checkoutarrow
BR
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Bem-estar

14 Principais Óleos Essenciais

7 Maio 2018

Pos Eric Madrid MD

Neste artigo:

Como muitos óleos são concentrados, considere que 1 gota equivale a 1 colher de chá de um tempero ou erva.  Devido às suas concentrações, a diluição é importante. Não consuma diretamente.

É sempre IMPORTANTE ler o rótulo do óleo essencial antes de adicioná-lo a alimentos ou ingeri-lo. Caso o rótulo contenha os dizeres "NOT FOR INTERNAL USE" ("NÃO INDICADO PARA USO INTERNO"), não o consuma oralmente, nem com alimentos ou bebidas. A maioria dos óleos essenciais que pode ser utilizada internamente é rotulada pela FDA como GRAS (Geralmente Reconhecido como Seguro). Sempre leia o rótulo antes de consumir.

Os óleos essenciais devem ser mantidos longe de crianças pequenas. Se estiver grávida ou amamentando, consulte seu profissional de saúde antes do uso.

Desde o início da civilização humana, as pessoas têm percebido os benefícios dos óleos essenciais. Os antigos egípcios os utilizaram durante celebrações cerimoniais e o processo de mumificação. Além disso, durante a história, esses óleos continuaram a ser altamente valorizados e frequentemente utilizados como fragrâncias, dados como presentes e até trocados como moeda.

A popularidade dos óleos essenciais continua nos nossos tempos modernos. Muitas pessoas os aplicam de forma tópica na pele ou adicionam algumas gotas à água do banho, enquanto outras utilizam um difusor para dispersar os doces aromas desses óleos nos locais de trabalho ou residência. Porém, existe outra ótima maneira de aproveitar os benefícios à saúde desses produtos: adicione óleos essenciais comestíveis a alimentos. É muito fácil e saboroso!

Esses óleos essenciais podem ser tomados internamente – sendo adicionados a um copo de água gelada e consumidos ou utilizados como tempero em alimentos.

Anis (Pimpinella anisum)

Um óleo essencial utilizado desde os tempos romanos. Ele vem da planta chamada de anis ou erva-doce. O anis possui muitos benefícios:

  • Auxilia na saúde digestiva quando consumido oralmente, além de ajudar a aliviar sintomas da síndrome do intestino irritável (SCI), de acordo com um estudo publicado no Journal of Ethnopharmacology
  • Deixa o hálito fresco com apenas 2 ou 3 gotas adicionadas à água usada para fazer gargarejos
  • sabor a alimentos, incluindo muitos pratos cozidos, molhos, entre outros
  • Alivia a dor quando aplicado de forma tópica em articulações ou músculos doloridos
  • Aumenta a libido quando consumido oralmente
  • Melhora a memória, de acordo com um estudo de 2016
  • Pode ajudar a combater resfriados e infecções respiratórias quando inalado

Instruções: Utilize em conjunto com um difusor. Adicione 2 a 3 gotas em um difusor com água. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.

Bergamota (Citrus aurantium var. ou Citrus bergamia.)

A bergamota é um óleo essencial pertencente ao grupo das frutas cítricas. Ela tem sido utilizada desde a antiguidade. Quando misturada com o chá preto, ela resulta no Earl Grey, um chá comumente consumido no mundo todo. Os benefícios incluem:

  • Auxilia na digestão em pessoas com doença intestinal inflamatória, de acordo com um estudo publicado na Clinical Nutrition
  • Ajuda a tratar a gordura no fígado, de acordo com um estudo de 2017 publicado na World Journal Gastroenterology
  • Reduz o nível de colesterol e diminui o risco de doenças cardíacas, de acordo com um estudo de 2015
  • Possui propriedades antibacterianas, incluindo a eliminação da h. pylori, a bactéria que causa úlceras estomacais e aumenta o risco de câncer estomacal, de acordo com um estudo de 2016
  • Melhora a função cerebral em pessoas com esquizofrenia, de acordo com um estudo publicado no Journal of Clinical Psychopharmacology

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.

Cravo-da-Índia (Syzygium aromaticum)

Derivado da árvore de cravo, o cravo-da-Índia é proveniente do sudoeste da Ásia e da Indonésia. Ele possui numerosos benefícios à saúde, de acordo com um estudo de 2014, incluindo:

  • Dar sabor a alimentos cozidos, chás e molhos
  • Quando aplicado de forma tópica sobre ferimentos, suas propriedades antibacterianas podem ajudar a prevenir infecções
  • Estudos demonstram propriedades de alívio de dores quando aplicado de forma tópica a músculos e articulações doloridas, e as pessoas têm utilizado o cravo para tratar dores dentárias desde o século XIII
  • Pode ser aplicado de forma tópica na pele para manter insetos afastados, mas deve ser diluído
  • Tratamento para sapinho

Aviso: Se você estiver tomando anticoagulantes, consulte seu profissional de saúde antes da ingestão.

Eucalipto (Eucalyptus globulus, Eucalyptus sideroxylon e Eucalyptus torquata)

O eucalipto é nativo da Austrália, onde os aborígines o utilizaram para tratar infecções sinusais, infecções respiratórias e dores por vários séculos. Evite o consumo direto do óleo concentrado – ele deve ser diluído.

Os benefícios incluem:

  • Dar sabor a alimentos como chás, geleias e molhos
  • Alívio de infecções do trato respiratório superior. A inalação de uma mistura herbácea contendo eucalipto minimiza os sintomas de infecções, de acordo com estudos
  • Propriedades antibacterianas, de acordo com um estudo de 2012, que demonstrou proteção contra infecções bacterianas na pele quando o eucalipto era aplicado de forma tópica
  • Pode matar fungos quando aplicado de forma tópica
  • Desodorante natural quando aplicado de forma tópica nas axilas

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água gelada ou morna. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente. Note: o eucalipto se combina bem com os óleos de lavanda e limão em difusões.

Gengibre (Zingiber officinale)

Essa erva tem sido utilizada por séculos. Ela é usada em alimentos, mas também como um óleo essencial. O gengibre possui muitos benefícios à saúde:

  • Dar sabor a alimentos cozidos, chás, molhos, acompanhamentos, marinadas e muito mais
  • Auxílio na digestão, especialmente quando consumido como um chá
  • Frequentemente utilizado por mulheres grávidas e pessoas passando por quimioterapia para tratar a náusea, de acordo com estudos
  • Efeito laxativo
  • Propriedades antibacterianas
  • Alívio das dores e propriedades anti-inflamatórias, quando aplicado de forma tópica sobre as articulações afetadas

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água gelada ou morna. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água morna para tomar oralmente.

Toranja (Citrus paradisi)  

A toranja é proveniente da ilha caribenha de Barbados, e é um híbrido da laranja e do pomelo. A China é hoje a maior produtora de toranja, enquanto o Estados Unidos estão em segundo lugar. O óleo essencial de toranja é extraído da fruta e possui muitos benefícios:

  • Dar sabor a alimentos cozidos, chás, acompanhamentos, entre outros
  • Alívio do estresse e da ansiedade, de acordo com um estudo de 2017 publicado na Complementary Therapies in Medicine, que demonstrou que pessoas passando por um procedimento de colonoscopia sentiam menos ansiedade quando o óleo de toranja era utilizado com um difusor
  • Tratamento da acne quando aplicado de forma tópica, graças às suas propriedades antimicrobianas

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.

Lavanda (Lavandula officinalis)

O doce aroma da lavanda é provavelmente um dos mais conhecidos de todos os óleos essenciais. Utilizado por milhares de anos por culturas do mundo todo, a sua aplicação mais antiga registrada foi pelos povos gregos e romanos. A lavanda pode ser utilizada pelos seguintes benefícios:

  • Dá sabor a alimentos cozidos, carnes, chás, entre outros
  • Ajuda a minimizar os efeitos da náusea. Adicione uma gota por trás das orelhas ou considere consumir uma gota na boca ou com um copo de água pequeno
  • Auxilia no processo digestivo
  • Inalar a lavanda pode ajudar a reduzir níveis de estresse físico e mental
  • Ajuda a melhorar a qualidade do sono se utilizado de forma tópica ou inalado
  • De acordo com um estudo de 2017, a lavanda reduziu a pressão arterial depois de uma cirurgia de coração aberto, enquanto um estudo de 2015 também demonstrou benefícios à pressão arterial
  • Ajuda a reduzir a dor de queimaduras. Aplique diretamente ou misture com óleo de coco
  • Aplique diretamente na pele seca ou misture com óleo de coco para aliviar sintomas de eczema
  • Aplique de forma tópica para ajudar a evitar ou tratar acnes
  • Ajuda a fornecer alívio a músculos e articulações doloridas quando aplicado de forma tópica durante uma massagem
  • Um estudo de 2017, publicado no Journal of Hand Therapy, demonstrou que a lavanda reduziu a dor quando aplicada de forma tópica nos pulsos, aliviando os sintomas da síndrome do túnel do carpo
  • Estudos utilizando modelos animais demonstram que o óleo de lavanda pode ajudar com o crescimento capilar

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água gelada ou morna. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.  O óleo essencial de lavanda se combina bem com os óleos de cravo-da-Índia e de alecrim em difusões.

Limão (Citrus limonum)

O limão possui um aroma familiar, doce e azedo ao mesmo tempo. Esse óleo essencial possui muitas utilizações, e é amplamente utilizada em produtos de beleza, devido às suas propriedades antioxidantes.

  • Pode ser adicionado a alimentos, incluindo chás, molhos, iogurtes, temperos vegetais, alimentos cozidos e muito mais
  • Consumido com um copo de água, ele pode estimular o processo digestivo
  • Propriedades antioxidantes que ajudam a matar vírus da garganta, podendo ser gargarejado
  • Quando misturado com água, ele pode ser usado para limpar superfícies de forma suave
  • Misturado com óleo de coco e aplicado na pele, ele ajuda a proteger contra a oxidação.            

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.  

O limão se combina bem com o óleo de eucalipto em difusões.

Orégano (Origanum vulgare)

O Orégano é uma planta originária da região do Mediterrâneo. Ele tem sido utilizado por séculos e possui numerosos benefícios à saúde.

  • O orégano protege os intestinos de danos e ajuda a criar intestinos mais saudáveis, além de aliviar os sintomas do intestino permeável.
  • Pode ser adicionado a alimentos, incluindo molhos, carnes, acompanhamentos, temperos vegetais e muito mais
  • Estudos demonstram que o orégano previne a aterosclerose ou o entupimento de artérias.
  • Ajuda em problemas digestivos quando consumido oralmente
  • Propriedades antiparasitárias
  • Protege contra infecções fúngicas
  • Protege contra infecções fúngicas, de acordo com uma pesquisa publicada no Scientific Reports

Hortelã (Mentha piperita)

A hortelã é uma erva e um óleo essencial muito conhecido. Ela na verdade é um híbrido entre a menta e a hortelã-da-água. O seu aroma é fresco e agudo, sendo um dos principais componentes do mentol. Em tempos recentes, ela tem sido usada como flavorizante de gomas de mascar. A hortelã é nativa da Europa e possui numerosas vantagens para a saúde.  

  • O óleo de hortelã ajuda a melhorar sintomas em pessoas com síndrome do intestino irritável (SCI) quando tomado internamente. Pode ser consumido como um óleo essencial em água ou em cápsulas
  • Pode ser usado para dar sabor a chás
  • Pode ajudar com cefaleias de tensão quando aplicado à região de trás do pescoço ou utilizado em difusão
  • Aplicado de forma tópica, ele pode ajudar em infeções fúngicas nas unhas
  • Um estudo de 2012 demonstrou proteção contra infecções na pele
  • A inalação de uma mistura herbácea contendo hortelã minimizou os sintomas de infecções no trato respiratório superior
  • Aplicado de forma tópica, a hortelã ajuda a minimizar a coceira devido à gravidez, de acordo com estudos. Se você estiver grávida, discuta o uso com o seu profissional de saúde antes de utilizar o produto de forma tópica ou oral.
  • Quando aplicado de forma tópica, ajuda a minimizar a irritação na pele associada com eczema
  • Um estudo de 2014 demonstrou que, quando aplicado ao couro cabeludo, o óleo pode ajudar com o crescimento capilar

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.

Alecrim (Rosmarinus officinalis)

O alecrim é uma erva que é frequentemente cultivada em jardins caseiros. Foi demonstrado que ele possui muitos benefícios à saúde e, de acordo com um artigo publicado no The New York Times, o alecrim é uma grande parte da dieta de uma das populações mais saudáveis e antigas do mundo – as pessoas que vivem em Acciaroli, Itália. O alecrim pode ser usado pelos seguintes benefícios:

  • Pode ser adicionado a alimentos, incluindo molhos, acompanhamentos, marinadas e temperos vegetais
  • Um estudo de 2017 concluiu, "a inalação do óleo essencial de alecrim melhora a memorização de números"
  • Um estudo de 2016 utilizando animais demonstrou melhora da função cerebral animais feridos
  • Um estudo de 2015 demonstrou melhora no crescimento capilar quando aplicado de forma tópica ao couro cabeludo. Porém, foram necessários seis meses para que o crescimento fosse observado.
  • A inalação de uma mistura herbácea contendo alecrim minimizou sintomas de infecção no trato respiratório superior
  • Esse óleo essencial ajuda a relaxar músculos e a aliviar espasmos musculares quando utilizando durante uma massagem
  • O alecrim é um potente antioxidante, de acordo com estudos
  • ALERTA: algumas pessoas podem ser sensíveis a esse óleo essencial quando aplicado de forma tópica, reações na pele podem ocorrer 

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente. O alecrim se combina bem com óleos de lavanda e hortelã.  

Menta (Mentha spicata, sinônimo Mentha viridis)

Também conhecida como hortelã-verde. Nativas da Europa e da Ásia, a menta tem sido utilizada por vários séculos graças ao seu sabor. Próximo ao fim dos anos 1800, Charles Wrigley adicionou menta ao extrato de planta Maia e Azteca conhecido como chicle. Esse extrato emborrachado é hoje conhecido como goma de mascar. A palavra espanhola para a goma de mascar é chicle. A menta possui numerosos benefícios para a saúde, e é amplamente utilizada por muitas pessoas.

  • Pode ser consumido como um chá ou ter algumas gotas adicionadas à água morna
  • Ajuda a melhorar a memória, de acordo com um estudo publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine
  • Possui propriedades antifúngicas
  • Ajuda a reduzir a inflamação nas articulações, de acordo com o BMC Complementary and Alternative Medicine Journal
  • Utilizado para tratar infecções sinusais na medicina turca
  • Ajuda a otimizar os níveis hormonais em mulheres, de acordo com um estudo publicado na Phytotherapy Research

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.  

Tomilho (Thymus vulgaris)

Também conhecido como tomilho vermelho, o tomilho é uma erva anciã com propriedades medicinais. Ele foi utilizado pelos egípcios durante o embalsamamento, e também pelos romanos através da Europa, para ajudar a purificar aposentos. Essa erva medicinal foi mencionada primeiro no Ebers Papyrus, um texto medicinal antigo datado do século XVI A.C.  

A glândula timo, que ajuda o sistema imunológico a amadurecer, tem esse nome devido à sua semelhança com a folha do tomilho. Ironicamente, o tomilho ajuda a combater infecções, e possui propriedades tanto antibacterianas quanto antivirais. O timol é um ingrediente ativo bem conhecido da erva.

  • Pode ser adicionado a alimentos, incluindo sopas, molhos, acompanhamentos e muito mais
  • Utilize com moderação, pois uma dose alta pode causar irritação no estômago

Combina-se bem com alecrim

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.  

Gualtéria (Gaultheria procumbens)

A gualtéria era utilizada por culturas indígenas da América do Norte. Quando utilizada no chá, ela era consumida para ajudar a eliminar dores, mal-estar e irritações na garganta, causadas por infecções virais. As folhas também eram mascadas pelos nativos americanos, para ajudar a prevenir cáries dentárias. Alerta: consulte seu médico antes de consumir se estiver utilizando anticoagulantes.

  • Pode ser adicionada a alimentos para dar sabor
  • Pode ser consumido como um chá

Instruções: Utilize com um difusor. Adicione 2-3 gotas em um difusor com água. Inale. Também é possível adicionar algumas gotas em um copo de água para tomar oralmente.

Outros óleos essenciais comestíveis incluem:

 Referências:

  1. Journal of  Ethnopharmacology. 2016 Dec 24;194:937-946. doi: 10.1016/j.jep.2016.10.083. Epub 2016 Nov 1.
  2. Mol Neurobiol. 2016 Nov;53(9):6557-6567. doi: 10.1007/s12035-016-9693-9. Epub 2016 Jan 14. Anise improves memory
  3. Clinical  Nutrition. 2015 Dec;34(6):1146-54. doi: 10.1016/j.clnu.2014.11.012. Epub 2014 Nov 27.
  4. Liu C, Liao J-Z, Li P-Y. Traditional Chinese herbal extracts inducing autophagy as a novel approach in therapy of nonalcoholic fatty liver disease. World Journal of Gastroenterology. 2017;23 (11):1964-1973. doi:10.3748/wjg.v23.i11.1964.
  5. Toth PP, Patti AM, Nikolic D, et al. Bergamot Reduces Plasma Lipids, Atherogenic Small Dense LDL, and Subclinical Atherosclerosis in Subjects with Moderate Hypercholesterolemia: A 6 Months Prospective Study. Frontiers in Pharmacology. 2015;6:299. doi:10.3389/fphar.2015.00299.
  6. Phytotherarpy Research. 2016 Sep;30(9):1404-11. doi: 10.1002/ptr.5646. Epub 2016 May 24.
  7. Journal Clinical Psychopharmacology. 2017 Aug;37(4):468-471. doi: 10.1097/
  8. Cortés-Rojas DF, de Souza CRF, Oliveira WP. Clove (Syzygium aromaticum): a precious spice. Asian Pacific Journal of Tropical Biomedicine. 2014;4(2):90-96. doi:10.1016/S2221-1691(14)60215-X.
  9. Phytomedicine. 2012 Aug 15;19(11):969-76. doi: 10.1016/j.phymed.2012.05.014. Epub 2012 Jun 26.
  10. Lete I, Allué J. The Effectiveness of Ginger in the Prevention of Nausea and Vomiting during Pregnancy and Chemotherapy. Integrative Medicine Insights. 2016;11:11-17. doi:10.4137/IMI.S36273.
  11. Intorasoot A, Chornchoem P, Sookkhee S, Intorasoot S. Bactericidal activity of herbal volatile oil extracts against multidrug-resistant Acinetobacter baumannii. Journal of Intercultural Ethnopharmacology. 2017;6(2):218-222. doi:10.5455/jice.20170411091159. (Ginger’s antimicrobial properties)
  12. Salamati A, Mashouf S, Mojab F. Effect of Inhalation of Lavender Essential Oil on Vital Signs in Open Heart Surgery ICU. Iranian Journal of Pharmaceutical Research : IJPR. 2017;16(1):404-409.
  13. Complement Ther Med. 2015 Jun;23(3):331-8. doi: 10.1016/j.ctim.2014.12.001. Epub 2014 Dec 11.
  14. Complement Ther Clin Pract. 2016 Nov;25:75-80. doi: 10.1016/j.ctcp.2016.08.002. Epub 2016 Aug 3.
  15. Journal  of Hand Therapy. 2017 Aug 10. pii: S0894-1130(16)30251-4. doi: 10.1016/j.jht.2017.07.004.
  16. Lee BH, Lee JS, Kim YC. Hair Growth-Promoting Effects of Lavender Oil in C57BL/6 Mice. Toxicological Research. 2016;32(2):103-108. doi:10.5487/TR.2016.32.2.103.
  17. Hong-kui Wei, Gang Chen, Ruo-Jing Wang, Jian Peng, Oregano essential oil decreased susceptibility to oxidative stress-induced dysfunction of intestinal epithelial barrier in rats, In Journal of Functional Foods, Volume 18, Part B, 2015, Pages 1191-1199
  18. Accessed February 14th, 2018 http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0278691510001754
  19. Puškárová A, Bučková M, Kraková L, Pangallo D, Kozics K. The antibacterial and antifungal activity of six essential oils and their cyto/genotoxicity to human HEL 12469 cells. Scientific Reports. 2017;7:8211. doi:10.1038/s41598-017-08673-9.
  20. Phytomedicine. 2012 Aug 15;19(11):969-76. doi: 10.1016/j.phymed.2012.05.014. Epub 2012 Jun 26.
  21. Ben-Arye E, Dudai N, Eini A, Torem M, Schiff E, Rakover Y. Treatment of Upper Respiratory Tract Infections in Primary Care: A Randomized Study Using Aromatic Herbs. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine : eCAM. 2011;2011:690346. doi:10.1155/2011/690346.
  22. Akhavan Amjadi M, Mojab F, Kamranpour SB. The Effect of Peppermint Oil on Symptomatic Treatment of Pruritus in Pregnant Women . Iranian Journal of Pharmaceutical Research : IJPR. 2012;11(4):1073-1077.
  23. Oh JY, Park MA, Kim YC. Peppermint Oil Promotes Hair Growth without Toxic Signs. Toxicological Research. 2014;30(4):297-304. doi:10.5487/TR.2014.30.4.297.
  24. Accessed January 27, 2018  https://www.nytimes.com/2016/10/20/world/what-in-the-world/rosemary-and-time-does-this-italian-hamlet-have-a-recipe-for-long-life.html?_r=0
  25. O.V. Filiptsova, L.V. Gazzavi-Rogozina, I.A. Timoshyna, O.I. Naboka, Ye.V. Dyomina, A.V. Ochkur, The essential oil of rosemary and its effect on the human image and numerical short-term memory, In Egyptian Journal of Basic and Applied Sciences, Volume 4, Issue 2, 2017, Pages 107-111.
  26. Neuroscience Letter. 2016 May 27;622:95-101. doi: 10.1016/j.neulet.2016.04.048. Epub 2016 Apr 22.
  27. Skinmed. 2015 Jan-Feb;13(1):15-21. Rosemary helps hair growth
  28. Pathophysiology. 2017 Sep 14. pii: S0928-4680(17)30005-6. doi: 10.1016/j.pathophys.2017.08.002.
  29. Herrlinger KA, Nieman KM, Sanoshy KD, et al. Spearmint Extract Improves Working Memory in Men and Women with Age-Associated Memory Impairment. Journal of Alternative and Complementary Medicine. 2018;24(1):37-47. doi:10.1089/acm.2016.0379.
  30. Pearson W, Fletcher RS, Kott LS, Hurtig MB. Protection against LPS-induced cartilage inflammation and degradation provided by a biological extract of Mentha spicata. BMC Complementary and Alternative Medicine. 2010;10:19. doi:10.1186/1472-6882-10-19.
  31. Karaca, N., Demirci, B. & Demirci, F. (2018). Evaluation of Lavandula stoechas L. subsp. stoechas L., Mentha spicata L. subsp. spicata L. essential oils and their main components against sinusitis pathogens. Zeitschrift für Naturforschung C, 0(0), pp. -. Retrieved 3 Mar. 2018, from doi:10.1515/znc-2017-0150
  32. Phytotherapy Research. 2007 May;21(5):444-7.
  33. Roy S., Chaurvedi P., Chowdhary A. Evaluation of antiviral activity of essential oil of Trachyspermum Ammi against Japanese encephalitis virus. Pharmacognosy Research. 2015;7(3):263–267. doi: 10.4103/0974-8490.157977.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Bem-estar

As Melhores Fontes Veganas de Ômega 3

Bem-estar

Colostro - Este Superalimento Não é Apenas para Bebês

Bem-estar

O que as pesquisas dizem sobre a N-acetilcisteína (NAC) e a saúde mental?