beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Nutrição

Acne, Açúcares, Laticínios e Gorduras Ruins

23 Agosto 2017

Acne está claramente associada com a dieta. Fortemente relacionada com a acne está uma dieta rica em carboidratos refinados, laticínios e tipos errados de gorduras. Nas sociedades ocidentalizadas, acne é quase um problema universal que afeta de 79% a 95% dos adolescentes. Em homens e mulheres com mais de 25 anos, 40% a 54% ainda têm algum grau de acne facial. Em contraste, acne é extremamente rara em sociedades que consomem dietas saudáveis e tradicionais. 

Apesar da atual evidência científica esmagadora relacionando dieta e acne, muitos dermatologistas ainda se apegam ao mito de que a dieta não tem nenhum impacto na acne. Eles estão errados. Agora é hora destes doutores aplicarem o conhecimento sobre nutrição com seus pacientes, enfatizando a evitação de alimentos ofensivos, especialmente carboidratos refinados.

Dieta e Acne

Ao longo dos últimos anos, o papel da dieta em relação à acne tem sido enfatizado graças a um conhecimento mais profundo dos distúrbios subjacentes à pele que contribuem para a acne. Embora a acne esteja relacionada ao metabolismo da testosterona, há outro cofator que é extremamente sensível à dieta. Este hormônio, fator de crescimento semelhante à insulina tipo 1 (IGF-1), é o principal hormônio de crescimento na puberdade e é uma das razões fundamentais pela qual a acne afeta os adolescentes. O nível de IGF-1 está correlacionado com a severidade da acne, e não a testosterona ou a conversão aumentada para sua forma mais poderosa, a dihidrotestosterona (DHT). Os efeitos do IGF-1 na pele que promovem a acne estão claramente relacionados com fatores dietéticos, principalmente muito açúcar refinado.

Uma alta ingestão de açúcar é uma das mais fortes ligações com a acne. Uma alta ingestão de açúcar influencia o IGF-1 e o metabolismo de testosterona na pele, de uma forma que promove a produção excessiva de sebo e a acne. Isto piora claramente a severidade da acne com base em estudos experimentais e clínicos. Em contraste, uma dieta que restringe os carboidratos refinados e tem uma carga glicêmica menor reduz a produção de sebo e afeta favoravelmente a acne.

Uma série de outros fatores dietéticos foram identificados como os principais contribuintes para a acne. Por exemplo, leite e outros produtos lácteos são um problema significativo para muitos que sofrem com acne. Além das gorduras prejudiciais, produtos lácteos contêm hormônios que podem afetar a produção de sebo, bem como promover um aumento de IGF-1.

IGF-1 e IMC

Para avaliar ainda mais o papel do IGF-1 na acne, os pesquisadores examinaram 60 casos de acne e 40 indivíduos saudáveis relacionados por gênero e idade, representando o grupo de controle. O exame incluiu biópsias de pele.

Os resultados demonstraram que os níveis do IGF-1 eram mais elevados em todas as lesões de acne em comparação com a pele normal, em todas as áreas da pele. Curiosamente, também houve uma significativa associação entre os valores de uma forte intensidade de IGF-1 e do índice de massa corporal (IMC). Indivíduos com acne tinham um IMC maior ou igual a 30, um claro sinal de obesidade, e uma intensidade de IGF-1 mais forte comparada com o daqueles com um valor baixo de IMC (menos de 30). Além disso, a ingestão de produtos lácteos também foi fortemente relacionada com a severidade da acne.

Os pesquisadores concluíram que “a associação significativa entre um forte IGF-1, um alto IMC e acne severa acentuam a importância do valor da intervenção dietética no gerenciamento de AV.” 

Nutrientes para a Pele

O que este estudo realmente significou foi que a acne pode ser um sinal de resistência à insulina localizada na pele. É por isto que a severidade da acne está relacionada ao grau de obesidade. No início da década de 1940, alguns dermatologistas começaram a se referir à acne como a “diabetes da pele”. Os motivos eram muito interessantes. Embora, os resultados dos testes orais de tolerância à glicose em pacientes com acne não tenham demonstrado nenhuma diferença dos controles nas medidas de glicose, quando os pesquisadores analisaram os níveis de glicose na pele por meio de repetitivas biópsias, foi revelado que a tolerância à glicose da pele de pacientes com acne estava significativamente perturbada. 

Aqui está minha conclusão: tudo que leva a um aumento passageiro nos níveis de açúcar da pele pode piorar a acne. Obviamente, isto inclui ingerir bebidas ou alimentos com alto teor de açúcar, mas também pode incluir os efeitos do estresse (cortisol); deficiência de nutrientes necessários à utilização apropriada de insulina e glicose; e outros fatores que afetam de forma adversa o controle de açúcar no sangue (por exemplo, obesidade abdominal). 

Além disto, para eliminar açúcares e laticínios, outro fator crucial que eu achei importante em muitos pacientes com acne é eliminar alimentos com muito sal (a maioria dos sais é “iodada”; isto significa que eles têm iodo adicionado a eles). A razão é que muitas pessoas que sofrem de acne são extremamente sensíveis ao iodo — e isto pode levar a lesões de acne.

Eu também recomendei eliminar frituras e alimentos que contenham ácidos graxos de gordura trans (leite, derivados de leite, margarina, manteiga e outros óleos vegetais sinteticamente hidrogenados). Estas gorduras devem ser evitadas, visto que aumentam a inflamação das glândulas sebáceas. 

No que diz respeito aos nutrientes necessários à acne, o zinco é absolutamente crítico e ficou demonstrado que produz resultados fantásticos em muitos casos em estudos duplos-cegos. A dosagem é de 30 a 45 mg por dia. Use uma forma altamente absorvível como picolinato de zinco. 

A levedura de alto teor de cromo é conhecida por melhorar a tolerância à glicose e aumentar a sensibilidade à insulina, e tem sido mencionada em um estudo não controlado para induzir uma melhora rápida em pacientes com acne. Outras formas de cromo podem oferecer benefícios similares. Dosagem de 400 mcg por dia. 

Por último, eu acho que é inteiramente apropriado referir-se à acne como a “diabetes da pele”. Isso leva a pontos importantes sobre a causa subjacente e seu tratamento.

Referência:

Seleit I, Bakry OA, Abdou AG, Hashim A. Body mass index, selected dietary factors, and acne severity: are they related to in situ expression of insulin-like growth factor-1? Anal Quant Cytopathol Histpathol. 2014 Oct;36(5):267-78.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Nutrição

Dicas para fazer as crianças comerem vegetais

Nutrição

Uma volta às aulas saudável: Easy-to-Craft Lunch Recipes

Nutrição

O Guia Definitivo do Jejum Intermitente