beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Nutrição

Dicas para fazer as crianças comerem vegetais

16 Agosto 2019

Por Cherilyn Cecchini, MD

Como sou pediatra, os pais costumam me pedir dicas e truques para convencer as crianças a comerem seus vegetais. Frequentemente, os pais sentem-se frustrados e sentem que suas tentativas de fazer os filhos comerem os vegetais não funcionam. Muitas pessoas admitem que desistiram completamente e nem tentam mais introduzir vegetais na dieta da criança, simplesmente porque dá trabalho demais.

As crianças tendem a ser mais abertas a comer frutas, por serem naturalmente mais doces, então esse grupo alimentar tende a apresentar menos dificuldade para os pais, mas também pode ter seus desafios. Por exemplo, algumas crianças simplesmente não gostam do sabor de certas frutas, como banana, mas podem adorar outras opções, como amoras. Outras crianças não gostam da textura ou das sementes de certas frutas (como morango ou kiwi), enquanto outras não se importam com isso. Oferecer uma grande variedade de opções permite que você aprenda os gostos particulares da criança.

Eu sempre dou o meu melhor para dar aos pais passos fáceis, que tornem a hora da refeição menos complicada. Aqui está uma lista de coisas a se tentar se você precisar de uma nova abordagem quando se trata de convencer a criança de que as verduras não são malvadas: 

1. Temperos! 

Temperos são uma ótima forma de introduzir sabores adicionais sem sacrificar o valor nutricional, como ocorre com a adição de opções menos saudáveis como manteiga ou queijo. Um produto específico de que eu gosto é o tempero italiano. Você também pode experimentar temperos orgânicos, como páprica, sal rosa do Himalaia, alho em pó ou cúrcuma, dentre outros. Apenas uma pitada desses temperos pode fazer a criança querer comer os vegetais sem fazer alarde. 

2. Entregue as rédeas

As crianças adoram estar no controle, principalmente quando são mais novas. Então, dê a elas a chance de escolher um vegetal dentre três opções, e pergunte qual elas querem comer. Elas preferem que seja cortado de uma forma ou de outra? Elas preferem que seja misturado com outro alimento, como o arroz ou o macarrão? Se a criança escolher misturar o vegetal com outro alimento, como o macarrão, essa é uma ótima oportunidade de adicionar mais benefícios nutricionais a uma refeição. Por exemplo, você pode adicionar um produto como a levedura nutricional no lugar do queijo ralado, para dar mais proteínas e vitaminas do complexo B. Espalhe sobre qualquer coisa, incluindo vegetais assados, para dar um leve toque de sabor!

3. Reapresente o velho como novo

Frequentemente, as crianças recusam comer um vegetal pela primeira vez que você oferece, porém, se você tentar de novo depois de alguns dias, elas podem estar abertas a experimentar. Reapresentar alimentos é uma boa forma de encorajar as crianças a repensarem se realmente não gostam daquele sabor. Além disso, se você apresentar o vegetal em uma forma diferente (cozido vs. assado), isso pode ser tudo que precisa para que ela decida mudar sua impressão original. Essa variação é um ótimo truque, e muitos pais a acham útil quando sentem que suas opções se esgotaram completamente, depois de terem apresentados todos os vegetais que podem pensar e a criança ter recusado todos eles. Outra ótima opção a se adicionar são vegetais e superalimentos em uma vitamina, que inclua tanto frutas quanto vegetais. Os vegetais terão seu sabor mascarado, mas a criança ainda os comerá e ganhará os benefícios dos dois grupos alimentares simultaneamente. Vitaminas têm uma apresentação e uma consistência muito diferente, e muitas crianças adoram.

4. Envolva-as e dê exemplos

Deixar a criança preparar refeições é outra ótima forma de encorajá-las a experimentar novos alimentos, incluindo vegetais. As crianças adoram participar de atividades, e se você demonstrar formas diferentes de experimentar os alimentos durante o preparo das refeições, elas podem querer fazer o mesmo. Se irmãos mais velhos também dão o exemplo de comer vegetais, isso pode servir como uma inspiração para que as crianças mais novas também experimentem.

Algumas crianças são mais exigentes que outras, então, se uma nutrição apropriada está preocupando você, certifique-se de conversar com o pediatra sobre hábitos alimentares, para ter mais orientações. Um multivitamínico diário é uma boa forma de garantir que a criança esteja recebendo nutrição adequada, mesmo quando ela é particularmente exigente. Procure por multivitamínicos orgânicos, sem glúten e sem gelatina. Frequentemente, existem diferentes sabores para escolher, então você pode escolher os melhores para a criança com base nas preferências dela.    

Não perca as esperanças! Muitas crianças recusam frutas e vegetais à medida que descobrem os diferentes sabores e texturas que preferem e experimentam novos alimentos. Esse tipo de comportamento é esperado à medida que a criança cresce e amadurece. Lembre-se de experimentar diferentes sabores, utilizando temperos e vários tipos de apresentações e métodos de cozimento, para aumentar a chance de que seu filho fique interessado. Entregue as rédeas quando puder, envolva as crianças no preparo do alimento quando for possível, e tente dar o exemplo de uma alimentação saudável.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Nutrição

Mantenha estas bases do preparo de alimentos em sua despensa

Nutrição

6 Receitas de Esferas de Queijo Veganas para um Prato de Petiscos Perfeito

Nutrição

Experimente este tônico de cereja que acaba com o estresse