beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Bem-estar

Benefícios da arnica montana para a saúde

11 Setembro 2019

Por Venus Ramos, MD

Neste texto:

 

Você provavelmente buscou um alívio da dor em algum ponto da sua vida. Porém, nem sempre é fácil aliviar as dores e inflamações que podem afligir o corpo. Em conjunto com o problema de encontrar alívio, vem a preocupação sobre os efeitos colaterais da maioria dos medicamentos analgésicos comprados com ou sem receita. Existem algumas alternativas naturais para controlar a dor, e uma delas é a arnica cozidos. De fato, o alívio da dor é apenas um dos muitos usos da arnica. Menor chance de ferimentos, redução em inchaços e alívio da artrite são apenas alguns de seus benefícios identificados.

O que é a arnica?

A arnica vem de uma planta perene, conhecida cientificamente como arnica montana. Você também pode ouví-la sendo chamada por outros nomes, incluindo mata-lobos, veneno de leopardo, erva da montanha, tabaco da montanha e arnica da montanha. Encontrada nas regiões montanhosas da Europa e da América do Norte, a planta produz flores amarelas similares às margaridas.

Uso herbáceo vs homeopático da arnica

Historicamente, a arnica foi utilizada como uma preparação herbácea. O primeiro uso medicinal das flores frescas ou secas de arnica datam dos anos 1500. Compressas foram criadas a partir das flores para tratar arranhões e machucados. Também existem gerações de guias de escaladores suíços que mascavam folhas de arnica para evitar a fadiga induzida pela escalada.

Hoje, porém, o principal e único uso aprovado pela FDA é uma preparação homeopática arnica montana cozidos. Remédios homeopáticos são preparados a partir de substâncias naturais (ex.: vegetais, minerais e animais), mas são únicos no sentido de que são significativamente diluídos, assim, muitos desses produtos não contêm moléculas da substância original.

De acordo com a teoria homeopática, semelhante cura semelhante — ou seja, uma doença pode ser curada por uma substância que produzir sintomas similares ao da doença. Os defensores da teoria homeopática também atestam a lei da dose mínima, que diz que, quanto menor a dosagem de um medicamento, mais efetivo ele será. Enquanto pessoas mais céticas sugerem que remédios homeopáticos apresentam apenas um efeito placebo, dadas suas doses insignificantes, os homeopatas afirmam que esses remédios podem realmente funcionar.

Benefícios da arnica para a saúde

  • Ajuda a aliviar a dor. A arnica é um tratamento holístico popular para a dor corporal, causada por traumas, cirurgias ou inflamações. Um estudo em corredores de maratonas demonstrou que pessoas que tomaram arnica sentiram um menor nível de dores musculares imediatamente depois de uma corrida, quando comparadas a pessoas que tomaram placebos. Outra pesquisa demonstrou que a arnica é uma alternativa efetiva para os NSAIDs (anti-inflamatórios não esteroides) para o controle da dor pós trauma e pós operatória.
  • Reduz inchaços. A arnica é bem conhecida por seu uso na redução do edema, principalmente quando ele é causado por torções, tensão muscular, mordidas de insetos ou fraturas.
  • Alivia a osteoartrite. A arnica parece ajudar a controlar sintomas comuns da osteoartrite, como dor e rigidez nas articulações. Pesquisas descobriram que a aplicação diária de um gel de arnica foi tão efetiva quanto um gel de ibuprofeno para o alívio da dor e a melhora da função das mãos.  
  • Promove a cura de machucados. A arnica auxilia na aceleração do processo de cura de machucados. Acredita-se que ela estimula a produção de glóbulos vermelhos, o que ajuda a liberar o sangue congestionado e outros fluidos da área afetada. Cirurgiões plásticos descobriram que ela ajuda a reduzir machucados depois de procedimentos cirúrgicos cosméticos. Machucados não associados com traumas físicos não devem apresentar resposta à arnica. Tais machucados devem ser avaliados por um profissional de saúde, pois podem ser causados por uma grande variedade de problemas de saúde.
  • Alivia problemas de pele. Como um antioxidante, a arnica pode fornecer alívio para pessoas com problemas como acne, eczema e psoríase. Ela também é um agente hidratante efetivo. Apesar do extrato de arnica montana puro não dever ser aplicado à pele, a arnica pode ser misturada a um óleo carreador ou creme para tratar problemas de pele seca.

Como usar a arnica

Apesar de medicamentos convencionais poderem ser tomados indefinidamente para a prevenção de sintomas, esse não é o caso dos remédios homeopáticos. Os homeopáticos funcionam de acordo com uma teoria de resposta a estímulos. Sua ação estimula uma resposta de cura. Então, por princípio, apenas algumas doses são necessárias para iniciar o processo de cura do corpo. Esses remédios não devem ser usados de forma prolongada sem supervisão médica prolongada.

A arnica homeopática está disponível nas formas oral e tópica e em várias potências diferentes, variando em forças de 3X até 30C. Uma notação de “X” refere-se a uma diluição de 10%, enquanto o “C” denota uma diluição de 1%. Assim, 3X significa que a arnica foi diluída em 10% três vezes. 30C significa que a arnica foi diluída em 1% trinta vezes.

Geralmente, você pode descobrir que um leve machucado ou ferimento pode ser bem tratamento com algumas aplicações de uma forma tópica de arnica de baixa potência. Antes de aplicar, é uma boa ideia testar o produto em uma pequena área de pele, para determinar se haverá alguma reação adversa. Para um machucado moderado a severo, pode haver uma resposta melhor com uma forma oral de arnica, mas a avaliação médica também é recomendada nesse ponto.  

Alguns dias de uma dose de arnica oral de potência baixa, 2 a 3 vezes por dia, podem ser suficientes para um ferimento moderado. Um ferimento mais severo pode ser controlado com uma dosagem mais frequente de uma forma oral de potência mais alta, como 30X ou 30C. Lembre-se que ferimentos sérios ou dores crônicas devem ser avaliadas por um profissional de saúde.

Apesar da arnica poder ser efetiva no alívio da dor e na redução da inflamação, é importante entender que ela pode não ser capaz de tratar a causa dos sintomas. Por isso, também é recomendado consultar um profissional de saúde. Seu provedor de saúde pode ajudar a diagnosticar a causa de sua dor ou inchaço e, assim, fornecer um tratamento definitivo.

Precauções ao usar a arnica

A FDA considera a arnica pura como insegura. Na forma herbácea, a arnica costuma ser aplicada de forma tópica porque podem ocorrer reações adversas significativas quando tomada oralmente. Como descrito, as formas homeopáticas da arnica são extremamente diluídas, portanto, costumam ser seguras. Porém, ainda é possível sentir reações adversas, como tremores, fraqueza, tontura, vômito, danos ao fígado, danos aos rins, arritmia e irritação gastrointestinal. Se você não tiver certeza se tem uma preparação herbácea ou homeopática de arnica, consulte seu médico.

A arnica não deve ser aplicada a ferimentos abertos, pele aberta ou membranas mucosas, a não ser que seja recomendado por seu médico. Deve-se tomar cuidado ao usar a arnica tópica, pois ela pode causar uma assadura. O uso em longo prazo pode irritar a pele, causando descamação, bolhas ou eczema.

Mulheres grávidas ou lactantes devem evitar a arnica oral e consultar um médico antes de usar a forma tópica. Conselhos do seu profissional de saúde também são indicados caso você tenha problemas de digestão ou hipertensão. Também podem haver interações com outras drogas, como esteroides, analgésicos e anticoagulantes.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

Os Melhores Suplementos para Tentar Engravidar

Bem-estar

Você tem deficiência destas vitaminas lipossolúveis?

Bem-estar

Um guia rápido para o CLA (ácido linolênico conjugado)