header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Condições

Os Benefícios da Natoquinase na Saúde Sinusal

9 Março 2018

A natoquinase é promissora no tratamento de inflamação das vias aéreas, asma e pólipos nasais

A inflamação nasal e sinusal crônica, ou rinossinusite crônica (RSC) é uma das doenças crônicas mais comuns em adultos. Ela é caracterizada por uma inflamação sintomática persistente da mucosa e do sinus nasal. Um novo estudo indica que a natoquinase, uma enzima extraída do Nattō, um alimento fermentado tradicional do Japão, pode produzir efeitos incrivelmente poderosos no tratamento do problema. O fator mais impressionante dessa descoberta é que a RSC não tende a responder a medicamentos convencionais, mas pode ser tratada pela natoquinase.

A natoquinase é produzida adicionando a bactéria Bacillus natto a grãos de soja fervidos. A bactéria tenta digerir a soja secretando a enzima. A aplicação mais popular e cientificamente estudada para a natoquinase tem foco em sua potente atividade fibrinolítica (“quebradora de coágulos”) – isso significa que ela quebra o fibrinogênio, um componente dos coágulos sanguíneos e da placa aterosclerótica. Níveis elevados de fibrinogênio são outro claro fator de risco para doenças cardiovasculares. De fato, existe uma associação mais forte entre as mortes cardiovasculares e os níveis de fibrinogênio do que entre elas e o colesterol.

Pesquisadores decidiram estudar o efeito da natoquinase sobre a RSC porque depósitos excessivos de fibrina na mucosa natal são um fator da doença, e isso tem um papel crucial na formação dos pólipos nasais que são tão comuns nos casos de RSC.

Um olhar rápido sobre a natoquinase na saúde cardiovascular

A natoquinase foi identificada pela primeira vez pelo Dr. Hiroyuki Sumi em 1980, enquanto ele estudava o potencial de quebra de coágulos de uma variedade de medicamentos convencionais na Universidade de Chicago. Por um capricho, ele depositou um pouco de nattō em uma placa de Petri contendo um coágulo sanguíneo (trombo). Para sua surpresa, o trombo foi completamente dissolvido em 18 horas, em um tempo consideravelmente menor do que as outras drogas de seu estudo. Depois da descoberta, ele isolou a natoquinase e tem examinado sua importância extensivamente.

Em estudos clínicos, foi demonstrado que a natoquinase:

  • Dissolve o excesso de fibrina nos vasos sanguíneos, o que melhora a circulação, promove a dissolução de coágulos e reduz o risco de coagulação severa.
  • Reduz os níveis de LDL (colesterol ruim) e aumenta o HDL (colesterol bom).
  • Reduz a viscosidade do sangue, melhorando o fluxo sanguíneo e reduzindo a pressão arterial.

A capacidade de melhorar a saúde dos vasos sanguíneos ficou evidenciada a partir dos resultados de um estudo duplo-cego realizado em pacientes com alta pressão arterial. No estudo, 73 indivíduos com pressão arterial moderadamente alta e não tratada (130-159/100-120 mm Hg) foram randomizados para tomar natoquinase (2.000 UF/cápsula por dia) ou um placebo. Ao final de 8 semanas, os indivíduos no grupo suplementado por natoquinase apresentaram uma redução significativa na pressão arterial sistólica (5,5 mm Hg) e na pressão diastólica (2,84 mm Hg), quando comparados ao grupo que recebeu o placebo. A dosagem típica para a natoquinase é de 100 mg (2.000 UF) uma ou duas vezes ao dia.

Benefícios da natoquinase para o trato respiratório

Os benefícios da natoquinase não se limitam ao sistema cardiovascular, pois a formação excessiva de fibrina é um fator de muitos outros problemas de saúde. É por isso que pesquisadores da Universidade de Fukai no Japão investigaram o seu potencial na RSC, na formação de pólipos nasais e na asma. Eles pegaram pedaços de pólipos nasais de pacientes com RSC e os incubaram com uma solução salina ou com natoquinase a 37 ºC durante 24 horas. Depois, os pesquisadores avaliaram a presença de fibrina no tecido de pólipos nasais coletado, para determinar se a natoquinase conseguiu quebrá-la. Para examinar os efeitos da natoquinase na mucosa do trato respiratório, a descarga nasal e o catarro dos pacientes com RSC e asma, respectivamente, foram incubados com uma solução de natoquinase a 37 ºC durante 1 hora.

Os resultados demonstraram que a natoquinase reduz efetivamente o tecido dos pólipos nasais através da degradação da fibrina. Os pesquisadores também descobriram que a viscosidade da descarga nasal e do catarro de pacientes com RSC e asma, respectivamente, foi significativamente reduzida pela incubação com a solução de natoquinase.

Os autores concluíram que a natoquinase pode ser uma opção terapêutica efetiva em pacientes com RSC e asma por causar a quebra da fibrina.

Comentário:

Uma das mais importantes características das passagens nasais, sinus e vias aéreas saudáveis é a elasticidade e a fluidez das secreções do trato respiratório. Se o muco estiver muito grosso e viscoso, ele cria um cenário que incentiva inflamações, bloqueio das vias aéreas, formação de pólipos e dificuldade para respirar. O que o estudo destacado acima indica é que a natoquinase pode melhorar a situação dessas secreções e, como resultado, reduzir a inflamação das vias aéreas, reduzir a formação de pólipos e promover uma respiração mais fácil. Esse efeito é similar ao de outras enzimas como bromelaína e serrapeptase. Além disso, o estudo indica que a natoquinase é uma forte opção além da RSC, como em casos de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), bronquite e sinusite.

A dosagem típica de natoquinase é de 100 mg (2.000 UF) uma ou duas vezes ao dia.

A natoquinase deve ser usada com cuidado se você estiver consumindo Coumadin (warfarina) ou medicamentos antiplaquetários (incluindo aspirina, mas especialmente medicamentos como Plavix ou Ticlid), pois ela pode aumentar a tendência de sangramentos.

Reference:

  1. Takabayashi T, Imoto Y, Sakashita M, et al. Nattokinase, profibrinolytic enzyme, effectively shrinks the nasal polyp tissue and decreases viscosity of mucus. Allergol Int. 2017 Oct;66(4):594-602.

Artigos Relacionados

Ver tudo

Condições

Essas ervas, temperos e nozes podem ajudar a controlar a diabetes

Condições

15 formas de se manter saudável ao viajar com diabetes

Condições

Como viajar com hipertensão