O que é a tirosina?

tirosina, também conhecida como L-tirosina, é um aminoácido não essencial. Embora seja muito importante, é considerada "não-essencial" pois o corpo consegue produzir o aminoácido ao converter a fenilalanina em tirosina. Porém, existe uma condição rara de saúde chamada de fenilcetonúria (FCU) na qual algumas pessoas não apresentam a enzima necessária para essa conversão.

Uma dieta saudável e equilibrada tem um papel importante para garantir quantidades adequadas de vitaminas, minerais e aminoácidos, incluindo a tirosina. A Federal Drug Administration (FDA), agência dos EUA que analisa a segurança de suplementos, considera a tirosina "Segura de Modo Geral" quando consumida na forma de suplemento. 

A Importância da Tirosina 

A tirosina é necessária para produzir hormônios como a adrenalina, hormônios da tireoide e outros listados abaixo. 

Durante momentos de estresse emocional e físico, o corpo precisará de mais tirosina do que em épocas menos estressantes. Como resultado disso, a tirosina é encontrada em  suplementos pré-treino e fórmulas para se exercitar.

Tirosina  >  Dopamina >  Noradrenalina (Norepinefrina) > Adrenalina (Epinefrina)

  • Adrenalina – ajuda em momentos de estresse e perigo. Ela faz o coração bater mais rápido, aumenta a pressão arterial e ajuda no fornecimento de sangue para o cérebro e músculos. Ela também ajuda com o foco mental.
  • Dopamina – ajuda com o humor, motivação,  funcionamento corporal e sistema de recompensa. É considerada por muitos como um mensageiro químico e o verdadeiro "composto do bem-estar". Quando você está atingindo seus objetivos e se divertindo, o cérebro está repleto de dopamina.
  • Noradrenalina – ajuda na recuperação muscular e circulação, além de ajudar em momentos de estresse. Trabalha junto com a adrenalina para aumentar o fluxo sanguíneo para o cérebro e músculos. 
  • Hormônios da Tireoide – hormônios importantes que ajudam a controlar o metabolismo, entre muitas outras funções. Quando apresenta baixa atividade, pode causar ressecamento da pele, ganho de peso, problemas de memória, constipação, depressão, fadiga e muito mais. 
  • Melanina – a substância nos cabelos, olhos e pele que fornece pigmentação. 
  • Melatonina – um hormônio produzido pelo cérebro que tem um papel importante em garantir uma boa noite de sono. Ela também é um potente antioxidante que apresenta propriedades anti-tumorais. 

Fontes Alimentares da Tirosina

Os Benefícios da Tirosina Para a Saúde 

Suplementos de tirosina em um fundo de madeira

Memória e Funcionamento Cognitivo

Otimizar o funcionamento do cérebro é importante em todas as idades.  Porém, à medida que envelhecemos, o declínio cognitivo é inevitável. Felizmente, você pode fazer algumas coisas para ajudar a manter seu cérebro em sua melhor forma — ter uma dieta equilibrada e saudável,  fazer exercícios físicos regularmente e dormir bem são fatores importantes. De acordo com os estudos, suplementos como a tirosina também podem ser benéficos. 

Por exemplo, um pequeno estudo de 1994 testou 16 pessoas saudáveis. Metade delas recebeu tirosina, enquanto a outra metade recebeu um placebo. Foi solicitado aos participantes do teste que fizessem tarefas sensíveis ao estresse. Pesquisadores mostraram que a suplementação com tirosina melhorou o desempenho uma hora após a administração quando comparada a um placebo. 

Um estudo de 1995 avaliou os efeitos da tirosina no funcionamento cerebral durante épocas de privação de sono. No estudo, os participantes que trabalhavam à noite receberam diversos testes. No total, ficaram acordados por mais de 24 horas.  Metade dos participantes recebeu a tirosina enquanto a outra metade recebeu um placebo. As pessoas que receberam tirosina viram menos diminuição no seu desempenho quando comparados a pessoas que receberam placebo. Os pesquisadores concluíram que a tirosina poderia ser útil para ajudar a prevenir a diminuição de desempenho em pessoas com privação de sono. 

Além disso, um estudo de 2015 mostrou que a tirosina melhora o desempenho cognitivo, especialmente durante épocas de estresse. Os pesquisadores concluíram que a tirosina "é um reforço efetivo para a cognição, mas somente quando o funcionamento de neurotransmissores está intacto” e quando a dopamina e/ou noradrenalina estão temporariamente depletadas.

Por último, um estudo duplo-cego, randomizado e controlado de 2015 avaliou 22 adultos saudáveis. Metade deles recebeu tirosina, enquanto a outra metade recebeu um placebo. Os pesquisadores concluíram que a tirosina promoveu flexibilidade cognitiva ao manter o funcionamento cerebral ideal. 

Realização de Tarefas Simultâneas

Hoje em dia, em que muitas pessoas têm diversas demandas para atender, a habilidade de fazer várias tarefas ao mesmo tempo é essencial. Porém, isso pode ser mais fácil para algumas pessoas do que para outras.  

Um estudo de 1999 mostrou que a tirosina pode ajudar com a realização de tarefas simultâneas. Este estudo concluiu que “…a tirosina pode sustentar a memoria de trabalho quando requerimentos para desempenhar outras tarefas simultaneamente diminuem o desempenho e que a suplementação com tirosina pode ser apropriada para manter o desempenho….”

Depressão

A depressão é uma condição comum que afeta milhões de pessoas no mundo todo. Existem muitas causas e elas podem ser complexas. Muitas pessoas buscam assistência médica ou tomam medicamentos para ajudar a eliminar os sinais e sintomas da depressão. 

Um pequeno estudo de 1988 mostrou que a tirosina é eficiente na depressão com deficiência de dopamina. Nota-se que as pessoas tratadas apresentaram uma melhora tanto nos sintomas de depressão quanto na qualidade do sono. 

Porém, um estudo de 1990 mostrou que a tirosina não ajudou a tratar outras formas de depressão. 

Exercícios

A importância de atividades físicas regulares é bem conhecida. Os exercícios apresentam benefícios imediatos e a longo prazo. Eles podem ajudar a manter o peso corporal, melhorar a saúde mental e fortalecer ossos e músculos enquanto ajuda a melhorar o funcionamento cerebral e do coração. 

Muitas pessoas tomam suplementos nutricionais como a proteína whey e creatina para ajudar com o desempenho máximo. A tirosina é um destes ingredientes e/ou suplementos que também podem ser benéficos para alguns. 

Um estudo de 1992 avaliou a suplementação com tirosina em situações estressantes como operações militares, o que comumente envolve tanto a perda de sono quanto a fadiga. Os revisores concluíram que a suplementação com tirosina pode ter um papel em melhorar tanto o humor quanto o desempenho físico em pessoas que tomavam suplementos de tirosina.

De acordo com um estudo de 2011 a dopamina cerebral (a tirosina é um precursor) aumenta a habilidade de fazer exercícios no calor.  Neste estudo, 11 voluntários homens e saudáveis foram recrutados. Eles fizeram dois testes de exercícios separados por sete dias. Os participantes consumiram uma bebida suplementada com tirosina ou um placebo uma hora antes de um teste de exaustão na bicicleta. Os resultados demonstraram que "a suplementação aguda com tirosina está associada ao aumento da capacidade de resistência no calor em participantes moderadamente treinados.”

Porém, nem todos os estudos demonstram benefícios para a tirosina em relação a exercícios. Um estudo de 2014 mostrou que a suplementação com tirosina não influenciou exercícios autocontrolados de resistência feitos no calor. Além disso, um estudo de 2016 também não revelou melhora no desempenho físico durante os exercícios e nenhuma melhora no funcionamento cognitivo. Também não foram notados efeitos colaterais negativos nestes estudos.   

Apesar destes resultados, muitas pessoas confiam neste aminoácido incorporando-o ao regime diário de exercícios.

Saúde da Tireoide

Na presença de selênio, o corpo combina o iodo e a tirosina para produzir hormônios da tireoide. Se a pessoa apresenta deficiência neste hormônio, podem ocorrer problemas de saúde. O iodo e a tirosina são duas moléculas cruciais necessárias para a produção de hormônios da tireoide. 

Um estudo de 2007 randomizado e placebo-controlado avaliou pessoas na Antártida. Os pesquisadores concluíram que "a tirosina leva a uma redução significativa do TSH no sangue e melhora do humor no inverno quando comparada a um placebo, enquanto a suplementação com uma combinação de T3 e T4 levou a uma piora no humor no verão e nenhuma melhora no inverno." Em outras palavras, a tirosina teve melhor desempenho do que medicamentos para a tireoide neste estudo.  

Porém, não existem muitos outros estudos sobre a tirosina e funcionamento da tireoide, então é importante garantir que nunca pare seu medicamento da tireoide, a não ser que isso seja recomendado pelo seu médico. 

Melanina

A melanina é o pigmento natural presente na pele, cabelos e olhos. Existem dois tipos principais de melanina. A melanina marrom ou preta é chamada de eumelanina, enquanto a amarela ou marrom-avermelhada e chamada de feomelanina.

A maioria das pessoas produz melanina de alguma destas formas, a não ser que o albinismo esteja presente. Se você tem mais, apresenta pele e cabelos mais escuros. Se tem menos melanina, tem uma pele mais clara. 

A produção de melanina requer a presença de tirosina. Sem ela a pigmentação é impossível. 

Doença de Parkinson

A doença de Parkinson é uma condição neurológica que afeta o sistema nervoso central. Os sintomas iniciais podem incluir tremores, dificuldade para andar e movimentos lentos. À medida que a condição progride a pressão baixa, depressão, ansiedade e até demência podem ocorrer. 

A tirosina é precursora do levodopa, um precursor de dopamina. O levodopa também é a molécula cerebral deficiente nas pessoas com doença de Parkinson. Como resultado disso, algumas pessoas com doença de Parkinson fazem suplementação com L-tirosina em uma dose de 500 mg três vezes ao dia.  Porém, de acordo com minhas pesquisas, não existem estudos de qualidade que mostrem que a tirosina é útil. 

O único estudo que identifiquei é de 2014. Ele mostrou que não há benefícios significativos da suplementação de tirosina para a doença de Parkinson e seus sintomas.

 Atenção: pessoas que tomam suplementos de tirosina e medicamentos para Parkinson, é importante tomá-los separadamente , já que competem pela absorção no intestino. Fale com seu médico. 

Dosagens Comumente Utilizadas

tirosina é comumente tomada em uma dose de 500 a 1000 mg uma ou duas vezes pro dia para adultos. Se tomada de estomago vazio ou com uma refeição pobre em proteínas, pode ser esperada uma maior absorção.   

Referências:

  1. Acessado em 12 de Junho de 2021. https://www.accessdata.fda.gov/scripts/cdrh/cfdocs/cfcfr/CFRSearch.cfm?fr=172.320
  2. Hase A, Jung SE, aan het Rot M. Behavioral and cognitive effects of tyrosine intake in healthy human adults. Pharmacol Biochem Behav. 2015 Jun;133:1-6. 
  3. Deijen JB, Orlebeke JF. Effect of tyrosine on cognitive function and blood pressure under stress. Brain Res Bull. 1994;33(3):319-23. 
  4. Neri DF, Wiegmann D, Stanny RR, Shappell SA, McCardie A, McKay DL. The effects of tyrosine on cognitive performance during extended wakefulness. Aviat Space Environ Med. 1995 Apr;66(4):313-9. 
  5. https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0022395615002472?via%3Dihub
  6. Steenbergen L, Sellaro R, Hommel B, Colzato LS. Tyrosine promotes cognitive flexibility: evidence from proactive vs. reactive control during task switching performance. Neuropsychologia. 2015 Mar;69:50-5
  7. Graham TE, Sathasivam P, MacNaughton KW. Influence of cold, exercise, and caffeine on catecholamines and metabolism in men. J Appl Physiol (1985). 1991 May;70(5):2052-8. 
  8. Mahoney CR, Castellani J, Kramer FM, Young A, Lieberman HR. Tyrosine supplementation mitigates working memory decrements during cold exposure. Physiol Behav. 2007 Nov 23;92(4):575-82. 
  9. O'Brien C, Mahoney C, Tharion WJ, Sils IV, Castellani JW. Dietary tyrosine benefits cognitive and psychomotor performance during body cooling. Physiol Behav. 2007 Feb 28;90(2-3):301-7. 
  10. Thomas JR, Lockwood PA, Singh A, Deuster PA. Tyrosine improves working memory in a multitasking environment. Pharmacol Biochem Behav. 1999 Nov;64(3):495-500. 
  11. L-tyrosine cures, immediate and long term, dopamine-dependent depressions. Clinical and polygraphic studies. C R Acad Sci III. 1988;306(3):93-8. 
  12. Gelenberg AJ, Wojcik JD, Falk WE, Baldessarini RJ, Zeisel SH, Schoenfeld D, Mok GS. Tyrosine for depression: a double-blind trial. J Affect Disord. 1990 Jun;19(2):125-32. 
  13. Owasoyo JO, Neri DF, Lamberth JG. Tyrosine and its potential use as a countermeasure to performance decrement in military sustained operations. Aviat Space Environ Med. 1992 May;63(5):364-9. 
  14. Tumilty L, Davison G, Beckmann M, Thatcher R. Oral tyrosine supplementation improves exercise capacity in the heat. Eur J Appl Physiol. 2011 Dec;111(12):2941-50
  15. Tumilty L, Davison G, Beckmann M, Thatcher R. Failure of oral tyrosine supplementation to improve exercise performance in the heat. Med Sci Sports Exerc. 2014 Jul;46(7):1417-25. 
  16. Coull N, Chrismas B, Watson P, Horsfall R, Taylor L. Tyrosine Ingestion and Its Effects on Cognitive and Physical Performance in the Heat. Med Sci Sports Exerc. 2016 Feb;48(2):277-86. 
  17. Roufs JB. L-tyrosine in the treatment of narcolepsy. Med Hypotheses. 1990 Dec;33(4):269-73. 
  18. Elwes RD, Crewes H, Chesterman LP, Summers B, Jenner P, Binnie CD, Parkes JD. Treatment of narcolepsy with L-tyrosine: double-blind placebo-controlled trial. Lancet. 1989 Nov 4;2(8671):1067-9
  19. Palinkas LA, Reedy KR, Smith M, Anghel M, Steel GD, Reeves D, Shurtleff D, Case HS, Van Do N, Reed HL. Psychoneuroendocrine effects of combined thyroxine and triiodothyronine versus tyrosine during prolonged Antarctic residence. Int J Circumpolar Health. 2007 Dec;66(5):401-17. 
  20. Movement Disorders Clinical Practice Volume 1, Issue 4 p. 348-353