checkoutarrow
BR
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Fitness

Os melhores suplementos e alimentos para um exercício cardiovascular

8 Agosto 2018

Pelo Dr. KwaZ

Quando feitos da maneira correta, os exercícios cardiovasculares fornecem numerosos benefícios. Exercícios cardiovasculares aumentam a circulação sanguínea e o metabolismo, fortalecem seus pulmões e coração, melhoram o seu preparo físico geral e muito mais. A aeróbica é boa para tudo!

Independente do motivo que faça você se levantar antes do nascer do sol para treinar em uma máquina de step, um suplemento está disponível para ajudar você a alcançar sua meta, seja ela de queima de gorduras, aumento da energia ou resistência. Ter os suplementos certos para suas metas específicas pode ajudar você a se sentir mais forte, correr um pouco mais ou aumentar o seu foco para o dia que está por vir.

Meta 1: Aumento da resistência e da energia

A eficiência dos seus sistemas circulatório, cardíaco e respiratório é a chave para a capacidade do seu corpo de aguentar sessões de exercícios cardiovasculares. Os exercícios cardiovasculares ajudam a melhorar a entrega de oxigênio e sangue aos músculos, impulsionando a energia e a resistência no geral.

Considere esses suplementos e alimentos para a resistência:

Suco de beterraba vermelha

As beterrabas vermelhas são ricas em nitratos, o que pode melhorar o desempenho atlético. Os nitratos trazem oxigênio rapidamente para o corpo, impulsionando a resistência. Além disso, os suplementos de beterraba podem reduzir o custo de oxigênio em exercícios, permitindo que exercícios de alta intensidade sejam realizados por mais tempo.

Beta-alanina

Um aminoácido, a beta-alanina promove a energia muscular. A quantidade de carnosina – um composto fundamental das proteínas – nos músculos é aumentada com a suplementação de beta-alanina. Durante exercícios de alta intensidade, o desempenho físico é melhorado, e o início da fadiga neuromuscular é atrasado.

Eletrólitos

Para otimizar a energia e manter um equilíbrio apropriado de fluidos de forma que você possa funcionar bem, eletrólitos são necessários. Seu coração, seus nervos e seus músculos utilizam eletrólitos, para levar impulsos elétricos para outras células e para manter a tensão dentre as membranas celulares. Os eletrólitos se perdem no suor quando você se exercita de forma pesada, e precisam ser repostos para manter níveis constantes.

Meta 2: Queima de gorduras

Para atender às demandas energéticas do exercício, os músculos esqueléticos precisam da oxidação da gordura e dos carboidratos. Os carboidratos são utilizados mais rapidamente quando a intensidade do exercício é aumentada. O glicogênio (energia armazenada) é queimado à medida que os carboidratos são utilizados, o que significa que você não será capaz de manter a intensidade e a velocidade por muito tempo. Utilizar a oxidação dos ácidos graxos como uma fonte de energia pode melhorar a resistência. Então, durante seu exercício cardiovascular, tome suplementos que aumentem o metabolismo dos ácidos graxos.

Considere estes auxílios para a queima de gorduras:

Cafeína

A cafeína pode reduzir a fadiga, melhorar o desempenho aeróbico, induzir a lipólise, estimular a atividade mental e ajudar a priorizar a gordura como uma fonte de energia.

Cetonas de framboesa

Foi demonstrado que as cetonas de framboesa aumentam a lipólise induzida pela norepinefrina (a liberação da gordura armazenada), que pode ser útil no auxílio da redução da gordura corporal. Isso significa que a capacidade do seu corpo de liberar a gordura armazenada para ter energia pode ser melhorada.

Brassica Campestris

Foi demonstrado que o vegetal brassica campestris (nabo) tem efeitos que promovem a perda de peso, em estudos em que animais receberam uma dieta rica em gorduras com um suplemento de extrato de brassica campestris.

L-taurina

A L-taurina é um aminoácido que tem um papel vital nos processos metabólicos, como a atividade antioxidante e as contrações do coração. A L-taurina é necessária para o desenvolvimento e a função cardiovascular, assim como a função dos músculos esqueléticos. A suplementação melhora a quantidade de exercícios realizados e protege contra danos ao DNA causados pelos exercícios. Também foi demonstrado que ela tem propriedades de queima de gorduras.

Meta 3: Melhora da motivação e do foco

Seu cérebro requer muitas vitaminas, hormônios, combustível e compostos químicos para funcionar apropriadamente. Será difícil melhorar o seu desempenho cardiovascular se o seu cérebro não for capaz de trabalhar da melhor forma possível.

Considere estes suplementos de auxílio ao cérebro:

Bitartarato de colina

Uma vitamina hidrossolúvel do complexo B, o bitartarato de colina é um precursor da acetilcolina. A acetilcolina é um composto químico cerebral crucial para o cérebro, que determina a velocidade do cérebro e controla a contração muscular. Sugere-se que a suplementação com colina antes do exercício pode reduzir a fadiga pós-treino e melhorar o vigor pré-treino.

L-tirosina

A dopamina, também conhecida como o “hormônio do bem-estar”, é um precursor da tirosina. A suplementação com L-tirosina é ligada à capacidade de aguentar exercícios mais longos, com carga constante e em climas mais quentes.

Meta 4: Proteger a massa magra

Se você está fazendo um treinamento cardiovascular e está em uma dieta restrita, é possível que você esteja perdendo massa muscular magra. Quando o seu corpo não recebe a quantidade suficiente de combustível (alimentos), a quebra de proteínas é aumentada, para liberar aminoácidos e dar energia. A quantidade de síntese de proteínas que ocorre no seu corpo também pode ser reduzida pela dieta. Felizmente, suplementos estão disponíveis para ajudar na proteção da massa magra enquanto você faz a dieta.

Estudos do ácido ursólico mostram o seu potencial de ter um impacto significativo na indústria da nutrição esportiva e do controle de peso. O ácido ursólico demonstrou promessas na prevenção da acumulação de gordura corporal.

Qual a melhor fonte de carboidratos pós-treino?

Existem três coisas que procuramos em um carboidrato pós-treino:  

  1. Alto índice glicêmico  
  2. Alto índice de insulina
  3. Baixa frutose

Você precisa aumentar a insulina pós-treino se quiser recuperar os estoques de glicogênio. Alimentos que são geralmente considerados saudáveis, mas não são tão bons para o consumo, incluem uvas, manga e banana, que podem ter até 4,9% de teor de frutose. Além disso, o abacate pode ser uma má escolha, por ter um alto teor de gorduras. Você deve procurar frutas como damasco, kiwi, abacaxi e figo, além de arroz branco e bolinhos de arroz. Você também deve consumir proteínas de ação rápida, como whey ou iso-whey, que aumentarão a quantidade de glicogênio armazenado em aproximadamente 32%. Dito isso, recentemente foi descoberto que a janela metabólica é muito mais duradoura do que se pensava. Então, não se preocupe tanto em obter os carboidratos corretos antes da marca dos 30 minutos – na verdade, você tem cerca de duas horas. 

Artigos Relacionados

Ver tudo

Fitness

A Beta-Alanina Pode Melhorar o Desempenho nos Exercícios?

Fitness

Receitas Deliciosas com Whey Protein que Não São Shakes

Fitness

Qual a importância do horário das refeições?