checkoutarrow
BR
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Nutrição

Mas existe essa coisa de gordura em excesso? Não na dieta cetogênica

5 Julho 2018

Por Katie Kissane MS, RD, CSSD

A dieta cetogênica, também conhecida como keto, é uma dieta baixa em carboidratos e rica em gorduras que coloca o seu corpo em um estado metabólico conhecido como cetose. Sua origem remonta ao ano 1921, com o uso terapêutico em crianças com epilepsia. No final dos anos 90 e início dos anos 2000, houve um aumento no interesse por esta dieta como estratégia para perder peso, melhorar o desempenho atlético, controlar a diabetes e, mais recentemente, como terapia para tratar o câncer ou prevenir a doença de Alzheimer.

O que é cetose? Por que é ela importante?

A cetose é o processo metabólico natural de abastecimento do corpo que utiliza gordura quando os carboidratos não estão mais disponíveis. Em condições normais, considerando uma pessoa que não tem problemas no metabolismo, o corpo é metabolicamente "flexível". Isso significa que uma pessoa pode usar tanto gorduras quanto carboidratos como fonte de combustível.

Quando uma pessoa começa a jejuar ou inicia uma dieta rica em gordura e pobre em carboidratos, ocorre um processo adaptativo conhecido como cetogênese e o corpo passa a queimar principalmente gordura. Este processo pode levar de alguns dias até uma semana para ocorrer na maioria das pessoas. Os corpos cetônicos são moléculas formadas no fígado a partir da quebra de gorduras. Isto é importante porque o açúcar (glucose) dos carboidratos é a principal fonte de combustível para o cérebro. A glucose pode atravessar a barreira de sangue do cérebro e abastecê-lo, mas os ácidos graxos (da gordura) não podem. No entanto, as cetonas podem chegar até o cérebro e, portanto, podem ser utilizadas como combustível. Este foi um processo de adaptação particularmente importante para nossos ancestrais durante tempos de fome, quando a comida era escassa.

O que faz com que a dieta cetogênica seja diferente da dieta Atkins?

A dieta cetogênica não é uma dieta rica em proteínas. A dieta cetogênica comum é uma proporção de 4 de gordura para cada 1 de proteína. A distribuição normal é de 75-80% gordura, 15-20% proteína e 5% ou menos de carboidrato. É uma dieta rica em gorduras, com proteínas moderadas e muito pouco carboidrato. A dieta Atkins não tem a mesma limitação de proteínas. Algumas proteínas, quando quebradas em aminoácidos, podem ser utilizadas similarmente ao carboidrato como combustível, e podem fazer com que uma pessoa saia da cetose. Muitas pessoas cometem o erro de pensar que estão seguindo uma dieta cetogênica, mas elas estão, na verdade, seguindo uma dieta mais parecida com a Atkins. Muitas vezes é difícil para as pessoas consumirem cerca de 80% de suas calorias provenientes de gorduras.

Quem pode (ou não pode) se beneficiar com a dieta cetogênica?

A dieta cetogênica está ficando famosa como uma boa dieta para perder peso e prevenir doenças. As pesquisas sobre o uso da dieta cetogênica na perda de peso e controle da diabetes são promissoras, mas devido à sua natureza restritiva pode ser difícil mantê-la. Alguns medicamentos quando combinados com a dieta cetogênica podem aumentar o risco de açúcar muito baixo no sangue. É recomendado seguir esta dieta com o acompanhamento de um nutricionista ou assistência de um médico.

A dieta cetogênica tem sido pesquisada como uma terapia para pacientes com câncer devido aos seus potenciais mecanismos antitumorais. Contudo, há algumas questões com relação à segurança e à eficácia de usar este regime em pacientes com câncer que precisam ser respondidas, antes que ela se torne uma terapia amplamente utilizada.

As evidências do uso da dieta cetogênica no desempenho atlético são controversas. Provavelmente não é um bom regime para atletas que estão praticando atividades de alta intensidade ou esportes de força, como levantamento de peso e sprint. Isso porque o processo de queima de gordura é muito lento para atividades de alta intensidade e os carboidratos são uma fonte de energia mais rápida.

Outras Considerações

Há pouca ou não existem pesquisas sobre o uso a longo prazo da dieta cetogênica. Como a dieta conta com tão poucos carboidratos, pode ser muito difícil para as pessoas que a estão seguindo consumirem a quantidade adequada de fibras. Por esta razão, é importante que a maior parte dos carboidratos ingeridos sejam provenientes de vegetais sem amido, incluindo folhas verdes em abundância. Um suplemento de fibras ou suplemento probiótico pode ser uma boa adição à dieta.

Alimentos e suplementos favoráveis à dieta cetogênica:

  • Gorduras: a dieta é muito rica em gorduras, mas é recomendado incluir mais gorduras saudáveis para o coração, como aquelas provenientes do abacate, azeitonas, peixe e algumas castanhas/sementes .
  • A proteína é uma parte importante desta dieta, mas não em grande quantidade. Alimentos proteicos incluem carnes, peixe, castanhas/sementes e alguns derivados do leite, como queijo. Proteínas do leite e legumes são limitados devido ao seu teor de carboidratos.
  • Vegetais sem amido, especialmente folhas verdes. Considere adicionar um pó verde para obter nutrientes adicionais e fibra.
  • Considere tomar um multivitamínico. Devido à natureza restritiva dessa dieta, assumir a quantidade adequada de vitaminas e minerais pode ser uma tarefa desafiadora.

Referências:

  1. https://www.nature.com/articles/ejcn2013116
  2. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4212585/
  3. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19049574
  4. https://jamanetwork.com/journals/jama/article-abstract/2669724

Artigos Relacionados

Ver tudo

Nutrição

Dicas fáceis para melhorar a alimentação nas festas de fim de ano

Nutrição

Combata a Inflamação e Melhore a Saúde do Intestino com Este Superalimento

Nutrição

Crie a Melhor Bandeja de Aperitivos Nutritivos