header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Bem-estar

Baixa Imunidade

27 Abril 2017

O que é baixa imunidade?

A baixa imunidade se refere a um sistema imunológico pouco ativo ou com baixo desempenho. A função primordial do sistema imunológico é proteger o corpo contra infecções e contra o desenvolvimento de câncer. O suporte e melhoria do sistema imunológico talvez seja a etapa mais importante para conseguir resistência a doenças e reduzir a possibilidade de resfriados, gripes e câncer. Para melhorar o sistema imunológico é necessário um estilo de vida saudável, uma boa gestão do estresse, exercícios, boa alimentação e o uso apropriado de suplementos alimentares e medicamentos herbais.

Se a sua resposta for "sim" para qualquer uma das seguintes perguntas, é sinal de que seu sistema imunológico precisa de suporte:

  • Você pega resfriados facilmente?
  • Você pega resfriados mais de uma vez por ano?
  • Você está sofrendo de alguma infecção crônica?
  • Você tem aftas com frequência ou herpes genital?
  • Seus gânglios linfáticos ficam doloridos e inchados as vezes?
  • Você tem ou já teve câncer?

Infecções crônicas ou recorrentes - até mesmo leves gripes - só ocorrem quando o sistema imunológico está enfraquecido. Em tais situações, há um ciclo repetitivo que torna difícil vencer a tendência a infecção: um sistema imunológico fraco permite a infecção; a infecção causa danos ao sistema imunológico; a resistência fica baixa. Melhorar o sistema imunológico pode ser a resposta para quebrar o ciclo.

O que causa a baixa imunidade?

O sistema imunológico é muito afetado pelo estado emocional, níveis de estresse, estilo de vida, hábitos alimentares e situação nutricional. A falta de nutrientes é a causa mais frequente do enfraquecimento do sistema imunológico. Um número impressionante de estudos clínicos e experimentais indicam que a falta de qualquer nutriente pode afetar profundamente o sistema imunológico.

Que fatores nutricionais são importantes na baixa imunidade?

Um sistema imunológico ótimo precisa de uma dieta saudável que seja (1) rica em alimentos naturais e integrais, como frutas, vegetais, grãos integrais, feijões, sementes e castanhas; (2) de baixa caloria e pouco açúcar; e (3) contenha quantidade de proteínas adequada e sem excesso. Acima de tudo, para ter um sistema imunológico ótimo, um indivíduo deve beber de 5 a 6 copos de água de 230 mL por dia (de preferência pura); tomar um suplemento mineral/multivitamínico de alta potência; fazer exercícios aeróbicos por 30 minutos e de 5 a 10 minutos de alongamentos por dia; realizar exercícios de respiração profunda e relaxamento; reservar tempo diariamente para interagir com família e amigos; além de dormir de 6 a 8 horas por dia.

O alimento mais prejudicial para nosso sistema imunológico é o açúcar. Em um estudo, a ingestão de 100 g de carboidratos como a glucose, frutose, sacarose, mel e suco de laranja pasteurizado reduziu a habilidade de células brancas (neutrófilos) de aprisionar e destruir bactérias. Por outro lado, a ingestão de amido não teve nenhum efeito. Os efeitos iniciaram menos de 30 minutos após a ingestão, e durou mais de 5 horas. Normalmente, houve pelo menos 50% de redução da atividade dos neutrófilos duas horas após a ingestão. Uma vez que os neutrófilos constituem de 60 a 70% do total das células brancas no sangue, atividades inadequadas dessas células causam deficiência imunológica.

Entre os alimentos mais importantes para melhorar o sistema imunológico estão os carotenos. Muitos dos efeitos dos carotenos que melhoram a imunização acontecem por causa da habilidade de proteger a glândula timo de danos. A timo é a principal glândula do sistema imunológico. É composta de dois lóbulos cinzas rosados que parecem um babador bem abaixo da tireoide e acima do coração. A glândula timo atinge seu desenvolvimento máximo logo após o nascimento. Durante o envelhecimento, a timo começa a encolher ou retroceder. A razão para esse retrocesso é a vulnerabilidade a radicais livre e danos oxidativos causados por estresse, drogas, radiação, infecção e doenças crônicas. Quando ocorre dano à glândula timo, sua habilidade de controlar o sistema imunológico é severamente comprometida.

A timo é responsável por muitas funções imunológicas, inclusive a produção de Linfócitos T, um tipo de glóbulo sanguíneo branco. A glândula timo também libera diversos hormônios, como timosina, timopoetina e fator tímico, que regulam muitas funções imunológicas. Baixos níveis desses hormônios no sangue estão associados a uma baixa imunidade e maior vulnerabilidade a infecções. Normalmente, o nível de hormônio tímico é muito baixo em idosos; indivíduos propensos a infecções; pacientes com câncer ou AIDS; e indivíduos expostos a estresses desnecessários. Os carotenos e outros antioxidantes podem garantir uma atividade adequada da glândula timo prevenindo danos causados por radicais livres e pró-oxidativos.

Além de proteger a glândula timo, os carotenos vêm mostrando melhorar a função de diversos tipos de células brancas e aumentar as propriedades antivirais e anticâncer dos nossos mediadores do sistema imunológico, como o interferon. Resumindo, alimentos e bebidas ricos em carotenos  parecem ser capazes de otimizar a imunidade.

Alimentos ricos em carotenos incluem vegetais ricos em cor, como verduras verde-escuras, abóbora amarela e alaranjada, cenouras, inhame, batatas doces, pimentas vermelhas e tomates. Além disso, para um sistema imunológico adequado e uma boa proteção contra o câncer, vegetais da família do repolho (brócolis, couve-de-bruxelas, repolho, couve-flor, couve-galega, couve de folhas e folhas de mostarda, rabanete e nabo), bagas ricas em flavonoides, alho e tupinambos podem ser incluídos.

O iogurte tem a habilidade de melhorar a imunidade, particularmente quando feitos com grandes quantidades (bilhões por porção) de Bifidobacterium lactis. O consumo de iogurte com Bifidobacterium lactis aumenta as proporções totais, auxiliares e ativadas de linfócitos T e células assassinas naturais. Os efeitos incluem um aumento na capacidade das células de fazer fagocitose, ou aprisionar e destruir invasores, e a habilidade de matar células tumorais de suas células assassinas naturais.

Que suplementos eu devo tomar para combater a baixa imunidade?

Suplementos fundamentais. Há três produtos que acredito serem fundamentais para o suporte imunológico:

Uma fórmula de alta potência multivitamínica e mineral é o primeiro ingrediente para ajudar o sistema imunológico através de suplementos, pois aborda deficiências nutricionais silenciosas. A deficiência de quase todos os nutrientes pode causar problemas imunológicos, principalmente deficiências de vitaminas C, E, A, B6, B12 e ácido fólico. Minerais extremamente importantes são o zinco, o ferro e o selênio. Além de um suplemento múltiplo, alguns nutrientes específicos ajudam a otimizar a imunidade: vitamina C, vitamina E e vitamina A.

Vitamina D3 é fundamental para a saúde imunológica. Indivíduos com níveis de vitamina D abaixo de 38 ng/mL tiveram duas vezes mais infecções no trato respiratório superior do que indivíduos com níveis mais altos. Estudos clínicos validaram a capacidade da vitamina D de reduzir riscos de resfriados e gripes. Para garantir níveis ótimos de vitamina D, atualmente, a maioria dos especialistas defendem uma dose diária de 2.000 a 5.000 IU.

A Echinacea  mostrou produzir efeitos significativos na imunidade em mais de 300 pesquisas científicas, nem todos o estudos clínicos foram positivos. Resultados mistos de pesquisas clínicas com a echinacea são preferíveis por causa da falta ou insuficiência de compostos ativos. O Echinamide® é um produto patenteado e clinicamente comprovado que garante altos níveis dos três princípios ativos responsáveis pelas ações da echinacea no sistema imunológico. Siga as instruções do rótulo.

A Raiz de Astragalus (Astragalus membranaceus) é um medicamento tradicional chinês usado para tratar infecções virais, inclusive o resfriado comum. Estudos clínicos na China mostraram que ela é eficiente quando usada como medida preventiva contra o resfriado comum. Ela também mostrou reduzir a duração e a severidade de sintomas em tratamentos agudos do resfriado comum, além de aumentar o número de glóbulos brancos do sangue na leucemia crônica (uma doença caracterizada pelo baixo nível de células brancas do sangue). Pesquisas com animais mostraram que o astragalus parece funcionar estimulando vários aspectos do sistema imunológico. Em particular, parece estimular as células a prender e destruir organismos invasores e resíduos celulares, além de melhorar a produção do interferon (um elemento natural fundamental produzido pelo corpo para lutar contra vírus). Siga as instruções do rótulo.

OBSERVAÇÃO: O Astragalus é um dos principais componentes do antiviral da Natural Factors. Outros componentes dessa fórmula são: Echinamide®;  lomatium (Lomatium dissectum); cogumelo-rei (Ganoderma lucidum); e alcaçuz (Glycyrrhiza glabra). Siga as instruções do rótulo.

O Wellmune é um produto de beta-glucanos da levedura de panificação que mostrou ser eficiente em diversos estudos duplos-cegos na otimização da imunidade e prevenção de gripes e resfriados. Participantes receberam diariamente 500 mg de Wellmune ou um placebo, durante 90 dias. Em um dos resultados, o grupo do Wellmune relatou:

  • Não perder aulas ou dias de trabalho por causa de resfriados, contra 1,38 dias de trabalho/aulas perdidos no grupo do placebo.
  • Não ter incidência de febre, comparados a 3,5 de incidência no grupo do placebo.
  • Um aumento na qualidade de vida, incluindo energia física e bem-estar emocional, como foi medido por um questionário de pesquisa de saúde clinicamente validado.

Cogumelos medicinais como o maitake, shitake, cogumelo-rei e cordyceps possuem efeitos benéficos significativos na imunidade. Boa parte dessa atividade está relacionada à presença de beta-glucanos. Numerosos estudos clínicos e laboratoriais mostraram que os beta-glucanos de cogumelos ativam as células de defesa do sangue. Siga as instruções do rótulo.

Probióticos são produtos com bactérias saudáveis que contém espécies como Lactobaccilli e Bifidobactérias. Essas culturas podem ser um valioso suporte na otimização da imunidade. Tome de 6 a 12 bilhões de unidades formadoras de colônias (UFC) por dia.

Comentário:

Nosso humor e nossa atitude têm um grande efeito em nosso sistema imunológico. Isso significa que quando estamos felizes e otimistas, nosso sistema imunológico funciona muito melhor. Por outro lado, quando estamos deprimidos, nosso sistema imunológico tende enfraquecer. Quando uma pessoa passa por mais estresse, ela precisa fazer esforços conscientes para estimular o sistema imunológico, inclusive, tomar suplementos. Não é apenas o estresse da vida que causa enfraquecimento do sistema imunológico, quanto mais intenso for o motivo do estresse, maior será o impacto no sistema imune. Emoções negativas suprimem o funcionamento do sistema imunológico, enquanto emoções positivas estimulam a imunidade. Em minha prática clínica, sempre que um paciente está sofrendo de baixa imunidade, eu pergunto qual seu comediante favorito, e receito que assistam a um filme ou programa de TV que tenha aquele comediante. A verdade é que, se você deseja ter um sistema imunológico saudável, você precisa rir de vez em quando.

Como eu sei se as recomendações estão funcionando?

Menos resfriados e infecções por vírus, menos ataques infecciosos e melhor resistência geral a infecções.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

Mix de óleos essenciais inspirados pelo amor

Bem-estar

Raiz de ouro – Adaptógeno anti-idade para energia, função cerebral e mais

Bem-estar

Os benefícios de produtos e alimentos naturais para animais de estimação