estresse oxidativo...”

Além disso, um artigo de revisão de 2019, publicado na Pharmacological Research, discutiu evidências que demonstravam que a NAC poderia ajudar a melhorar a sensibilidade à insulina em pessoas com resistência à insulina, pré-diabetes e diabetes. 

Apesar de o uso de suplementos para diabéticos poder ser benéfico para algumas pessoas com a doença, alterações saudáveis no estilo de vida são a base para o controle dos níveis de açúcar sanguíneo. Pessoas com diabetes nunca devem interromper medicamentos antes de consultar seus médicos.

Referências:

  1. Julius M, Lang CA, Gleiberman L, Harburg E, DiFranceisco W, Schork A. Glutathione and morbidity in a community-based sample of elderly. J Clin Epidemiol. 1994;47(9):1021–1026. doi:10.1016/0895-4356(94)90117-1Dröge W, Breitkreutz R. Glutathione and immune function. Proc Nutr Soc. 2000;59(4):595–600. doi:10.1017/s0029665100000847
  2.  Ghezzi P. Role of glutathione in immunity and inflammation in the lung. Int J Gen Med. 2011;4:105–113. Published 2011 Jan 25. doi:10.2147/IJGM.S15618Sadowska AM. N-Acetylcysteine mucolysis in the management of chronic obstructive pulmonary disease. Ther Adv Respir Dis. 2012;6(3):127–135. doi:10.1177/1753465812437563
  3.  Tse HN, Raiteri L, Wong KY, et al. High-dose N-acetylcysteine in stable COPD: the 1-year, double-blind, randomized, placebo-controlled HIACE study. Chest. 2013;144(1):106–118. doi:10.1378/chest.12-2357
  4.  Santus P, Corsico A, Solidoro P, Braido F, Di Marco F, Scichilone N. Oxidative stress and respiratory system: pharmacological and clinical reappraisal of N-acetylcysteine. COPD. 2014;11(6):705–717. doi:10.3109/15412555.2014.898040
  5.  Matera MG, Calzetta L, Cazzola M. Oxidation pathway and exacerbations in COPD: the role of NAC. Expert Rev Respir Med. 2016;10(1):89–97. doi:10.1586/17476348.2016.1121105
  6.  Ayfer Aytemur Z, Baysak A, Ozdemir O, Köse T, Sayiner A. N-acetylcysteine in patients with COPD exacerbations associated with increased sputum. Wien Klin Wochenschr. 2015;127(7-8):256–261. doi:10.1007/s00508-014-0692-4
  7.  Kalyuzhin OV. Effect of N-acetylcysteine on mucosal immunity of respiratory tract. Ter Arkh. 2018;90(3):89–95. doi:10.26442/terarkh201890389-95
  8.  Fundam Clin Pharmacol. 2018 Nov 24. doi: 10.1111/fcp.12437. (NAC and Acetaminophen)
  9.  Fisher ES, Curry SC. Evaluation and treatment of acetaminophen toxicity. Adv Pharmacol. 2019;85:263–272. doi:10.1016/bs.apha.2018.12.004
  10.  Su W, Zhang Y, Zhang Q, et al. N-acetylcysteine attenuates myocardial dysfunction and postischemic injury by restoring caveolin-3/eNOS signaling in diabetic rats. Cardiovasc Diabetol. 2016;15(1):146. Published 2016 Oct 12. doi:10.1186/s12933-016-0460-z
  11.  Bartekova M, Barancik M, Ferenczyova K, Dhalla NS. Beneficial Effects of N-acetylcysteine and N-mercaptopropionylglycine on Ischemia Reperfusion Injury in the Heart. Curr Med Chem. 2018;25(3):355–366. doi:10.2174/0929867324666170608111917
  12. Zaki SM, Abdalla IL, Sadik AOE, Mohamed EA, Kaooh S. Protective Role of N-Acetylcysteine on Isoprenaline-Induced Myocardial Injury: Histological, Immunohistochemical and Morphometric Study. Cardiovasc Toxicol. 2018;18(1):9–23. doi:10.1007/s12012-017-9407-1
  13. Marian AJ, Tan Y, Li L, et al. Hypertrophy Regression With N-Acetylcysteine in Hypertrophic Cardiomyopathy (HALT-HCM): A Randomized, Placebo-Controlled, Double-Blind Pilot Study. Circ Res. 2018;122(8):1109–1118. doi:10.1161/CIRCRESAHA.117.312647
  14.  Gunturk EE, Yucel B, Gunturk I, Yazici C, Yay A, Kose K. The effects of N-acetylcysteine on cisplatin induced cardiotoxicity. Bratisl Lek Listy. 2019;120(6):423–428. doi:10.4149/BLL_2019_068
  15.  Bauer IE, Green C, Colpo GD, et al. A Double-Blind, Randomized, Placebo-Controlled Study of Aspirin and N-Acetylcysteine as Adjunctive Treatments for Bipolar Depression. J Clin Psychiatry. 2018;80(1):18m12200. Published 2018 Dec 4. doi:10.4088/JCP.18m12200
  16. Miyake N, Miyamoto S. Nihon Shinkei Seishin Yakurigaku Zasshi. 2016;36(2):29–35.
  17.  Rapado-Castro M, Dodd S, Bush AI, et al. Cognitive effects of adjunctive N-acetyl cysteine in psychosis. Psychol Med. 2017;47(5):866–876. doi:10.1017/S0033291716002932
  18.  Adeoye O, Olawumi J, Opeyemi A, Christiania O. Review on the role of glutathione on oxidative stress and infertility. JBRA Assist Reprod. 2018;22(1):61–66. Published 2018 Mar 1. doi:10.5935/1518-0557.20180003
  19.  Nemati M, Nemati S, Taheri AM, Heidari B. Comparison of metformin and N-acetyl cysteine, as an adjuvant to clomiphene citrate, in clomiphene-resistant women with polycystic ovary syndrome. J Gynecol Obstet Hum Reprod. 2017;46(7):579–585. doi:10.1016/j.jogoh.2017.07.004
  20.  Jannatifar R, Parivar K, Roodbari NH, Nasr-Esfahani MH. Effects of N-acetyl-cysteine supplementation on sperm quality, chromatin integrity and level of oxidative stress in infertile men. Reprod Biol Endocrinol. 2019;17(1):24. Published 2019 Feb 16. doi:10.1186/s12958-019-0468-9
  21. Dludla PV, Dias SC, Obonye N, Johnson R, Louw J, Nkambule BB. A Systematic Review on the Protective Effect of N-Acetyl Cysteine Against Diabetes-Associated Cardiovascular Complications. Am J Cardiovasc Drugs. 2018;18(4):283–298. doi:10.1007/s40256-018-0275-2
  22. Dludla PV, Mazibuko-Mbeje SE, Nyambuya TM, et al. The beneficial effects of N-acetyl cysteine (NAC) against obesity associated complications: A systematic review of pre-clinical studies. Pharmacol Res. 2019;146:104332. doi:10.1016/j.phrs.2019.104332

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

O 5-HTP é a Melhor Resposta da Natureza para Estimular os Níveis de Serotonina no Cérebro

Bem-estar

Uma Boa Saúde Linfática Pode Te Ajudar a Se Desintoxicar e Melhorar a Imunidade?

Bem-estar

Os Suplementos Podem Ajudar a Proteger Contra os Efeitos Nocivos da Poluição?