header_search header_signed-out header_signed-in header_cart sharefilled circlex circleexclamation iherbleaf
checkoutarrow
BR
O produto foi adicionado ao carrinho
Total:
Desconto:
Junto:
Quantidade:
Cart Total:
Finalizar
Clientes também compraram:
Ajuda 24 horas
beauty2 heart-circle sports-fitness food-nutrition herbs-supplements
Bem-estar

4 passos para uma melhor saúde intestinal

19 Abril 2019

Por Taz Bhatia, MD

Você já conhece a importância do que come e como isso afeta o resto do corpo. Mas o que você pode não ter se dado conta é de como a comida é digerida no seu corpo. O processo é importante, pois seu sistema digestivo não só é responsável por quebrar os alimentos, como também por absorver importantes nutrientes para o corpo. Essa é a parte que costuma ser esquecida, e também é a que muitas pesquisas estão indicando ser o catalisador para muitas doenças digestivas, como intestino permeável, refluxo ácido, síndrome do intestino irritável (SCI) e doença de Crohn.

O que são enzimas digestivas?

As enzimas digestivas – algumas das quais são produzidas naturalmente no corpo através do pâncreas – nos ajudam a quebrar os alimentos que comemos em partículas menores e absorvíveis. Mas existe outra forma de obter enzimas importantes – através dos alimentos e plantas que comemos – e essas enzimas têm uma função diferente. Elas nos ajudam a absorver os nutrientes vitais de que precisamos para nos mantermos saudáveis. Quando você consome poucos alimentos nutritivos, como vegetais, frutas e ervas, e muitos alimentos processados, você não obtém as enzimas digestivas de que precisa. Isso é um problema, pois, sem essas enzimas, o corpo gasta energia demais para digerir o que você come, deixando você exausto(a), esgotado(a) e, acima de tudo, com inflamações internas. Essa inflamação tem um papel em muitas doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e alto colesterol.

O que é a síndrome do intestino permeável?

Uma falta de enzimas digestivas pode causar a síndrome do intestino permeável – outro infeliz resultado da inflamação crônica no sistema digestivo. Existem muitos culpados que causam o intestino permeável, incluindo estresse, medicamentos, escolhas alimentares pobres, álcool, cigarros e até alterações hormonais. Você deve estar se perguntando o que o termo “permeável” realmente significa. Essencialmente, um intestino saudável absorve nutrientes, enquanto o que não está saudável deixa “vazar” nutrientes, o que, por sua vez, causa uma resposta inflamatória no corpo.

6 passos para curar seu intestino

  1. Minhas recomendações gerais para o intestino permeável – e para auxiliar a saúde intestinal no geral – começam pela comida. Eu costumo sugerir que meus pacientes comecem removendo o glúten e os laticínios de suas dietas, pois essas proteínas podem ser difíceis de serem quebradas pelo corpo, piorando a situação de um revestimento intestinal que já esteja inflamado. Outra dica é reduzir a ingestão de álcool e doces, pois eles também afetam o intestino. Tente não beber mais que 4 drinks por semana, e mantenha o consumo de açúcar refinado abaixo de 40 gramas por dia.
  2. Adicionar alimentos que contém enzimas digestivas naturalmente à dieta é uma ótima estratégia de melhorar a saúde digestiva e o intestino permeável. O abacate contém lipase, uma enzima que ajuda na digestão da gordura, enquanto o abacaxi e o mamão são ricos em amilase, que se quebra na forma de amido. A banana e o kiwi também contêm enzimas digestivas, e o gengibre também age como um auxílio digestivo.
  3. Certos suplementos podem auxiliar na cura do intestino permeável, incluindo probióticos, bactérias vivas e leveduras. Eu recomendo tomar um suplemento probiótico de alta qualidade, para ajudar a equilibrar o microbioma (o ambiente no qual essas bactérias crescem) e melhorar a digestão e a absorção de nutrientes do seu corpo. Eu sugiro procurar uma colônia com alta contagem de unidades (acima de 20 bilhões de UFCs).
  4. Para uma bebida rica em probióticos, beba um pouco de kombucha! Essa é uma de minhas bebidas favoritas – até as crianças adoram. Você pode comprar kombucha pronta ou fazer a sua própria em casa. Outras fontes alimentares de probióticos são kefir sem laticínios, caldo de ossos e vegetais fermentados.
  5. A L-glutamina é um aminoácido que tem demonstrado benefícios na cura do intestino permeável ou da má absorção. Adicionar 1 a 2 gramas de glutamina à sua vitamina matinal favorita é outro truque para melhorar a saúde digestiva.
  6. Por último, a suplementação com enzimas digestivas pode melhorar o problema crítico da absorção de nutrientes pelos alimentos. Escolha uma enzima que contenha amilase, lipase e protease. Algumas enzimas digestivas também contêm ácido clorídrico, ou HCl, para ajudar ainda mais na digestão dos alimentos.

O estado de seu intestino é importante para toda a sua saúde! Desde a digestão até a função imunológica, os níveis de energia e o equilíbrio hormonal – se você tirar um tempo para reparar, equilibrar e nutrir seu intestino, você poderá ver um impacto em todo seu corpo.

Artigos Relacionados

Ver tudo

O que é o biohacking? Como se beneficiar de escolhas mais conscientes
Bem-estar

O que é o biohacking? Como se beneficiar de escolhas mais conscientes

Gengibre: a raiz poderosa
Bem-estar

Gengibre: a raiz poderosa

Açafrão: uma abordagem natural para as doenças neuropsiquiátricas
Bem-estar

Açafrão: uma abordagem natural para as doenças neuropsiquiátricas